F-X2: Governo escolheu o Gripen.
F-X2: Governo escolheu o Gripen.

O Gripen é a nova aeronave de caça da Força Aérea Brasileira (FAB).

O anúncio acabou de ser feito pelo Ministro da Defesa, Celso Amorim, em entrevista coletiva realizada em Brasília. O programa FX-2 da FAB, iniciado em 2001, prevê a aquisição de 36 aeronaves de caça estrangeiras, com transferência de tecnologia para o Brasil. Os novos caças substituirão os Mirage 2000, que serão aposentados nesta sexta-feira (20/12).

FONTE: Agência Força Aérea

NOTA DO EDITOR: E chegamos ao fim da novela e como diria Galvão Bueno: Acabooooou…acaboooou…


Enhanced by Zemanta
Anúncios

59 COMENTÁRIOS

  1. Tinha que ser o Brasil mesmo e este governo ignorante em aviação…

    Depois de decadas de tanta enrolação, escolhem o pior caça em capacidade e alcance.
    Merecemos mesmo um ''Jossa39 Gripinico''…o jato fracote pra nossa defesa aérea…!!

    Com motor, armamentos e vários componentes americanos…(piada!!!)
    Os suiçõs exigiram quase 100 modificações pro seu NG e a Saab enrooooola não conseguindo apresentar o protótipo do Gripen E (NG), e sim, a gambiarra velha do Gripen D.

    Estamos fudidos pelos próximos 30 anos com este aviãozinho pra forças aéreas de pequeno porte.!!! Tomara que a Venezuela nos ataque com seus Sukhoys…kkkkk

  2. Vamos ver qual vai ser a repercussão internacional sobre isso!!!!

    ÉHHH Treta, ÉHHH Treta !!!!!

    ops!!!

    ÉHHH Tetra!!!! ÉHHH Tetra!!!!

    Demorou tanto que já somos Penta!!!!

  3. De acordo com o Saito:

    "…Estamos vendo a possibilidade de aeronaves serem entregues antes, que seria o gripen C/D de 4° Geração…"

    Vem tampão também!

    Bom que ja adestra o pessoal!

  4. Foi a melhor escolha para o governo, pois para empurrar com a barriga e não comprar nada, era a opção lógica. O SH e o Rafale são aviões prontos, bastando só assinar o contrato e mesmo assim a coisa é complicada, vide os indianos. Agora imaginem o NG. Os suíços já estão penando…não duvidem se essa compra for cancelada dentro de alguns meses…

  5. Este Dezembro está estranho mesmo, STJD e salvam o Fluminense e derrubam a Lusa, agora optam pelo risco maior, a escolha mais incerta e problemática, sem contar as capacidades inferiores de uma máquina que nascerá desatualizada. A culpa é da FAB e do COPAC pois mantiveram este caça inferior na disputa. Um horror, mas finalmente saiu. É pra manter a doutrina pessoal, só isso.

  6. Parabéns ao cavok pelo furo, mas pelo menos não iremos ficar mais falando do FX2, acabou!

  7. A escolha do Gripen é o barato que sai (sairá) caro. Uma aeronave que quando estiver pronta já vai estar defasada, e ainda sujeita a embargos por conter tecnologia norte-americana. Isso num cenário em que os caças de 4G estarão dando lugar aos de 5G. Na minha opinião depois do escândalo da espionagem, só tinha sobrado o Rafale, já que o Gripen NG é um mico, um novo AMX.

    Essa é a típica escolha de economista, que só vê o fator financeiro na frente, quando a escolha deve envolver outras questões.

    A única salvação é um eventual desenvolvimento/compra de caças 5G, para compor um hi-lo com o Gripen, para daqui a 10 ou 12 anos, no máximo. Do contrário, em 2030 a defasagem para outros países será maior do que é hoje.

  8. E como será que ficou o presentinho?…Se fosse o SH, teríamos um 767 ou 777……se fosse o Rafale, um A330 ou A340……

  9. Acho q enquanto o Sarkozi tomava cahaça com o molusco tentando vender o Rafale….
    e o Obamis cortejava a Dona Dilma com td q tinha direito…
    A Saab correu por fora e só fez um acordinho com o tal do Snowden, e levou a fatura… simples e eficiente… rsrs

  10. Pois é…

    La na trilogia acusaram tanto o Lula e o Jobim de terem recebido rios e rios de dinheiro da Dassault pro Rafale vencer…

    KD?

    Deu a lógica… Agora é entrar no PAK fa…

  11. Gio vc assistiu á entrevista coletiva?
    Se assistiu,deve ter percebido,que as explicações eram vagas,principalmente sobre a transferencia de tecnologia.Assisti com desconfiança ,por que parece que fizeram este discurso as pressas ,sei lá.
    Tbm tenho esta impressão da não concretização da compra.Uma coisa que me chamou a atenção é o Brasil querer desenvolver um avião que já está ultrapassado em sua geração..Mais do que issso,só quinta geração.

