O Catar adquiriu 72 caças F-15QA dos EUA e agora está negociando um pacote de serviços e apoio para os caças. Na foto dois caças F-15E Strike Eagle. (Foto: U.S. Air Force / Senior Airman Debbie Lockhart)

O Departamento de Estado dos Estados Unidos aprovou um pacote de apoio para a frota de caças F-15QA do Catar, com potencial valor de US$ 1,1 bilhão. Os EUA e o Catar assinaram em junho um acordo de US$ 12 bilhões para compra de 72 caças F-15QA, mas esse pacote de suporte não estava incluído nesse número.

Em junho, entrou em erupção uma tensão prolongada entre o Catar e seus vizinhos, a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos, com o último par liderando uma coalizão de países que fecharam as relações com Doha.

Enquanto o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, inicialmente mostrava apoio à posição saudita, outros na administração minimizaram essa reação. O Catar é o lar da Base Aérea Al-Udeid, uma parte central da guerra aérea dos EUA no Iraque e na Síria que abriga 10 mil soldados americanos.

Em um anúncio publicado no site da Agência de Cooperação de Segurança da Defesa (DSCA), o Departamento de Estado afirma que “o Catar é uma força importante para a estabilidade política e o progresso econômico na região do Golfo Pérsico”.

“Nossos interesses de defesa mútua ancoram nosso relacionamento e a Força Aérea do Emirado do Catar (QEAF) desempenha um papel predominante na defesa do Catar”, acrescenta o anúncio.

Incluído no pacote estão serviços de design e construção, novas áreas de estacionamento / carregamento, pistas de táxi, hangares, instalações de alerta, áreas de armazenamento de armas, abrigos reforçados, instalações de operações de esquadrões, de manutenção, de treinamento, de tecnologia da informação e apoio, tecnologia cibernética, prédios de proteção de energia, locais para operações do esquadrão, outras estruturas de suporte relacionadas com os F-15QA, serviços de construção/instalações/projeto, serviços de segurança cibernética, recursos de tecnologia de missão crítica, serviços de suporte e outros elementos relacionados de suporte de logística e programas.

Um contratante principal para fornecer a infra-estrutura será determinado através da competição em uma data posterior. Da mesma forma, qualquer pacote de compensação, comum com o Catar, será finalizado quando o contratado for selecionado.

Tal como acontece com os anúncios anteriores da DSCA, isso representa uma notificação ao Congresso de que um acordo foi aprovado e não um contrato final. Portanto, o valor do dólar provavelmente mudará em um acordo final.


Fonte: DefenseNews

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Alguém deve ter ensinado ao Trump que, além de manter ativa a linha de produç?o do F-15, gerando caixa, mantendo empregos e criando outros, fortalecer aliados metidos em conflito com outros aliados, todos clientes petrobilionários dos eua, alimenta uma corrida por armamentos pra lá de bem vinda aos USA.

Comments are closed.