Egito deve confirmar nos próximos dias a compra de 12 caças Dassault Rafale adicionais.

A francesa Dassault deve receber uma encomenda adicional de 12 caças Rafale do Egito durante a visita do presidente francês Emmanuel Macron no final desta semana ao país africano.

Entre Paris e Cairo, há uma convergência real na questão do Rafale a tal ponto que é cada vez mais possível que um anúncio para a venda de mais doze Rafale ocorra durante a visita de Emmanuel Macron no Egito (de 27 a 29 de janeiro), conforme relatou o jornal La Tribune nesta quinta-feira.

O Egito vem enfrentando a oposição do Tesouro francês para obter o mesmo pacote financeiro favorável que obteve para a encomenda original, mas o presidente Emmanuel Macron estaria intervindo para garantir que a compra do Egito fosse aprovada.

Em fevereiro de 2015, a França concordou em entregar 24 caças Rafale ao Egito a um custo de € 5,2 bilhões (incluindo uma fragata multipropósito FREMM e um suprimento de mísseis).

O Egito recebeu o terceiro lote de três caças Rafale, operados exclusivamente por pilotos egípcios treinados na França, em abril de 2017. Isso marcou a união do modelo de assento único (Rafale EM) à Força Aérea Egípcia. O Egito recebeu o quarto lote de dois caças Rafale EM em julho de 2017.

Em junho de 2016, o Egito iniciou negociações com a Dassault para adquirir 12 Rafales adicionais, o que era uma opção do contrato original. Uma delegação egípcia visitou a França em novembro de 2017 para levar adiante as negociações, com um acordo para a dúzia adicional possível antes do final do ano.

Anúncios

10 COMENTÁRIOS

  1. Jurava que os caças russos e chineses eram os melhores do mundo. Por que os egípcios pagaram mais caro no Rafale?

    • Depois do fiasco protagonizado pelo Ka-52 acho que os egípcios estão percebendo a furada que é operar equipamento russo….rs!

  2. O melhor caça ocidental da atualidade.
    Quer material ocidental?. Vá de Rafale.
    Quer material russo? Vá de Su-35s.

    • Os países discordam! Tanto é que estão indo em sua maioria de F-35, e certamente estão sendo informados do sucesso do mesmo a serviço de Israel na destruição de alvos iranianos na Síria.

      Quanto ao Su-35, é o avião que se mostrou presa fácil para o F-22 na Síria.

    • O Rafale tem sido sistematica preterido em favor do F-35, especialmente depois de sua estréia em combate com Israel destruindo alvos iranianos na Síria…..

      E o Su-35? É aquele que não se mostrou capaz de detectar o F-22 na Síria….

    • Não entendi porque os egípcios compraram o Rafale, se podiam comprar dois Su35 pelo mesmo preço.

      • Já compraram o Mig-35.
        Agora, pelo esquema de rodízio, é a vez de um caça ocidental.
        Vão de Rafale. O melhor.

        • Errado. Compraram o Mig29 versão 2 ao contrário do Su35.

          Se não querem depender de um único fornecedor, bastaria comprar dos chineses.

          Concluímos que o Su35 não é tão bom e os caças chineses não prestam.

  3. Arabia saudita pagava as compras de armas do General Sissi . pelo visto não em mais e o Macron quer vender de qualquer jeito seu rafales encalhados. Só os sauditas e a Índia compraram esses e o parlamento indiano não gostou do preço.

Comments are closed.