  12. Infelizmente é o que cabe em nossos bolsos e se a coisa apertar é melhor ter as relações com o Tio Sam bem acertadas. Perdeu a Boeing por Edward Snowden, perdeu a Dassault pela falta de apoio ao Brasil por parte da França no caso do acordo Turquia Brasil e Irã. Ganhou a SAAB e a Suécia, perdemos politicamente, perdemos em capacidade de um vetor, mas manteremos a doutrina, pois buscamos o menos custo operacional, e um caça montureira sempre será mais barato para se manter mas precisaremos um maior número para realizar a mesma misssão como se provou na Líbia. Paciência, vamos ter que nos abraçar com os suecos e seu jeito sonolento de desenvolvimento até irritante :D. Só espero algumas matérias especiais desossando este caça e suas vantagens e limitações. É bom que todos saibam o que compramos. Eu ainda acho cara pelo que oferecem.

  13. Enfim, aí está…

    Primeiramente, parabéns a FAB pela escolha.

    Bom para o Brasil. Bom para os suecos. E melhor ainda para o Gripen NG…

    Com a adesão do Brasil ao caça sueco, a ascensão dessa aeronave no mercado ganha considerável impulso; não apenas pela qualidade do produto em si ( que, apesar de ainda estar no demonstrador de conceito, já ganha a fama pelas variantes anteriores da família, sempre apontadas como sinônimo de eficiência ), ou seu custo, mas também pelo fato de um caça como esse ser escolhido por um país continental, o que demonstraria a sua viabilidade na esmagadora maioria dos cenários.

    Em outras palavras, é também uma esmagadora vitória para a imagem da aeronave… Mesmo que a compra seja cancelada futuramente ( como o amigo Giordani nos lembrou anteriormente ), dificilmente se poderia agora retirar o mérito do caça da SAAB, que desbancou Rafale e F-18 E/F em uma concorrência extremamente disputada, na qual concorreram aqueles que sem dúvida eram os melhores caças do mercado anteriores a quinta geração.

  14. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  15. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  16. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  17. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  18. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  19. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  20. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  21. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  22. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  23. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  24. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  25. Kurti,

    – Quanto a peças americanas: o Gripen foi concebido desde sua origem ( variantes A/B/C/D ) para aceitar sistemas de diversas procedências. Isso significa que os itens americanos poderiam ser substituídos por outros. Em suma, uma variante do NG para o Brasil poderia ter sua configuração diferenciada, haja visto que a aeronave sequer está pronta ainda…

    – O protótipo já está sendo construído, com o primeiro voo previsto para 2015.

    – E quanto a transferência tecnológica, isso já está ocorrendo, de certa forma: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49900

    – Por fim, eis o que os suíços pensam do Gripen NG: http://www.cavok.com.br/blog/?p=49896

  26. Entendo simplesmente que ganhou o caça de menor custo, nunca o mais capaz dos três em todos os cenários possíveis. Temos que comemorar sim, mesmo aqueles como eu que acreditava em uma FAB melhor equipada, mas estamos no país onde se cogita reiterar airbags e ABS como obrigatórios nos carros novos para não impactar a inflação. Paciência e vale a pena festejar.

  27. Estou surpreso, achei que não viesse nada, essa decisão significa que a fab não vai fechar as portas, lembrando que dissuasão são outros quinhentos…

    Vale lembrar que o último Gripen pousará aqui quase em 2030 e isso não muda o problema de baixas de forevis5.

    Quanto a escolha, com certeza é a melhor e mais sensata dos 3, melhor custo, melhor manutenção e melhor "ToT", pra quem não sabe a SAAB é a única das 3 empresas envolvidas que já realiza certa ToT com empresas brasileiras.
    Sim possuem componentes americanos mas duvido que os americanos bloqueiem isso, eles também vão ganhar e a SAAB não é amadora.

    Quanto ao pessoalzinho amargurando sem causa, mandem um email pra fab, avisem eles que o NG não tem o alcance de um Su30 e do Rafale com aqueles enormes tanques, mas sinto que isso não terá efeito afinal vocês não sabem mas eu sei que alcance nunca foi relevante pra fab, afinal que voa forevis5 não está nem aí pra alcance.

    Só espero que não ocorra o mesmo que ocorreu com o AMX.

  28. Nunca achei que o Gripen fosse o caça para o Brasil, um país de dimensões continentais, sexta economia etc e tal…. mas também sei como é nosso país, e também em que fase estamos…. sendo assim acredito que estamos é no lucro, e, apesar do Gripen conter peças americanas em sua composição, antes ele que o Hornet, que seria bom se tivéssemos um relacionamento real com os americanos, coisa que nunca tivemos. O Rafale também seria muito bom, mas acho que seria o verdadeiro rei do hangar…. quem sabe no futuro venhamos a adquirir um 'pesado' pra casar com o Gripen…. ele, na minha concepção, vindo a ter seu desenvolvimento firmado na versão naval, seria o nosso ideal para a Marinha….

    Boa sorte ao Brasil e a Saab nesta nova parceria de 30 anos!

  29. Olá Amigos! quanto tempo!?

    Parabéns aos "vencedores" SAAB e amigos defensores sensatosdo NG!!! VIVA ! pelo menos uma decisão!!!

    Agora as perguntinhas pertinentes:

    1 – Os malas politizados vão dizer o que agora? que foi escolha de quem? quem é que manda? é tudo cambalacho? mas se a SAAB é hiper honesta, quem vai pagar a comissa?

