O projeto Gripen NG no Brasil avançou na semana passada com a 3ª Reunião de Gerenciamento do Acordo de Compensação (Offset) realizada pelo DCTA. (Foto: Saab)

Foi realizada durante os dias 27 e 28 de Junho a 3ª Reunião de Gerenciamento do Acordo de Compensação (Offset) do Projeto F-X2. O evento foi realizado no Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) em São José dos Campos, e contou com a participação da empresa sueca SAAB, responsável pelo fornecimento da nova geração do caça Gripen (Gripen NG) para a Força Aérea Brasileira (FAB) e pela transferência de tecnologia para o Brasil.

Integrantes das empresas participantes durante a reunião no DCTA.

Participaram ainda deste importante evento empresas brasileiras parceiras da SAAB no design, desenvolvimento, integração, produção e suporte logístico para o Gripen NG (Gripen E/F), na condição de Beneficiárias do Acordo:

  • EMBRAER;
  • AKAER;
  • ATECH;
  • ATMOS,
  • AEL Sistemas.

A Força Aérea Brasileira (FAB) foi representada pela Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC) e pelo Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), por meio de sua Divisão de Desenvolvimento Industrial (CDI), responsáveis por gerir, acompanhar e fiscalizar o Acordo de Compensação.

Brasileiros em treinamento na Suécia.

Houve ainda representantes de Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) vinculados ao DCTA e que figuram também como beneficiárias do Acordo em programas de desenvolvimento de tecnologias futuras aplicadas a caças, como o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), Instituto de Estudos Avançados (IEAv), ou em ensaios em voo e certificação, como o próprio IFI e Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV).

O programa de transferência de tecnologia para o Brasil tem o objetivo principal de capacitar a indústria aeroespacial brasileira com tecnologia e conhecimentos necessários para desenvolver, produzir e manter as aeronaves Gripen no Brasil.

A proposta oferece uma compensação tecnológica e industrial ao país, com contrapartidas superiores, em valor econômico, ao preço final do contrato comercial de aquisição das 36 aeronaves para a FAB. O Programa (Offset) do Projeto F-X2 está sendo implementado por meio de 62 projetos de Offset, organizados em diversas áreas de tecnologias relacionados ao caça Gripen NG.

O objetivo da Reunião PMM é avaliar, com participação de todos os envolvidos, o andamento da Execução do Acordo de Compensação, de modo a garantir o cumprimento de todas as atividades e entregas previstas, conforme prevê a legislação.

Sobre o IFI

Criado em 1967, o Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) é subordinado ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), localizado em São José dos Campos-SP.

A missão do IFI é contribuir para a garantia do desempenho, da segurança e da disponibilidade de produtos e sistemas aeroespaciais de interesse do Comando da Aeronáutica, prestando serviços nas áreas de Normalização, Metrologia, Certificação, Propriedade Intelectual, Transferência de Tecnologia e Coordenação Industrial, fomentando assim o complexo científico-tecnológico aeroespacial brasileiro.

Linha de montagem do Gripen NG na Suécia.

É reconhecido pelo International Accreditation Forum (IAF) como organismo de certificação de sistemas de gestão da qualidade e de gestão da qualidade aeroespacial.

Na área de Compensação Comercial, Industrial e Tecnológica (Offset) atua como órgão de assessoria técnica a organizações contratantes do COMAER nas várias fases do processo.


Fonte: Agência Força Aérea, via Defesanet

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

    • A segunda foto me deu calafrios.

      O pior: tem um powerpoint projetado no fundo. Powerpoint é uma ferramenta do capeta.

Comments are closed.