Jato executivo supersonico AS2 da Aerion deve voar pela primeira vez em 2024.

A Aerion Supersonic escolheu a Safran como uma das principais parceiras do programa de jatos executivos AS2, anunciou a Aerion em comunicado.

Ao unir forças, essas empresas trarão mais de um século de experiência aeroespacial para apoiar o projeto preliminar do primeiro jato executivo supersônico moderno.

Duas empresas da Safran já aderiram ao projeto para apoiar o AS2. A Safran Landing Systems projetará o sistema completo de trem de pouso e freio, dos trens de pouso principais e frontal, às rodas e freios, incluindo sistemas de extensão / retração, monitoramento e direção, em seus centros de engenharia no Canadá e na França. As Safac Nacelles projetarão as naceles do AS2, incluindo as entradas dos motores, as portas de resfriamento dos fans e o inversor de pressão na França.

“A Safran é um grupo global bem conhecido que projeta, desenvolve e fabrica equipamentos de aeronaves há mais de um século”, disse Tom Vice, CEO da Aerion. “É essa riqueza de experiência, combinada com a visão da Safran em relação ao futuro e nosso compromisso compartilhado com a sustentabilidade, que nos faz sentir tão confiantes sobre esse relacionamento.”

O jato AS2 da Aerion é a primeira aeronave comercial supersônica de construção privada. Projetado para ser inerentemente ambientalmente responsável, a AS2 é a primeira aeronave supersônica com capacidade de aceitar 100% de combustível sintético. É também a primeiro a ser projetada sem um pós-combustor. O jato executivo de 12 passageiros está programado para começar os testes de voo em 2024.

“Estamos entusiasmados por fazer parte deste projeto tecnológico extraordinário que solicita aos nossos engenheiros que imaginem além do ambiente habitual e projetem tecnologias inovadoras para o futuro da aviação”, comenta Philippe Petitcolin, CEO da Safran.

Anúncios