    2 – Vai ficar pronto para quando o protótipo?

    3 – E o Avião, 2025? se tudo for bem, pode até ser… mas nestes dias o "mundo" estará voando de F-35, Rafale F5, Typhoon T4…

    4 – O preço, como vai ficar? sinto que o AMXII se aproxima…

    O esto é só alegria! claro, desde que não entremos em guerra! rsrsrssr

  30. vai esperando Galileu… AMXII aí vem ele! 🙂 e os custos… hum… barato? hum… Se a FAB não se reestruturar e "mandar embora" metade do efetivo, se profissionalizar de verdade, nem AMX-M vai voar, nem F-5M e quiça o Gripen E/FBR… (tomara que pelo menos venha com radar)… 🙂

  31. Olá RR! como vai fera?! bem espero!… mas aí tu quer tirar a cereja do bolo!!!! tira os componentes americanos do Gripen? vai por Israelense? 🙂 e o Radar da Selex? já saiu um protótipo válido!?…

    Agora, se os custos forem bons, o que eu duvido mesmo, bem que poderiam comprar mais unidades… umas 72 ficaria de bom tamanho… junto com os AMX-M… e dava um basta de F-5 na FAB! 🙂

  32. Uhum ahahah, mas o que pode fazer com que o Brasil não destrua o projeto é a complexidade, querendo ou não só vai aprender a fazer, que seja 20% de algo útil.

  33. Xico,
    A fab não aguenta voar nem forevis5 como deveria, imagina 6 ou 7 mil doletas a hora do Gripen.
    Mas isso é um problema que ela tem que resolver, isso não é nem problema do planalto pois quem administra seus custos é a propria fab.
    Se as forças estão ferradas com as contas, pensões e etc, você é esperto e sabe que o GF não é o responsável por isso mas sim a propria força.

  34. Sinceramente, não consigo entender os posts de alguns comentaristas do site. Isso não é campeonato de futebol gente! (aliás, meus pêsames aos atleticanos) Fico profundamente satisfeito com o fim desta novela, não adianta discutir qual seria a melhor opção (aliás, não seria a minha) a decisão está tomada, ponto final. Agora, resta nos ocuparmos em extrair o melhor proveito possível do processo de absorção de tecnologia dos caças suecos! Sem chororô, sem mimimi. Bola pra frente e fé no Brasil!

  35. Caro Chicão,

    Quanto tempo! 🙂

    1. Não sei se existe mala "preta" ou "branca". Talvez existissem malas para as 3 propostas. Mas a a verdade que a mala francesa tinha um peso muito grande, dificil de justificar. A mala americana ficou complicado depois do caso Snowden. Restou a mala mais leve, a sueca. 🙂

    2.Segundo o Saito, 48 meses após a assinatura do contrato (que deve acontecer em 2014) devem começar as entregas seriadas, talvez já em 2015/16 tenhamos protótipos voando por aqui.

    3.Nada impede um FX-3 com caças de 5ª geração. Quem sabe o FS2025 da própria SAAB em parceria com os Turcos? Ou Então prateleirada com os russos no PAKFA ou com os americanos no F-35A.

    4.Preço ? Vamos aguardar mas US$4,5 bilhões é o valor que estão divulgando

    E Chicão agora é comemorar, e guerra, é relativo. Não seriam 36 SH ou Rafales que fariam a diferença. 🙂

    []'s

  36. Meus pêsames pela FAB.

    Qualquer ser pensante que conheça o que se passou nas negociações do Fx Suíço e na "compra" dos Gripen E/F suecos que tem de usar a estrutura dos Gripen C/D já adquiridos SABE:

    O primeiro Gripen E/F operacional só sairá em 2020/2023.

    O Brasil é o SEGUNDO cliente externo da SAAB nem a pau vai receber antes dos Suecos e Suíços.

    Vamos ver como vão ser as liberações de exportação dos componentes made in USA dos "nossos gripens suecos independentes"…

    Nesta década vamos voar F-5M e SE a D. Dilma abrir a mão de leasing de Gripen C/D (boa Saito !!!)…

    Vamos mesmo neste genérico Sueco de F-16 de perna curta…

    Acho melhor o MD considerar aumentar a aquisição de KC-390…Haja REVO…

    Ficamos com cara de BANANA SUÍÇA PASSADA…

    Fico com a tenue esperança que a PRESIDENTA-GERENTA seja pelo menos COERENTE com sua mania doméstica de compra pelo menor preço e se recuse peremptoriamente a financiar o desenvolvimento do Sea Gripen. Isto dará tempo para a Marinha do Brasil se transformar na maior crítica ao FX-2 e quem sabe o MD mais no futuro o permita adotar o Rafale bem baratinho com desconto e ToT de segunda mão INDIANA…

  37. Vamos ser bons perdedores! A escolha da FAB era o Gripen. Tanto no extinto FX1, como no FX2 o Gripen NG venceu. Todo mundo está cansado de saber do vazamento deste relatório, uns 5 anos atraz.

    A FAB escolheu o Gripen. O Gripen venceu! É a vitória do respeito às instituições.

    Ficamos especulando isto e aquilo, mas quem de fato analizou as aeronaves e escolheu foi a FAB.
    E eu vou acreditar em quem? Na FAB ou no comentarista de blog de aviação?

