Algumas das aeronaves participantes da Cruzex 2013: (d-e) F-16 da FACh, F-2000C, A-1 e F-5EM da FAB, e um F-16 da FAV. (Foto: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)
Algumas das aeronaves participantes da Cruzex 2013: (d-e) F-16 da FACh, F-2000C, A-1 e F-5EM da FAB, e um F-16 da FAV. (Foto: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)

Os representantes dos oito países participantes do exercício Cruzex 2013 se reuniram na manhã desta segunda-feira para uma entrevista coletiva com jornalistas de várias partes do mundo. O evento que abre “oficialmente” também contou com visita as áreas de operação do exercício bem como um voo de apresentação de algumas aeronaves participantes para a mídia nacional.

Várias aeronaves estão destacadas na Base Aérea de Natal, incluindo helicópteros da FAB. (Foto: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)
Várias aeronaves estão destacadas na Base Aérea de Natal, incluindo helicópteros da FAB. (Foto: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)

O Diretor do exercício, Brigadeiro-do-Ar Mário Jordão, esclareceu alguns pontos importantes, tais como a desistência da Argentina. Apesar de não ser a primeira vez quem que a Força Aérea do país vizinho desiste de participar do exercício, se esperava que a participação nesse ano fosse confirmada, uma vez que a Força Aérea Argentina participou ativamente de todas as fases de elaboração do exercício.

“Contavamos com a participação da Argentina, uma vez que eles estiveram ao nosso lado durante todas as fases preliminares, porém a desistência deles, não irá afetar em nada o desenvolvimento do exercício, a FAB disponibilizou  aeronaves que irão suprir a ausência dos argentinos”, disse o Brigadeiro-do-Ar Mário Jordão.

Uma aeronave C-130J-30 da Força Aérea Canadense. (Foto: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)
Uma aeronave C-130J-30 da Força Aérea Canadense. (Foto: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)

Questionado sobre os custos da operação, ele foi enfático em esclarecer que a Cruzex é desenvolvida dentro do orçamento regular da FAB, não sendo necessários novos gastos com preparação, instalações e recepção de outras delegações. “Cada delegação convidada a participar da Cruzex, arca com suas despesas, não sendo necessário que a FAB tenha gastos que estejam fora no nosso orçamento anual”.

Bela imagem de um F-16 da Força Aérea Venezuelana com uma pintura especial na cauda. (Foto: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)
Bela imagem de um F-16 da Força Aérea Venezuelana com uma pintura especial na cauda. (Foto: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)

Outro ponto de destaque da coletiva, foi a ênfase dada ao novo sistema de avaliação de desempenho das aeronaves participantes, o “shoot validation” registra com precisão se os alvos foram realmente atingidos. “Após os confrontos simulados teremos equipes que vão analisar os dados. Poderemos saber se o emprego do armamento foi válido, fazer a correção do uso e avaliar as manobras defensivas”, explicou o brigadeiro Jordão,  reforçando que a tecnologia “dá realismo e deixa o treinamento mais profundo”.

No demais, a entrevista ocorreu em clima de cordialidade, todos os representantes fizeram questão de falar do quão importante era cada participação e quanto isso estreitava relações entre os países participantes, mesmo quando o representante norte-americano foi confrontado com um questionamento de como seria voar com a Força Aérea da Venezuela, a resposta seguiu o coro dos demais:  “Para nós americanos, é um orgulho voar ao lado dos venezuelanos”.

CRUZEX VI, MAIOR EXERCÍCIO DE GUERRA SIMULADA DA AMÉRICA LATINA - NATAL, RN - 05/11/2013

CRUZEX VI, MAIOR EXERCÍCIO DE GUERRA SIMULADA DA AMÉRICA LATINA - NATAL, RN - 05/11/2013

As aeronaves de combate voaram em formação para captação de imagens pela imprensa. (Fotos: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)
As aeronaves de combate voaram em formação para captação de imagens pela imprensa. (Fotos: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)

Por volta das 14hs, horário local, aproximadamente 40 jornalistas e fotógrafos das mais variadas mídias, embarcaram no C-130 Hercules da FAB para a realização do “media flight”. O voo teve duração de aproximadamente uma hora e cinquenta minutos, sendo que por 30 minutos algumas aeronaves participantes do exercício voaram em formação para a captação de imagens. As aeronaves que participaram dessa formação foram, os F16 do Chile e da Venezuela, e o M2000, AMX e F-5 da FAB.

