Caça Eurofighter interceptando um bombardeiro russo Tu-160 em recente incidente próximo da costa britânica.

Caças Eurofighter Typhoons da RAF foram acionados no sábado (27) depois que dois aviões russos Tu-160 entraram no espaço aéreo britânico. O par de jatos Typhoon decolou da Base da RAF de Lossiemouth, na Escócia, de acordo com o Ministério de Defesa britânico.

Um porta-voz do Ministério de Defesa britânico disse que os dois caças Typhoons do Alerta de Reação Rápida (QRA) da Base da RAF de Lossiemouth decolaram para interceptar os dois bombardeiros russos Tu-160 Blackjack que entraram no espaço aéreo britânico, de acordo com informação divulgada a agência BBC. Ambos os aviões Typhoon retornaram com segurança para a Base de Lossiemouth assim que os bombardeiros russos deixaram o espaço aéreo britânico.

Antes de chegarem no Reino Unido, caças F-16 poloneses interceptaram o par de bombardeiros russos, mas maiores detalhes do evento não foram divulgados.

O Ministério da Defesa russo não confirmou que suas aeronaves entraram no espaço aéreo britânico, mas num comunicado disse que no sábado dois bombardeiros Tu-22 realizaram voos regulares sobre as águas do Mar de Barents e no Mar da Noruega, em conformidade com as normas internacionais sobre o uso do espaço aéreo, sem violar as fronteiras de outros Estados, de acordo com informação divulgada pela agência Interfax.

A Real Força Aérea Britânica (RAF) e a Marinha Real britânica têm sido frequentemente acionadas para monitorar aviões e navios de guerra russos nos últimos anos. Em fevereiro desse ano os aviões de combate britânicos monitoraram dois Tu-160 que passaram próximo do espaço aéreo britânico.

Caças Typhoons são seguidamente acionados para interceptar aeronaves russas próximas da fronteira com o Reino Unido.

Em janeiro, a fragata do Tipo 23, o HMS St Albans, foi desdobrada para acompanhar lado a lado o porta-aviões russo Admiral Kuznetsov e seu grupo de batalha, enquanto os navios russos navegavam perto das águas territoriais do Reino Unido, retornando das operações de apoio à ofensiva na Síria.

O grupo de Kuznetsov tinha passado previamente através do canal no terceiro trimestre passado em seu caminho ao Mediterrâneo e foi escoltado pelo contratorpedeiro do tipo 45 HMS Duncan e pela fragata do tipo 23 HMS Richmond.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Só uma observação: os caças da foto não são os Eurofighters da RAF, e sim Rafales do Armée de l'Air. Basta olhar a silhueta, que é bem diferente do Eurofighter, apesar de ambos serem deltas. Essa interceptação da foto pelo menos foi feita pelo Armée.

Comments are closed.