    E só para completar:

    Nenhuma aeronave no mundo estará apta a operar com tanta variedade de armamentos. Poderemos usar praticamente todos os armamentos europeus e americanos. Quem poderia ofertar algo melhor??

    O Gripen NG sem tanques externos tem alcance superior ao Rafale e perde por muito pouco (menos de 100 milhas) para o Super Hornet. Esta é mais uma das falsas lendas que se criaram.

    Vamos informar! Vamos parar com desinformação.

    Não há escolha melhor que esta. E tudo isto por menos da 1/2 do preço do Rafale!! Incomparável

  38. Verdade choradeira total. Pior que é um monte de caras que caem de paraquedas e não sabe nada do assunto. Não se dão nem o trabalho de pesquisar antes de escrever bobagens.

  39. Estou muito feliz! Fui pego de surpresa. Ao ler em outros blogs que o vencedor seria anunciado hoje, eu não acreditei. Saí, fui tomar umas cervejas e comemorar a derrora do Atlético Mineiro e quando chego em casa tenho esta maravilhosa surpresa!

    Não poderia ser melhor!! Eu torço pelo Gripen desde o FX1!! Aos que me conhecem daqui e de outros blogs, sabem que eu defendo esta escolha a tempos.

    Aeronave barata, excelente alcance, fantástico motor, supercruise, a maior variedade de armamentos, AESA. E o principal… é a escolha da FAB!!! Finalmente a escolha tecnica venceu a escolha politica.

    É uma aeronave de 4° geração. Mas ela custa como uma aeronave de 4° geração. O Super Hornet também seria uma excelente escolha. mas não dá para comprarmos Rafale de 4° geração por preço de F-35 de 5° geração!! Por mais que o Rafale seja bom, ele não é um F-35. E não se esqueçam, que estamos comprando aeronaves de 4° geração! O processo se extendeu por mais de uma década!! Naquela época AESA só no Super-Hornet!! Se estamos comprando caças de 4° geração agora, é por culpa do enorme atraso na escolha do vencedor.

    Quanto a conter componentes americanos, e daí?? Ter componentes franceses, russos, chineses não significa que estaremos livres de embargos. Vejam os recentes casos da Índia, China com aeronaves no chão por embargo Russo e os Argentinos nas Malvinas com seus Exocet. Comprando qualquer armamento com componentes importados, estamos sujeitos à embargos. A vantagem do Gripen é poder operar com praticamente todas as armas européias e americanas, oque aumenta nossas opções em caso de embargo. Usar o Rafale só com armas francesas, aí sim, estaríamos algemados.

    E que sejam realmente fabricados aqui com até 40% de nacionalização, como anunciado á 10 anos atraz.

    Para os que queriam que desenvolvessemos um caça, está aí a oportunidade. Vamos participar do desenvolvimento de um caça de 4° geração com forte participação da industria brasileira. Talvez (muito provável) que a compra de F-18 de prateleira, sairiam mais baratos. Mas comparar o preço do Gripen com o preço do Rafale é covardia.

    Vamos dar um voto de confiança à FAB. Acabamos de escolhero o FX-2. Entre os candidatos rewstantes, esta é indiscutivelmente a melhor opção!

  40. Perfeito. Eles anunciaram às pressas, na época de final de ano. Em uma semana, o Brasileiro típico, daquele que fala para quê um caça quando temos que fazer escolas, já terá esquecido da notícia.
    Depois tem carnaval, BBB, copa do mundo e eleições. Numa tacada só que foi anunciar antes de 2014, eles se livram de um pepino que seria anunciar em ano eleitoral ou cancelar. E já seguram as forças armadas pelas bolas, com projetos andando nas 3 forças. Desse jeito ela já garantiu os votos dos militares.
    Ano que vem será discussão de contrato, então isso poderá ser feio as escondidas sem dúvida.

  41. Grande Francisco AMX!!!

    Muito bom vê-lo por aqui! Vamos indo! Tudo bem contigo?! 🙂

    De fato… Salvo engano, a variante do NG oferecida a Índia seria dotada do radar AESA israelense ELTA 2052.

    Quanto a motorização, não creio que seria nada de muito extraordinário a adoção de um equivalente, tal como o M88 ou o EJ 200, desde que fosse feito enquanto a configuração para o Brasil ainda estivesse em aberto… Pelo que sei, as dimensões desses motores seriam compatíveis com o Gripen…

    Essa flexibilidade existe, haja visto o estado atual do projeto…

  42. A Wanda não só ressuscitou o lazarento FX como trouxe o Chico de volta…vai entender…

  43. mas só por hoje Gio, só por hoje e amanhã…pois é/seria/será um momento histórico a conclusão do FX-2! preciso tocar minha vida e reduzir o stress! mas meu sentido agora precisa ser de confiar que vamos evoluir, não como eu gostaria, com um negócio bem atrelado com os americanos (vamos ficar neste meia boca novamente), mas feliz por ver a coisa andar… vai ter xabú e dindin para todos os lados? certamente, mas as coisas, infelizmente, são tocadas assim… o negócio agora é fazer aqui, tudo o que der! manter nossos engenheiros aqui… enfim…

