As aeronaves de ataque dos EUA lançaram mais bombas no Afeganistão em 2019 do que em qualquer outro ano.

As aeronaves de ataque dos EUA realizaram 2.434 missões de ataque, lançando 7.423 bombas (guiadas e não-guiadas) em 2019, de acordo com estatísticas divulgadas no dia 27 de janeiro pelo Comando Central das Forças Aéreas (Air Forces Central Command – AFCENT). Esses totais são maiores do que qualquer outro registro anual divulgado, cujos arquivos on-line datam de 2009. O maior número registrado anteriormente foi de 7.362 armas lançadas em 2018.

Em 2019, as aeronaves de inteligência, vigilância e reconhecimento (intelligence, surveillance and reconnaissance – ISR) dos EUA realizaram 17.723 missões contra as 12.716 de 2018.

No entanto, no Iraque e na Síria, os ataques aéreos diminuíram. Em 2019, aeronaves dos EUA e da coalizão lançaram 4.729 bombas, contra as 8.713 de 2018. Em compensação as missões ISR quase dobraram, com 13.377 em 2019 contra as 7.782 de 2018.


FONTE: Air Force Magazine

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Simplesmente uma máquina de guerra e de renda para os fabricantes de armas e munições.

Comments are closed.