Arrendamento de caças Gripen C/D ainda está sendo estudado pela FAB. (Foto: Gripen International)
Arrendamento de caças Gripen C/D ainda está sendo estudado pela FAB. (Foto: Gripen International)

A Força Aérea Brasileira ainda estuda o projeto de arrendamento de 12 caças Gripen C/D, modelo antecessor do modelo Gripen NG que está sendo adquirido pela Força Aérea Brasileira (FAB), mas estuda antecipar uso de simulador do novo caça Gripen NG.

De acordo com o jornal Valor Econômico, as medidas de ajuste fiscal nas contas públicas estão afetando as negociações para o arrendamento das versões anteriores do Gripen para FAB. Embora as negociações continuem, a FAB está usando como alternativa o plano para antecipar o uso do simulador de voo do Gripen NG. A informação foi passada pelo diretor do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial), brigadeiro Alvani Adão da Silva.

De acordo com o brigadeiro, o principal objetivo é propiciar a familiarização dos pilotos e mecânicos com a nova plataforma, além do treinamento dos pilotos propriamente dito. O simulador também permitirá uma melhor avaliação das potencialidades do novo caça e até a possibilidade de serem sugeridas mudanças na plataforma, no sentido de melhorar a sua performance.

Nessa terça-feira (30), o jornal havia divulgado que a decisão de arrendamento dos caças Gripen C/D estava cancelada, decisão tomada pelo ajuste fiscal nas contas do governo. Mas durante a noite, a notícia foi atualizada para esta nova informação do plano de utilização do simulador.

As negociações para trazer aeronaves Gripen C e D de segunda mão começaram em 2014, visando a familiarização dos pilotos e mecânicos da FAB com a plataforma Gripen.

Atualmente o 1° GDA está operando de forma provisória com aeronaves F-5EM, desde a desativação dos Mirage 2000C no final de 2013.

Fonte: Valor Econômico – Edição: Cavok

Anúncios

33 COMENTÁRIOS

  1. Então os únicos que se deram bem foram somente os dois pilotos da FAB que foi lá para Suécia curtir umas férias, dando umas voltas de GRIPEN e tudo no 0800 é vida boa essa de piloto da FAB ganha R$ para curtir a vida adoidado, quando os NG chegarem por qui eles não saberão nem como dar partida na máquina, já tem esquecido de tudo e terão que ir novamente para a auto escola sueca.

    • o problema nem é esquecer, é que se trata de um avião novo com novos sistemas e layout do cockpit

      • É verdade, como pode esquecer de algo que ainda nem treinou no mesmo, como você falou deve ser um layout distinto, ainda mais na versão brasileira contendo a famosa WAD(Wide Area Display).

  2. Se as coisas melhorarem a fab adquiri uns 2 simuladores de ultima geração, formaremos pilotos capacitados.

  3. Ahhhh Tahhhhh!!!!!!!!!!!

    A Culpa agora é da VEJA, não é mais do FHC.

    kkkkkkkkkkk

  4. A longo tempo venho dizendo que tudo isso não passa de fantasia da cabeça de petralhas, o Brasil vai voar de F-5M durante muitas décadas ainda.

    A opção seria comprar o SH, porém, nessas alturas do campeonato, nem USAmericanus feius e bobus vão querer vender mais.

    • Será que o pessoal do gobierno del braZil leu a matéria das Gerações dos caças? E viram que o F-5M, pela OTAN, é 4,5G?!?!?!?!

Comments are closed.