  44. Pois é…pra variar sempre desinformando…
    Pra fazer o serviço de 01 Rafale …precisa-se de 02 Gripens voando juntos…o que acaba saindo muito mais caro…rsss

    Sem falar que a capacidade de armamentos do Rafale é indiscutivelmente superior e muito mais ampla (incluindo nuclear)…e que irá tbm receber os armamentos russos pros indianos. https://sites.google.com/site/blogaame/2012-02-06

    O Gripen NG por ser um projeto não pode comprovar alcance maior que o Rafale.
    A Suiça exigiu quase 100 modificações no debilitado Gripen C, depois que foi vergonhosamente ficou abaixo do Fa18 Hornet C e o Rafale em primeiro com muitos méritos.
    O velho F-18 Hornet "Legacy" se saiu melhor que o ''Jossa Gripen C Limited'' … coitada da Fab se recebe-los como tampões, pois não garantem e não conseguem fazer patrulhamento aéreo por muito tempo no ar…pouco alcance é dose viu….rsss

    Eis o que os suíços realmente pensam a respeito do Gripen…
    Não atende aos requisitos e considerado impróprio para policiamento aéreo: http://www.cavok.com.br/blog/?p=46211

    Basta vc ler as conclusões do Comandante suiço Markus Gygax, onde recomenda a superioridade do Rafale e as deficiências do Gripen pra qualquer missão…um jato ineficiente em tudo:
    files.newsnetz.ch/upload//1/2/12332.pdf

    Dúvidas é só dar uma lidinha sem devaneios por favor…
    Suiços exigem 98 modificações na panela voadora sueca de curto alcance: http://www.cavok.com.br/blog/?p=50200

    Os suecos conseguiram fazer menos de 10 modificações no Gripen D gambiarra velha (entitulada de Gripen F) incluindo o motor novo…tática pra tentar convencer os suiços bobos depois do vexame no Gripen C fracote em testes.
    Noto que este Gripen D remendado F … está enganando até vcs ''Suecats'' fanáticas e cegas…fazer o que né ??..rsss

    Os suiços só querem poucos Gripens Ngs e podem desistir com o Referendo do ano que vem.
    O Brasil estará em maus lençois se desistirem, pois vai ter que arcar com o desenvolvimento do jato sozinho (único operador) com alto risco de não dar certo, pois são muitas modificações para aumentar seu desempenho… depois que foi comprovado vergonhosamente na avaliação.

    Modificações pra deixar o caça mais pesado e instável mesmo com motor novo…essa é a grande desconfiança suiça…sem falar no atrasado radar Aesa previsto pra entrar em operação pra depois de 2020 e olhe lá se funcionar bem…rss

    Os suecos irão atualizar seus usados Gripens C pra versão E somente…não irão comprar NGs fantasmas que somente o Brasil irá usar em 2020….rssss

    E por fim um jato sem versão naval pronta e testada…onde vai deixar a nossa Marinha chupando o dedo qndo aposentar os inúteis A4Ms..!!!

  45. Pois é…pra variar sempre desinformando…
    Pra fazer o serviço de 01 Rafale …precisa-se de 02 Gripens voando juntos…o que acaba saindo muito mais caro…rsss

    Sem falar que a capacidade de armamentos do Rafale é indiscutivelmente superior e muito mais ampla (incluindo nuclear)…e que irá tbm receber os armamentos russos pros indianos. https://sites.google.com/site/blogaame/2012-02-06

    O Gripen NG por ser um projeto não pode comprovar alcance maior que o Rafale.
    A Suiça exigiu quase 100 modificações no debilitado Gripen C, depois que foi vergonhosamente ficou abaixo do Fa18 Hornet C e o Rafale em primeiro com muitos méritos.
    O velho F-18 Hornet "Legacy" se saiu melhor que o ''Jossa Gripen C Limited'' … coitada da Fab se recebe-los como tampões, pois não garantem e não conseguem fazer patrulhamento aéreo por muito tempo no ar…pouco alcance é dose viu….rsss

    Eis o que os suíços realmente pensam a respeito do Gripen…
    Não atende aos requisitos e considerado impróprio para policiamento aéreo: http://www.cavok.com.br/blog/?p=46211

    Basta vc ler as conclusões do Comandante suiço Markus Gygax, onde recomenda a superioridade do Rafale e as deficiências do Gripen pra qualquer missão…um jato ineficiente em tudo:
    files.newsnetz.ch/upload//1/2/12332.pdf

    Dúvidas é só dar uma lidinha sem devaneios por favor…
    Suiços exigem 98 modificações na panela voadora sueca de curto alcance: http://www.cavok.com.br/blog/?p=50200

    Os suecos conseguiram fazer menos de 10 modificações no Gripen D gambiarra velha (entitulada de Gripen F) incluindo o motor novo…tática pra tentar convencer os suiços bobos depois do vexame no Gripen C fracote em testes.
    Noto que este Gripen D remendado F … está enganando até vcs ''Suecats'' fanáticas e cegas…fazer o que né ??..rsss

    Os suiços só querem poucos Gripens Ngs e podem desistir com o Referendo do ano que vem.
    O Brasil estará em maus lençois se desistirem, pois vai ter que arcar com o desenvolvimento do jato sozinho (único operador) com alto risco de não dar certo, pois são muitas modificações para aumentar seu desempenho… depois que foi comprovado vergonhosamente na avaliação.