Fique com algumas das imagens que marcam o dia de hoje.CRUZEX VI, MAIOR EXERCÍCIO DE GUERRA SIMULADA DA AMÉRICA LATINA - NATAL, RN - 05/11/2013

CRUZEX VI, MAIOR EXERCÍCIO DE GUERRA SIMULADA DA AMÉRICA LATINA - NATAL, RN - 05/11/2013

CRUZEX VI, MAIOR EXERCÍCIO DE GUERRA SIMULADA DA AMÉRICA LATINA - NATAL, RN - 05/11/2013 CRUZEX VI, MAIOR EXERCÍCIO DE GUERRA SIMULADA DA AMÉRICA LATINA - NATAL, RN - 05/11/2013

CRUZEX VI, MAIOR EXERCÍCIO DE GUERRA SIMULADA DA AMÉRICA LATINA - NATAL, RN - 05/11/2013

CRUZEX VI, MAIOR EXERCÍCIO DE GUERRA SIMULADA DA AMÉRICA LATINA - NATAL, RN - 05/11/2013 CRUZEX VI, MAIOR EXERCÍCIO DE GUERRA SIMULADA DA AMÉRICA LATINA - NATAL, RN - 05/11/2013

As imagens do voo especial para imprensa, durante o Media Day da Cruzex 2013. (Fotos: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)
As imagens do voo especial para imprensa, durante o Media Day da Cruzex 2013. (Fotos: Wagner Damasio / Cavok Brasil Team)

Enhanced by Zemanta
Anúncios

22 COMENTÁRIOS

  1. Só essas fotos já são suficientes para muito comentário.

    Que desperdício encostar os MIRAGES 2000 – desperdício não- crime mesmo e contra a aviação .
    Que beleza o nosso AMX e F-5
    Fazem falta os Skyhawk da Marinha do Brasil
    Quem ganharia no mano a mano F-16 Venezuela F-5 Brasil ?? e falando neles , os F-16 venezuelanos …eles estão participando e voando certo??? então a cadeia logísitica de fornecimento de peças de reposição pelos americanos está funcionando sem embargos ????????????????????

    Abs.

  2. Mano-a-mano a vantagem sempre será de quem mantém a energia e não dá para comparar dois velhos e mirrados J85 contra o PW-100 do Falcon.

  3. Realmente, belíssimas fotos!
    Parece exercício de gente grande… Mas faltam os Eurofighter, os Raphales, os Su-30 (Venezuelanos parecem não estar prontos para exibir eles por outras terras) os Su-35, F-8 SH, F22, e por aí vai…
    Quanto aos M2000, eles são realmente lindos, mas tecnologicamente defasados e todos sabemos disso… Também vieram para cá como tampões que todos sabemos também, deveriam ser desativados ainda no ano de 2011, mas canibalizando um e outro para fazer a outra metade voar, conseguiram estender esse tempo para até agora. A FAB deve estar usando a aposentadoria deles como motivo para que o governo federal decida a novela FX-2. Pois parece que vai ser só na pressão mesmo para a Dilmona decidir algo, se é que vai…
    No entanto, bela cobertura, belas fotos fazendo jus a importância que a CRUZEX tem para manter as nossas forças aéreas atualizadas sobre como outras FA's atuam.

  4. Obrigado pelas respostas amigos.
    Mas a informação de como os F-16 Venezuelanos estão funcionando na boa é estratégica…
    sabe como é dar uma pescadinha por lá e jogar na rede mesmo sem ficar vermelho… faz parte né ???
    Todos espiam mesmo.

