Dois bombardeiros Tu-160 russos devem visitar a África do Sul em breve. (Foto: Valeriy Chkalov, meramente ilustrativa)

Dois bombardeiros estratégicos Tu-160 da Força Aeroespacial da Rússia farão um voo para a África do Sul, informou o Ministério da Defesa russo em comunicado na segunda-feira (21/10).

A Força Aérea da África do Sul (SAAF) sediará a Força Aeroespacial da Federação Russa (AFRF) durante sua visita à República da África do Sul (RSA). As equipes da AFRF e da SAAF estarão envolvidas em combates militares na forma de um seminário.

Um grupo aéreo da Força Aeroespacial da Rússia, composto por dois bombardeiros estratégicos Tu-160, aeronaves de transporte militar Il-62 e An-124 ‘Ruslan’ visitará a República Sul Africana. A visita visa desenvolver cooperação militar bilateral e praticar a interação entre a Força Aeroespacial Russa e a Força Aérea da República Sul Africana“, afirma o comunicado.

O arsenal aéreo russo, composto pelos An-124, Tu-160, Il-62, entre outros, estava previsto para aterrissar na Base de Airkloof da Força Aérea na terça-feira, 22 de outubro de 2019. Um problema técnico nos Tu-160 fizeram com que a chegada ficasse para o dia 23 de outubro. Os dois bombardeiros Tu-160 serão escoltados na chegada pelas aeronaves Gripen e Hawk da SAAF.

A visita “ajudará a aumentar as habilidades de combate da tripulação de vôo de ambos os países“, segundo o comunicado.

A RSA e a Federação Russa mantêm fortes laços históricos com as relações diplomáticas estabelecidas entre os dois países em 28 de fevereiro de 1992.

A Rússia e a África do Sul estão construindo suas relações amistosas com o espírito de parceria estratégica e entendimento mútuo“, disse o Ministério da Defesa da Rússia.

Anúncios