A Aeronave de Produção Instrumentada (IPA) 4 do Typhoon decola da BAE Systems em Warton. (Foto: BAE Systems)

Um Eurofighter Typhoon completou com sucesso um disparo simultâneo de dois mísseis ar-ar além do alcance visual (BVRAAM) Meteor da MBDA como parte de um grande programa de trabalho de integração do míssil na aeronave.

O teste foi conduzido usando a Aeronave de Produção Instrumentada (IPA) 4 da Airbus Defense & Space com o apoio da BAE Systems, da Eurofighter GmbH, da MBDA e do Ministério da Defesa do Reino Unido.

A avaliação foi usada para testar o engajamento bem-sucedido de alvos e a conexão de dados bidirecional simultânea entre os dois mísseis e a aeronave. Os dados recolhidos seguem uma série de seis disparos bem sucedidos do Meteor conduzidos pelo Eurofighter Typhoon em 2016. Após a atividade de carregamento na unidade militar da BAE Systems, em Warton, Reino Unido, os ensaios ocorreram sobre a Área de Testes de Hebrides no Reino Unido.

Este é o mais recente teste de voo bem sucedido conduzido pelas Companhias Parceiras do Eurofighter como parte de um importante programa de trabalho para adicionar capacidade ao Eurofighter Typhoon, garantindo que ele esteja pronto para enfrentar as futuras ameaças.

Imagem o disparo de um míssil BVRAAM Meteor de um Typhoon.

Andy Flynn, Diretor do Eurofighter para a BAE Systems Reino Unido, afirmou: “Este é outro grande marco no programa Meteor e o primeiro teste bem-sucedido de um disparo duplo. O Meteor oferece ao Eurofighter Typhoon uma capacidade de engajamento ar-ar incomparável e este teste bem-sucedido – seguido de uma série de disparos no ano passado – é mais uma prova de como as Companhias Parceiras Eurofighter estão trabalhando juntas para oferecer melhorias importantes as capacidades multimissão do Typhoon”.

A Avaliação Operacional do Cliente e Treinamento com o Meteor deve ocorrer com a Real Força Aérea (RAF) do Reino Unido ainda este ano.

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. E radar AESA Captor-E só estará operacional em 2019-2020.
    A comparar com 2013 no Rafale (RBE2 AESA).
    Lembrando que a China já tem J-10B com radar AESA, já entregue para uso operacional.

Comments are closed.