Caça Mirage 2000N da Força Aérea Francesa. (Foto: Armée de L’Air)

Durante uma coletiva de imprensa semanal, o Ministério das Forças Armadas da França anunciou nesta quinta-feira, 28 de setembro, que uma aeronave de combate Mirage 2000N caiu por volta das 9hs da manhã como parte da Operação Barkhane, a operação contra-insurgência francesa na região africana do Sahel, que engloba vários países como Mali, Chade e Niger.

O Mirage 2000N caiu pouco após a decolagem em N’Djamena, no Chade. O piloto e o co-piloto, após detectarem a falha, conseguiram ejetar com segurança. O incidente ocorreu quando o caça decolava para participar de uma missão de escolta de apoio.

Uma investigação foi aberta para determinar as causas do acidente. Também foi a causa de um incêndio na base militar, que foi rapidamente dominado. Nenhuma vítima foi relatada.

Em relação à parte aérea, a Operação Barkhane mobiliza o Mirage 2000, os drones Reaper e aeronaves de transporte tático.

Anúncios