  5. Deve dar um frio danado na barriga ao tirar estas fotos a bordo do C130!!!!!

  6. Excelente! Cruzex é no ar, não em notebook, como já fizeram!

    E que fotos belíssimas, firmamento colaborativo (CAVOK, em todos os sentidos!) e atores bem colocados. Numa rampa de Hércules, a concorrência, pelos ângulos mais baixos e/ou próximo, mesmo com toda segurança, é notável! Eu lembro de ter visto como foram feitas as imagens de despedida do Mirage III…

    E esses caboclos da Força Aérea Brasileira precisam entender que quando a gente desce o pau, “a FAB é isso”, “a FAB é aquilo”, “a FAB é lerda” e tals, estamos soltando os cachorros na cúpula, os “amiguinhos da Esplanada”, os COPACos e outros mais “políticos”.

    A FAB operacional, os homens-de-ação, as equipes do ar e de terra, merecem todo o prestígio e a consideração por voarem o melhor que podem — com o melhor que têm.

    Se o povo que trata de aquisições de aviões e armamentos é devagar, quase parando, se falta verba ou se o Governo Federal atravanca (e azara) até compra de tarjetas de uniforme, já é outra história.

    Eu tenho um orgulho extremado desses caras com a bandeira do Brasil estarem voando do lado de cá.

    Me lembra o comandante Franciscângelis, e equipe, surrando os franceses, (que estavam de M2000), usando os nossos então MIRAGE III!

    É assim que se faz. A la chasse! 🙂

  7. Desde que a torneira de petróleo venezuelano não seja fechada para os EUA e para suas petrolíferas, não há o quê falar de embargo.

  8. Interessante isso, né? Odeiam os EUA, mas não os dólares…duas caras, duas medidas.

  9. Giordani, obrigado pelas belas fotos, independente das máquinas, as imagens são muito legais.

  10. Belas imagens!

    Sobre as aeronaves:

    Alguém pode confirmar o modelo que os Chilenos estão usando na Cruzex? É os C/D 50/52 ou os AM?

    M-2000: Infelizmente não se pode mudar a aposentadoria dos mesmos.
    F-5EM: Bom recheio, mas o caça em si não permite muita coisa.

    Ou seja o interessante seria os M-2000 com a aviônica modernizada dos F-5E. 🙂

    []'s

  11. Belas imagens!

    Sobre as aeronaves:

    Alguém pode confirmar o modelo que os Chilenos estão usando na Cruzex? É os C/D 50/52 ou os AM?

    M-2000: Infelizmente não se pode mudar a aposentadoria dos mesmos.
    F-5EM: Bom recheio, mas o caça em si não permite muita coisa.

    Ou seja o interessante seria os M-2000 com a aviônica modernizada dos F-5E. 🙂

    []'s

  12. Se for no BVR o F-5M leva né Gio?Em relação as peças do F 16 ,creio que seja adquirido do mercado negro.Os EUA não forneceriam peças para a Venezuela.Até para o Brasil ja houve veto em relação a alguns componentes de produtos originarios de outros países.Exemplo canhões do AMX.

  13. O F-5M é um chevelho com trio elétrico, direção hidráulica e computador de bordo. Tem tudo do melhor, mas vai ser sempre um chevelho.

  14. Eu seria um péssimo fotografo então!!! Só de olhar algumas fotos, onde aparece os cabuquinhos amarrados na rampa do C130 e abaixo as fazendinhas, bem pequenininhas, já deu frio na barriga KKKKK!!!!

    Muita coragem!!!!!

  15. Belas imagens, se eu ganhasse na loteca eu juro que eu pagaria a fab para por alguns mísseis que sejam IR, só pra tirar umas fotos ahahaha

  16. Bela matéria…as fotos das aeronaves participantes são bacanas demais (em especial a do nosso Mirage).!!!

    Parabéns Cavok !!!

Comments are closed.