P-3AM da Força Aérea Brasileira pousou em Punta Arenas nesta quarta-feira (11)

A aeronave P-3AM Orion, da Força Aérea Brasileira (FAB), pousou, às 12h40 (horário de Brasília), em Punta Arenas, no Chile, para auxiliar nas buscas ao avião C-130 da Força Aérea Chilena, que está desaparecido desde segunda-feira (09). 

O P-3AM decolou da Ala 11, no Galeão (RJ), na madrugada desta quarta-feira (11/12), e já está no local onde será a base de apoio das buscas.

Tripulação brasileira em briefing com representante da Fuerza Aerea de Chile.

A Aeronave P-3AM é operada pelo Esquadrão Orungan (1º/7º Grupo de Aviação), sediado na Ala 12. O avião também utiliza diversos recursos eletrônicos, como sistema radar e FLIR (do inglês, Forward-Looking Infrared), que proporciona visão noturna, sendo possível localizar o objeto por meio do calor emitido por ele.

Com quatro motores, a aeronave tem grande autonomia, podendo permanecer em voo durante 16 horas. Seus sensores eletrônicos embarcados são altamente modernos. Essas características conferem ao P-3AM a capacidade estratégica de vigilância marítima de longo alcance.


FONTE: Força Aérea Brasileira. Fotos: Capitão Kaê/Ala 12 

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. O KC390 seria o substituto do P3AM?
    No site da FAB é divulgado que o alcance é de 6000 km. Fazendo conta de padaria seriam aproximadamente 7 horas de voo. A capacidade máxima de combustível é 29400 litros. A Embraer conseguiria ampliar essa capacidade?

    • Um patrulha marítimo tem sensores específicos como o MAD para detecção de submarinos e radar de vigilância marítima para navios, além de possuir pilones sob as asas e baia ventral para o lançamentos de mísseis, foguetes, bombas, sonoboias, botes…

      Não foi prevista nenhuma versão do C390 como patrulheiro.

      O C390 seria um péssimo patrulheiro.

  2. Tomara que Deus e a fita adesiva segure essas asas e que tudo corra bem

Comments are closed.