Veículo aéreo não-tripulado Rustom-2 após pouso forçado.

Um veículo aéreo não tripulado (UAV) Rustom-2, desenvolvido pela Organização de Pesquisa e Desenvolvimento em Defesa (DRDO) da Índia, fez um pouso forçado em um campo próximo a Área de Testes Aeronáuticos de Challakere, no distrito de Chitradurga, Karnataka, em 17 de setembro.

O UAV estava realizando um teste experimental de voo em uma nova configuração quando o acidente aconteceu por volta das 6 da manhã, de acordo com um comunicado da DRDO.

O Rustom-2 é um veículo aéreo não tripulado (UAV) de média altitude e longa resistência (MALE) que está sendo desenvolvido pela agência de pesquisa de defesa estatal da Índia, a Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Defesa (DRDO).

Uma vez que estejam operacionais, os novos UAVs Rustom substituirão os UAVs israelenses Heron usados ??pela Força Aérea Indiana e pela Marinha da Índia.

De acordo com a mídia indiana, o Rustom-2 é comparável ao drone MQ-1 Predator, de fabricação americana, e pode voar por 24 horas seguidas. Ele pode realizar missões de vigilância e pode carregar armas junto com o equipamento de vigilância.

O drone é alimentado por dois motores turboélices NPO-Saturn 36MT montados nas asas, oferecendo um empuxo de cerca de 73,55 kW (~100 hp) cada.

Imagem do primeiro voo do Rustom-2 da DRDO.

O drone pode voar de forma autônoma em grandes altitudes, realizando inteligência, vigilância e reconhecimento (ISR) em tempo real e em alta resolução com seus sensores SAR e EO. Quando um alvo é identificado, ele iluminará o alvo com um designador de laser para outras aeronaves de ataque ou descerá a uma altitude mais baixa e atacará o alvo com seus próprios mísseis ar-superfície.

O primeiro voo do UAV ocorreu em novembro de 2016, após um atraso de três anos.

Anúncios

4 COMENTÁRIOS

    • Tirou as palavras da minha boca. Ou melhor, da ponta dos meus dedos! kkk

  1. " De acordo com a mídia indiana, o Rustom-2 é comparável ao drone MQ-1 Predator"
    Será tudo isso?!

Comments are closed.