    Modificações pra deixar o caça mais pesado e instável mesmo com motor novo…essa é a grande desconfiança suiça…sem falar no atrasado radar Aesa previsto pra entrar em operação pra depois de 2020 e olhe lá se funcionar bem…rss

    Os suecos irão atualizar seus usados Gripens C pra versão E somente…não irão comprar NGs fantasmas que somente o Brasil irá usar em 2020….rssss

    E por fim um jato sem versão naval pronta e testada…onde vai deixar a nossa Marinha chupando o dedo qndo aposentar os inúteis A4Ms..!!!

  46. Pois é…pra variar sempre desinformando…
    Pra fazer o serviço de 01 Rafale …precisa-se de 02 Gripens voando juntos…o que acaba saindo muito mais caro…rsss

    Sem falar que a capacidade de armamentos do Rafale é indiscutivelmente superior e muito mais ampla (incluindo nuclear)…e que irá tbm receber os armamentos russos pros indianos. https://sites.google.com/site/blogaame/2012-02-06

    O Gripen NG por ser um projeto não pode comprovar alcance maior que o Rafale.
    A Suiça exigiu quase 100 modificações no debilitado Gripen C, depois que foi vergonhosamente ficou abaixo do Fa18 Hornet C e o Rafale em primeiro com muitos méritos.
    O velho F-18 Hornet "Legacy" se saiu melhor que o ''Jossa Gripen C Limited'' … coitada da Fab se recebe-los como tampões, pois não garantem e não conseguem fazer patrulhamento aéreo por muito tempo no ar…pouco alcance é dose viu….rsss

    Eis o que os suíços realmente pensam a respeito do Gripen…
    Não atende aos requisitos e considerado impróprio para policiamento aéreo: http://www.cavok.com.br/blog/?p=46211

    Basta vc ler as conclusões do Comandante suiço Markus Gygax, onde recomenda a superioridade do Rafale e as deficiências do Gripen pra qualquer missão…um jato ineficiente em tudo:
    files.newsnetz.ch/upload//1/2/12332.pdf

    Dúvidas é só dar uma lidinha sem devaneios por favor…
    Suiços exigem 98 modificações na panela voadora sueca de curto alcance: http://www.cavok.com.br/blog/?p=50200

    Os suecos conseguiram fazer menos de 10 modificações no Gripen D gambiarra velha (entitulada de Gripen F) incluindo o motor novo…tática pra tentar convencer os suiços bobos depois do vexame no Gripen C fracote em testes.
    Noto que este Gripen D remendado F … está enganando até vcs ''Suecats'' fanáticas e cegas…fazer o que né ??..rsss

    Os suiços só querem poucos Gripens Ngs e podem desistir com o Referendo do ano que vem.
    O Brasil estará em maus lençois se desistirem, pois vai ter que arcar com o desenvolvimento do jato sozinho (único operador) com alto risco de não dar certo, pois são muitas modificações para aumentar seu desempenho… depois que foi comprovado vergonhosamente na avaliação.

    Modificações pra deixar o caça mais pesado e instável mesmo com motor novo…essa é a grande desconfiança suiça…sem falar no atrasado radar Aesa previsto pra entrar em operação pra depois de 2020 e olhe lá se funcionar bem…rss

    Os suecos irão atualizar seus usados Gripens C pra versão E somente…não irão comprar NGs fantasmas que somente o Brasil irá usar em 2020….rssss

    E por fim um jato sem versão naval pronta e testada…onde vai deixar a nossa Marinha chupando o dedo qndo aposentar os inúteis A4Ms..!!!

  47. Pois é…pra variar sempre desinformando…
    Pra fazer o serviço de 01 Rafale …precisa-se de 02 Gripens voando juntos…o que acaba saindo muito mais caro…rsss

    Sem falar que a capacidade de armamentos do Rafale é indiscutivelmente superior e muito mais ampla (incluindo nuclear)…e que irá tbm receber os armamentos russos pros indianos. https://sites.google.com/site/blogaame/2012-02-06

    O Gripen NG por ser um projeto não pode comprovar alcance maior que o Rafale.
    A Suiça exigiu quase 100 modificações no debilitado Gripen C, depois que foi vergonhosamente ficou abaixo do Fa18 Hornet C e o Rafale em primeiro com muitos méritos.
    O velho F-18 Hornet "Legacy" se saiu melhor que o ''Jossa Gripen C Limited'' … coitada da Fab se recebe-los como tampões, pois não garantem e não conseguem fazer patrulhamento aéreo por muito tempo no ar…pouco alcance é dose viu….rsss

    Eis o que os suíços realmente pensam a respeito do Gripen…
    Não atende aos requisitos e considerado impróprio para policiamento aéreo: http://www.cavok.com.br/blog/?p=46211

    Basta vc ler as conclusões do Comandante suiço Markus Gygax, onde recomenda a superioridade do Rafale e as deficiências do Gripen pra qualquer missão…um jato ineficiente em tudo:
    files.newsnetz.ch/upload//1/2/12332.pdf

