Os tipos de aeronaves de combate que participam do CRUZEX 2018: A-1M, F-5M e AF-1 (Brasil); Mirage 2000 (Peru); F-16 (Chile); A-37 (Uruguai); e F-16 (EUA). (Foto: Diego Alves / Cavok Brasil)

Ontem, dia 20 de novembro, a organização do Exercício CRUZEX 2018 realizou o chamado media flight, onde os jornalistas convidados puderam registrar as imagens das aeronaves de combate participantes a partir da rampa traseiro da aeronave C-105 Amazonas da Força Aérea Brasileira (FAB). O Cavok esteve no voo.

Fotos da FAB, mostrando os bastidores do Media Flight a bordo do C-105.

A maior parte dos jornalistas embarcou no C-105, e outros puderam acompanhar o voo a bordo de um H-36 Caracal, registrando assim o C-105 e os jatos de combate voando em formação.

O voo para imprensa teve uma duração de ceca de 40 minutos, onde os 40 fotógrafos e cinegrafistas puderam captar imagens do pátio de aeronaves da Ala 10 e de um esquadrão formado por sete jatos de combate dos países participantes da Cruzex. Na rampa, os jornalistas se revezavam para captação das imagens.

(Foto: Sgt. Jonhson Barros / Agência Força Aérea)

A formação foi composta por um A-1M, um F-5M e um A-4, todos brasileiros; dois F-16 – um chileno e um norte-americano; um A-37 uruguaio e um Mirage 2000 peruano.

Nesta terça-feira, a Ala 10 recebe a presença do Ministro da Defesa do Brasil, Joaquim Silva e Luna, e por esta razão não foi permitida a captação de imagens de dentro da Ala 10.


Nota do Autor: O site Cavok Brasil agradece ao CECOMSAER por ter selecionado nosso colaborador entre os meios jornalísticos presentes no exercício.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Ué mas a porcaria do Caracool voou? Não soltou pecinhas? nem teve que ver o oleo a cada 3 minutos???

Comments are closed.