Dois caças Su-30MKI fabricados sob linceça pela empresa Indiana HAL
Dois caças Su-30MKI fabricados sob linceça pela empresa Indiana HAL

A Índia opera atualmente 105 aviões SU-30MKI, mas a empresa local HAL continua a construir mais aviões da variante para que a força aérea indiana possa colocar em operação um total de 245 SU-30MKI. Os aviões deverão ser entregues até 2017 e juntamente com o programa nativo Tejas LCA e os caças de “segunda linha” da competição MMRCA tornarão a Índia uma das maiores potências aeronáuticas não apenas da região, mas do mundo.

Mas a Índia espera ainda reforçar este inventário: há relatos de que o país irá adquirir ainda mais SU-30MKI e os aviões deste tipo já em uso e adquiridos à Rússia em 1996, deverão ser também atualizados. Os aviões deverão receber um radar N011M Bars e um motor idêntico ao do SU-35, assim como um novo datalink (recordando que o Raptor não tem ainda nenhum), uma adição vital para reduzir o relativamente elevado índice de “fogo inimigo” registrado pelos Sukhoi no último Red Flag, onde os aviões participaram com resultados extraordinários.

Anúncios