    Dúvidas é só dar uma lidinha sem devaneios por favor…
    Suiços exigem 98 modificações na panela voadora sueca de curto alcance: http://www.cavok.com.br/blog/?p=50200

    Os suecos conseguiram fazer menos de 10 modificações no Gripen D gambiarra velha (entitulada de Gripen F) incluindo o motor novo…tática pra tentar convencer os suiços bobos depois do vexame no Gripen C fracote em testes.
    Noto que este Gripen D remendado F … está enganando até vcs ''Suecats'' fanáticas e cegas…fazer o que né ??..rsss

    Os suiços só querem poucos Gripens Ngs e podem desistir com o Referendo do ano que vem.
    O Brasil estará em maus lençois se desistirem, pois vai ter que arcar com o desenvolvimento do jato sozinho (único operador) com alto risco de não dar certo, pois são muitas modificações para aumentar seu desempenho… depois que foi comprovado vergonhosamente na avaliação.

    Modificações pra deixar o caça mais pesado e instável mesmo com motor novo…essa é a grande desconfiança suiça…sem falar no atrasado radar Aesa previsto pra entrar em operação pra depois de 2020 e olhe lá se funcionar bem…rss

    Os suecos irão atualizar seus usados Gripens C pra versão E somente…não irão comprar NGs fantasmas que somente o Brasil irá usar em 2020….rssss

    E por fim um jato sem versão naval pronta e testada…onde vai deixar a nossa Marinha chupando o dedo qndo aposentar os inúteis A4Ms..!!!

  48. Pois é…pra variar sempre desinformando…
    Pra fazer o serviço de 01 Rafale …precisa-se de 02 Gripens voando juntos…o que acaba saindo muito mais caro…rsss

    Sem falar que a capacidade de armamentos do Rafale é indiscutivelmente superior e muito mais ampla (incluindo nuclear)…e que irá tbm receber os armamentos russos pros indianos. https://sites.google.com/site/blogaame/2012-02-06

    O Gripen NG por ser um projeto não pode comprovar alcance maior que o Rafale.
    A Suiça exigiu quase 100 modificações no debilitado Gripen C, depois que foi vergonhosamente ficou abaixo do Fa18 Hornet C e o Rafale em primeiro com muitos méritos.
    O velho F-18 Hornet "Legacy" se saiu melhor que o ''Jossa Gripen C Limited'' … coitada da Fab se recebe-los como tampões, pois não garantem e não conseguem fazer patrulhamento aéreo por muito tempo no ar…pouco alcance é dose viu….rsss

    Eis o que os suíços realmente pensam a respeito do Gripen…
    Não atende aos requisitos e considerado impróprio para policiamento aéreo: http://www.cavok.com.br/blog/?p=46211

    Basta vc ler as conclusões do Comandante suiço Markus Gygax, onde recomenda a superioridade do Rafale e as deficiências do Gripen pra qualquer missão…um jato ineficiente em tudo:
    files.newsnetz.ch/upload//1/2/12332.pdf

    Dúvidas é só dar uma lidinha sem devaneios por favor…
    Suiços exigem 98 modificações na panela voadora sueca de curto alcance: http://www.cavok.com.br/blog/?p=50200

    Os suecos conseguiram fazer menos de 10 modificações no Gripen D gambiarra velha (entitulada de Gripen F) incluindo o motor novo…tática pra tentar convencer os suiços bobos depois do vexame no Gripen C fracote em testes.
    Noto que este Gripen D remendado F … está enganando até vcs ''Suecats'' fanáticas e cegas…fazer o que né ??..rsss

    Os suiços só querem poucos Gripens Ngs e podem desistir com o Referendo do ano que vem.
    O Brasil estará em maus lençois se desistirem, pois vai ter que arcar com o desenvolvimento do jato sozinho (único operador) com alto risco de não dar certo, pois são muitas modificações para aumentar seu desempenho… depois que foi comprovado vergonhosamente na avaliação.

    Modificações pra deixar o caça mais pesado e instável mesmo com motor novo…essa é a grande desconfiança suiça…sem falar no atrasado radar Aesa previsto pra entrar em operação pra depois de 2020 e olhe lá se funcionar bem…rss

    Os suecos irão atualizar seus usados Gripens C pra versão E somente…não irão comprar NGs fantasmas que somente o Brasil irá usar em 2020….rssss

    E por fim um jato sem versão naval pronta e testada…onde vai deixar a nossa Marinha chupando o dedo qndo aposentar os inúteis A4Ms..!!!

