Aeronaves do Battle of Britain Memorial Flight estão com os voos suspensos.

A maioria das aeronaves históricas que compõem o Battle of Britain Memorial Flight (BBMF) tiveram os voos suspensos (groundeadas) devido a uma questão relacionada aos motores. Um bombardeiro Lancaster, dois Hurricanes e três aviões Spitfire foram afetados pelo problema.

O BBMF tem outros três Spitfires com motores diferentes que atualmente não estão disponíveis por outros motivos.

A RAF (Real Força Aérea Britânica) disse que “tomou a decisão de pausar temporariamente o voo das aeronaves equipadas com motores Merlin”.

Um porta-voz disse: “Uma inspeção de rotina do motor destacou uma falha com um de nossos motores Merlin. Atualmente estamos investigando a falha”.

A decisão de suspender o voo foi “puramente como uma precaução”, mas a segurança era “primordial” e a unidade ainda estava operando seus Spitfires equipados com motores Griffon, acrescentaram.

Aeronave Dakota do BBMF.

A Base da RAF de Coningsby, em Lincolnshire, onde a unidade está baseada, confirmou que uma aparição no Carnaval de Weymouth teve que ser cancelada na tarde de quarta-feira.

O BBMF também cancelou sua aparição no Eastbourne Airbourne. Um Spitfire, um Hurricane e um bombardeiro Lancaster deveriam aparecer no show aéreo. Os organizadores ainda tem esperança que eles possam aparecer em outro dia, pois o show ocorre até domingo.

Enquanto isso, os organizadores do Festival de Voo de Biggin Hill, que ocorre neste fim de semana, disseram: “O Battle of Britain não aparecerá neste fim de semana, a menos que seja dito de outra forma”. O show aéreo ocorre no local de um aeródromo ao sul de Londres que desempenhou um papel central na Batalha da Grã-Bretanha em 1940.

Colin Hitchins, do festival, acrescentou: “É uma grande vergonha. Mas veremos o que acontece. Se eles conseguirem, ótimos, mas, caso contrário, os veremos no próximo ano”. O festival deve apresentar outros Spitfires e Hurricanes, acrescentou.

O BBMF é o lar de um dos dois bombardeiros Lancaster em condições de voo do mundo. A aeronave Lancaster pode ser vista regularmente nos céus em shows aéreos e eventos militares. O porta-voz da RAF não conseguiu dizer quando os aviões estariam de volta à ação. Um dos aviões é o último Spitfire restante que voou na Batalha da Grã-Bretanha.

A RAF afirma que a missão do BBMF é “manter os artefatos inestimáveis ??de nossa herança nacional em condições de aeronavegabilidade para celebrar aqueles que morreram prestando um serviço ao país, promover a força aérea moderna e inspirar as futuras gerações”.

A notícia ocorre dias antes do primeiro show aéreo na Base da RAF de Scampton, que deverá ser realizada no início de setembro e inclui aviões do BBMF.

Em julho, o duque de Cambridge assistiu a uma exibição aérea marcando os 60 anos do BBMF. O príncipe William, que é o patrono do voo, também falou aos veteranos no evento.

Battle of Britain Memorial Flight (BBMF)

  • O Battle of Britain Memorial Flight (BBMF) foi formado em 11 de julho de 1957 pelo Gp Capt Peter Thompson, um ex-piloto de Hurricanes na Batalha da Grã-Bretanha
  • Ele começou a colecionar e preservar exemplares dos principais aviões envolvidos no conflito para honrar a defesa da RAF do Reino Unido contra ataques alemães no final de 1940
  • O BBMF tem 12 aviões históricos, incluindo um Lancaster – um dos dois únicos que ainda voam no mundo. O outro está no Canadá
  • Ele também tem um Dakota, seis Spitfires, dois Hurricanes e dois Chipmunks, que são usados ??para treinamento
  • O voo foi exibido ou voado em milhares de eventos como uma homenagem àqueles que serviram na RAF

Fonte: BBC

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. Ver de perto estas aeronaves voando é um sonho, que gostaria muito de realizar, e vou…………..

  2. Isso sim deveria ser "Patrimônio da Humanidade".

    Essas aeronaves e seus bravos pilotos inflingiram a primeira derrota da Alemanha nazista e mostraram ao mundo que a Wehrmacht tinha suas falhas, não era invencível e – principalmente – um certo homem de gênio militar não tinha nada!

    A Luftwaffe nunca se recuperou da Batalha da Inglaterra e os reflexos da perda de aeronaves, pilotos experiente e caos estratégico a acompanhou por toda guerra.

  3. O maior problema foi a Luftwaffe ser concebida e estruturada como uma força aérea tática p/ atuar junto ao exército e não tinha capacidade estratégica, seu principal bombardeiro era um bimotor ( He-111 ), seu caça Me-109 tinha alcance limitado, o seu caça pesado de escolta ( Me-110 ) tinha tantas deficiência que precisava de escolta dos Me-109 e o uso do Stuka contra a Inglaterra se mostrou um desastre. Mesmo assim estava começando a apertar a corda no pescoço da RAF ao atacar seus aeródromos e sobretudo o sistema de radar – a RAF estava no seu limite, chegando a utilizar simultaneamente todos os caças em condição de voo – quando o destino agiu : um piloto alemão errou a navegação e bombardeou Londres, levando Churchill a determinar o revide atacando Berlim. Hitler enfurecido ordenou que destruíssem Londres e c/ isso aliviou os campos de pouso da RAF e os radares. Esse ato de vingança e o consequente sacrifício dos londrinos acabou permitindo que a RAF se recompusesse e em última análise selou a derrota alemã na Batalha da Inglaterra.

  4. Hitler se apressou no início da Guerra, deveria ter melhorado sua capacidade de atacar alvos a maior distancia antes, o pequeno alcance de seus aviões foi decisivo para sua derrota na Inglaterra.
    Teria impedido a fabricação e produção de suprimento para os aviões ingleses.

  5. Acho exagero dizer que a Luftwaffe nunca se recuperou da Batalha da Inglaterra. As perdas materiais e humanas foram repostas e a Alemanha teve uma força aérea de respeito em boa parte da guerra. O problema da Alemanha foi o bom relacionamento de Churchill com Roosevelt. Sua aliança e sua decisão de manter a União Soviética na luta. O significado da Batalha da Inglaterra foi além de apenas infligir perdas e uma derrota ao inimigo! Foi aberta uma ferida que nunca parou de sangrar até a rendição incondicional dos alemães.

    • A maior prova de sua força foi o alto índice de perdas de bombardeiros aliados vítimas dos caças e, a bem da verdade, também da artilharia antiaérea.

Comments are closed.