Bombardeiro russo Tu-95MS avistado por aeronave da JASDF.

Três bombardeiros estratégicos com capacidade nuclear Tupolev Tu-95MS da Força Aeroespacial da Rússia foram avistados próximo ao Japão e pelo menos dois deles teriam violado o espaço aéreo japonês no dia 20 de junho, segundo a emissora japonesa NHK.

A emissora pública do Japão, a NHK, citando funcionários da Força de Autodefesa Aérea do Japão (JASDF), disse que os Tu-95MS violaram o espaço do país japonês em duas ocasiões. Segundo a reportagem, um bombardeiro foi visto pela primeira vez perto da ilha de Minamidaito, na prefeitura de Okinawa, por 2 minutos e 46 segundos. Em certos estágios da rota, os aviões russos foram escoltados pelos caças F-2 e F-15 da JASDF.

Posteriormente, um dos bombardeiros supostamente violou o espaço aéreo japonês perto da ilha de Hachijo, no Mar das Filipinas, sobrevoando a área por 1 minuto e 56 segundos e depois retornou ao espaço aéreo internacional após receber advertências.

O exército russo negou que sobrevoasse o espaço aéreo japonês. Nesta quinta-feira, 20 de junho, de acordo com a agência russa RIA Novosti com referência ao Ministério da Defesa da Rússia.

O Ministério da Defesa da Rússia declarou que suas aeronaves estavam realizando um voo programado realizado em estrita conformidade com os padrões internacionais para o uso do espaço aéreo.

O departamento militar observou que os aviões russos em certos estágios foram escoltados por caças da JASDF. A reportagem também observa que este foi um voo planejado sobre águas neutras. A duração do voo foi superior a 14 horas.

Anúncios