Helicóptero AH-64 Apache do Exército dos EUA armado com os novos mísseis AGM-179 JAGM.

O Exército dos EUA conduziu o lançamento de seu AGM-179 Joint Air to Ground Missile (JAGM) a partir de um helicóptero de ataque AH-64E Apache durante testes operacionais na Base Aérea de Eglin, ao longo das costas da Costa do Golfo da Flórida.

O teste operacional foi conduzido por soldados da Brigada de Cavalaria Aérea de Fort Hood, Texas. Antes de viajar para a Flórida, o 1º Batalhão, 227º Batalhão de Reconhecimento Aéreo, da 1º Brigada de Cavalaria Aérea e 1º Divisão de Cavalaria, também realizou o primeiro teste de transporte do míssil cativo inerte JAGM em Fort Hood, Texas.

A Diretoria de Testes de Aviação (AVTD) do Comando de Testes Operacionais do Exército dos EUA (USAOTC), com base em Fort Hood, criou cenários de ataque terrestre e marítimo para avaliar a capacidade do míssil JAGM em um ambiente de teste operacional.

O JAGM é um programa militar dos EUA para desenvolver um míssil ar-terra (ASM) para substituir os atuais mísseis lançados no ar BGM-71 TOW, AGM-114 Hellfire e AGM-65 Maverick. O Exército, Marinha e Corpo de Fuzileiros dos EUA planejam comprar milhares de JAGMs.

Anúncios

4 COMENTÁRIOS

  1. Tem quase as mesmas dimensões de um Hellfire. é de se esperar que a grande melhoria seja na eletrônica.

    • O projeto JAGM aproveita tudo do Hellfire, motor, ogiva, carcaça e atuadores, e muda apenas o seeker, que no Hellfire é por laser semi-ativo ou radar milimétrico (só versão Longbow, pros Apaches), e no JAGM é de laser e radar milimétrico na versão inicial. No futuro podem integrar também capacidade de priorização de alvos por identificação por imagem e guiamento GPS que foram retiradas do programa por corte no orçamento.

      Não é bem uma melhoria de precisão mas sim de disponibilidade, já que tempestades, ângulos agudos e necessidade de linha de visão limitam o uso do TOW, Hellfire e do Maverick, principalmente em se tratando de UAVs.

Comments are closed.