A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) finalizou, na tarde desta sexta-feira (20/09), avaliação que atesta as obras de recapeamento da pista principal do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Mas nem todas companhias voltarão a operar de imediato.

A liberação pela ANAC foi concedida após serem executados os testes necessários para a volta das operações na pista principal do aeroporto. A partir de sábado (21/09), pousos e decolagens poderão ocorrer normalmente na pista principal do Aeroporto Santos Dumont, considerando apenas as limitações operacionais pré-existentes e já adotadas pelas companhias aéreas em virtude da localização do aeroporto.

Mas as duas principais companhias aéreas brasileiras, Gol e Latam, vão continuar sem utilizar o aeroporto Santos Dumont.

Segundo a Gol, a companhia ficará fora do Santos Dumont “até que as autoridades aeronáuticas tenham uma definição sobre a liberação da pista de Santos Dumont com todas as condições tanto para operação em pista seca quanto molhada”. Por enquanto, a expectativa é que haja viagens no aeroporto a partir do dia 24.

Já a Latam ficará longe do Santos Dumont até o dia 24. “A companhia ressalta que a segurança é um valor imprescindível e lamenta os inconvenientes que essa situação alheia à sua vontade possa causar aos passageiros”, disse a empresa.

A Azul informa que seu primeiro voo na pista reformada do Santos Dumont é o AD4851, com destino a Congonhas, em São Paulo, com previsão de decolagem às 6h15. A companhia estava operando no terminal mesmo durante a reforma, mas usando a pista auxiliar.

A pista principal do Aeroporto Santos Dumont estava em obras desde o dia 24 de agosto para recuperação do pavimento asfáltico e a substituição integral da Camada Porosa de Atrito (CPA), o que ensejou, temporariamente, o remanejamento dos voos para o Aeroporto do Galeão (RJ).

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. O aeroporto Santos Dumont tem uma pista muito curta. 1300 metros e acaba no mar. Ainda fazem voos internacionais?

Comments are closed.