F-14 Fast Eagle #0Primeiro Tomcat a abater um inimigo em um combate real foi restaurado, preservando a memória do Guerreiro.

Em 19 de agosto de 1981, o F-14A Tomcat codinome Fast Eagle 102 do esquadrão VF-41 “Black Aces” abateu um dos dois caças Su-22 líbios, registrando o primeiro combate real e a primeira vitória ar-ar. Após a retirada do aparelho de serviço o caça ficou abandonado por anos, ao relento, até que foi restaurado por um grupo de veteranos da Marinha dos EUA.

Durante o evento High Sky Wing da Força Aérea no Texas, o Grumman F-14A Tomcat (número de cauda 160403) foi revelado já restaurado.

Os esforços de restauração levaram cerca de um mês, envolvendo vários voluntários. As horas-homem gastas para trazê-lo de volta à vida valeram a pena.

Foi incrível ser capaz de trazê-lo de volta à sua glória, especialmente tendo o meu filho me ajudado com isso”, disse o Almirante Venlet, lembrando que há 30 anos ele havia voado com essa aeronave.

Venlet contou que o Fast Eagle 102 é um guerreiro sedento por sangue. Quando estava trabalhando na restauração, cortou a mão numa das portas de acesso. “Só porque eu não toquei você em 30 anos não lhe dá o direito de ser tão [palavrão]!” Os mantenedores sabem que os velhos pássaros ainda tem sangue quente em suas tubulações.


FONTE:  Fighter Sweep

 

Anúncios

8 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom!

    Infelizmente não vai poder voar de novo, o Tim Baer, o responsável pelo projeto, me afirmou que muitas peças estão faltando e muita degradação no airframe, para poder voar novamente, mas quem sabe em um futuro um novo F-14 seja restaurado e voe de novo. 🙂

    P.S: Reparem no chinpod, o TCS(Tactical Camera System, que além de um IFF visual a até 10 milhas náuticas, é um EOS para alvos IR) está temporariamente removido, restando somente ALQ-100(ECM)

      • Hehe

        Não conheço o Tim, ou sou seu amigo, apenas tive uma rápida conversa no FB com ele sobre o F-14 restaurado.
        Isso só aconteceu por causa do fim do embargo do Iran pelo US.

  2. Acho notável essa coisa de serviço voluntário que os gringos tem

    Esses veteranos tem muito para contribuir ao invés de ficar enchendo o saco da véia em casa.

Comments are closed.