O Marrocos teve uma venda de 36 helicópteros AH-64E Apache aprovada pelo Departamento de Estado dos EUA.

No dia 20 de novembro de 2019, o Departamento de Estado dos EUA anunciou por meio da Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA) que havia aprovado uma potencial venda militar estrangeira para o Marrocos, cobrindo a compra de 36 helicópteros de ataque AH-64E Apache, bem como equipamentos relacionados.

O valor total da venda, se concluído, está estimado em US$ 4,25 bilhões. A DSCA enviou uma notificação da venda aprovada ao Congresso dos EUA no dia 19 de novembro.

De acordo com um comunicado de imprensa, o Marrocos solicitou a compra de 36 helicópteros AH-64s (24 novos, 12 opcionais). Além disso, o país está buscando 79 motores T700-GE-701D (72 dos quais serão instalados e o restante como peças de reposição); 36 Sensores Modernizados de Designação e Aquisição de Alvos AN/ASQ-170 / Sensores de visão noturna piloto AN/AAR-11; 18 Radares de Controle de Fogo AN/APG-78; 18 Interferômetros de Frequência de Radar Modernizados AN/APR-48B; 551 mísseis Hellfire AGM-114R (441 dos quais são novos, enquanto os 110 restantes são opcionais); 60 mísseis AGM-114L; 72 Míssil de treinamento aéreo cativo M36E9 Hellfire; 588 kits de sistema avançado de armas de precisão (478 instalados, 110 opcionais); e 200 mísseis AIM-92H Stinger.

O governo marroquino também solicitou a venda de aparelhos de detecção de sinais de radar, sistemas de alerta de mísseis, sistemas terrestres, metralhadoras e foguetes de 2,75 polegadas, entre outros equipamentos para os helicópteros.

O comunicado à imprensa observou: “A venda proposta melhorará a capacidade de Marrocos de enfrentar ameaças atuais e futuras e aumentará a interoperabilidade com as forças dos EUA e outras forças aliadas. O Marrocos usará a capacidade aprimorada para fortalecer sua defesa nacional e fornecer apoio aéreo aproximado a suas forças.”

A aprovação da venda não significa que um acordo foi concluído. O Congresso terá uma janela para revisar a venda, após a qual Marrocos poderá avançar com um contrato, se assim o desejar.

A Força Aérea Real Marroquina (RMAF), que opera todos os ativos da aviação militar, atualmente não possui um helicóptero de ataque dedicado. Os 24 helicópteros Aerospatiale SA342L Gazelle atualmente em operação para tarefas de ataque leve foram adquiridos em 1978 e precisam ser substituídos.

Anúncios