A Fuerza Aérea Argentina vive uma de suas mais profundas crises em toda sua gloriosa história. (Foto: Chris Pasley / Meramente ilustrativa)

A Força Aérea Argentina concluiu a negociação para incorporar 10 Beechcraft TC-12B Huron, pertencentes à Marinha dos EUA e atualmente preservados. O que havia sido um boato por um longo tempo foi encerrado nos Estados Unidos, embora a operação ainda conte com algumas ressalvas.

Não foram divulgados detalhes de como a operação de compra se dará (compra direta ou via FMS – Foreign Military Sales), mas sabe-se que os 10 Hurons têm cerca de 12 anos e foram selecionados por uma comitiva argentina. As aeronaves escolhidas estão no AMARG (309º Grupo de Regeneração e Manutenção Aeroespacial), localizado na Base Aérea Davis-Monthan (Tucson, Arizona), sob o Comando de Materiais da USAF.

Tecnicamente, Força Aérea Argentina concluiu a negociação para incorporar 10 Beechcraft TC-12B Huron, pertencentes à Marinha dos EUA e atualmente preservados nos EUA. Imagem ilustrativa.

O TC-12B Huron é o nome da variante Beechcraft Super King Air A200C que a Marinha dos EUA usou para treinamento, em um único esquadrão baseado na NAS-Corpus Christi, localizada no Texas. No total, 25 TC-12B compuseram a frota do esquadrão VT-35 “Stingrays”, entre 1999 e 2017. Após a aposentadoria do Huron, o esquadrão começou a voar o Beechcraft TC-44C Pegasus, baseado no King Air B90 .

Este esquadrão de treinamento é responsável por formar os aviadores navais, que continuarão suas carreiras no P-8 Poseidon ou no EP-3 Aries da Marinha ou no MV-22 Osprey do USMC.

Fontes da Força Aérea Argentina indicaram que, embora a operação esteja tecnicamente fechada, dependerá da confirmação do Poder Executivo Nacional após a data de início do mandato 2019-2023. Se o atual governo continuar, a aprovação será considerada quase automática e, obviamente, se o Executivo for assumido por outro governo, espera-se uma revisão exaustiva de determinadas compras, dentre as quais esta.

O TC-12B Huron tem um teto de serviço de 35.000 pés (10.700m), uma velocidade máxima de 535 km / h e pode transportar 13 ocupantes a até 3300 km de distância.


FONTE: Aviacion On Line
Anúncios