  49. Pois é…pra variar sempre desinformando…
    Pra fazer o serviço de 01 Rafale …precisa-se de 02 Gripens voando juntos…o que acaba saindo muito mais caro…rsss

    Sem falar que a capacidade de armamentos do Rafale é indiscutivelmente superior e muito mais ampla (incluindo nuclear)…e que irá tbm receber os armamentos russos pros indianos. https://sites.google.com/site/blogaame/2012-02-06

    O Gripen NG por ser um projeto não pode comprovar alcance maior que o Rafale.
    A Suiça exigiu quase 100 modificações no debilitado Gripen C, depois que foi vergonhosamente ficou abaixo do Fa18 Hornet C e o Rafale em primeiro com muitos méritos.
    O velho F-18 Hornet "Legacy" se saiu melhor que o ''Jossa Gripen C Limited'' … coitada da Fab se recebe-los como tampões, pois não garantem e não conseguem fazer patrulhamento aéreo por muito tempo no ar…pouco alcance é dose viu….rsss

    Eis o que os suíços realmente pensam a respeito do Gripen…
    Não atende aos requisitos e considerado impróprio para policiamento aéreo: http://www.cavok.com.br/blog/?p=46211

    Basta vc ler as conclusões do Comandante suiço Markus Gygax, onde recomenda a superioridade do Rafale e as deficiências do Gripen pra qualquer missão…um jato ineficiente em tudo:
    files.newsnetz.ch/upload//1/2/12332.pdf

    Dúvidas é só dar uma lidinha sem devaneios por favor…
    Suiços exigem 98 modificações na panela voadora sueca de curto alcance: http://www.cavok.com.br/blog/?p=50200

    Os suecos conseguiram fazer menos de 10 modificações no Gripen D gambiarra velha (entitulada de Gripen F) incluindo o motor novo…tática pra tentar convencer os suiços bobos depois do vexame no Gripen C fracote em testes.
    Noto que este Gripen D remendado F … está enganando até vcs ''Suecats'' fanáticas e cegas…fazer o que né ??..rsss

    Os suiços só querem poucos Gripens Ngs e podem desistir com o Referendo do ano que vem.
    O Brasil estará em maus lençois se desistirem, pois vai ter que arcar com o desenvolvimento do jato sozinho (único operador) com alto risco de não dar certo, pois são muitas modificações para aumentar seu desempenho… depois que foi comprovado vergonhosamente na avaliação.

    Modificações pra deixar o caça mais pesado e instável mesmo com motor novo…essa é a grande desconfiança suiça…sem falar no atrasado radar Aesa previsto pra entrar em operação pra depois de 2020 e olhe lá se funcionar bem…rss

    Os suecos irão atualizar seus usados Gripens C pra versão E somente…não irão comprar NGs fantasmas que somente o Brasil irá usar em 2020….rssss

    E por fim um jato sem versão naval pronta e testada…onde vai deixar a nossa Marinha chupando o dedo qndo aposentar os inúteis A4Ms..!!!

  50. Pois é…pra variar sempre desinformando…
    Pra fazer o serviço de 01 Rafale …precisa-se de 02 Gripens voando juntos…o que acaba saindo muito mais caro…rsss

    Sem falar que a capacidade de armamentos do Rafale é indiscutivelmente superior e muito mais ampla (incluindo nuclear)…e que irá tbm receber os armamentos russos pros indianos. https://sites.google.com/site/blogaame/2012-02-06

    O Gripen NG por ser um projeto não pode comprovar alcance maior que o Rafale.
    A Suiça exigiu quase 100 modificações no debilitado Gripen C, depois que foi vergonhosamente ficou abaixo do Fa18 Hornet C e o Rafale em primeiro com muitos méritos.
    O velho F-18 Hornet "Legacy" se saiu melhor que o ''Jossa Gripen C Limited'' … coitada da Fab se recebe-los como tampões, pois não garantem e não conseguem fazer patrulhamento aéreo por muito tempo no ar…pouco alcance é dose viu….rsss

    Eis o que os suíços realmente pensam a respeito do Gripen…
    Não atende aos requisitos e considerado impróprio para policiamento aéreo: http://www.cavok.com.br/blog/?p=46211

    Basta vc ler as conclusões do Comandante suiço Markus Gygax, onde recomenda a superioridade do Rafale e as deficiências do Gripen pra qualquer missão…um jato ineficiente em tudo:
    files.newsnetz.ch/upload//1/2/12332.pdf

    Dúvidas é só dar uma lidinha sem devaneios por favor…
    Suiços exigem 98 modificações na panela voadora sueca de curto alcance: http://www.cavok.com.br/blog/?p=50200

    Os suecos conseguiram fazer menos de 10 modificações no Gripen D gambiarra velha (entitulada de Gripen F) incluindo o motor novo…tática pra tentar convencer os suiços bobos depois do vexame no Gripen C fracote em testes.
    Noto que este Gripen D remendado F … está enganando até vcs ''Suecats'' fanáticas e cegas…fazer o que né ??..rsss

    Os suiços só querem poucos Gripens Ngs e podem desistir com o Referendo do ano que vem.
    O Brasil estará em maus lençois se desistirem, pois vai ter que arcar com o desenvolvimento do jato sozinho (único operador) com alto risco de não dar certo, pois são muitas modificações para aumentar seu desempenho… depois que foi comprovado vergonhosamente na avaliação.

    Modificações pra deixar o caça mais pesado e instável mesmo com motor novo…essa é a grande desconfiança suiça…sem falar no atrasado radar Aesa previsto pra entrar em operação pra depois de 2020 e olhe lá se funcionar bem…rss

    Os suecos irão atualizar seus usados Gripens C pra versão E somente…não irão comprar NGs fantasmas que somente o Brasil irá usar em 2020….rssss

    E por fim um jato sem versão naval pronta e testada…onde vai deixar a nossa Marinha chupando o dedo qndo aposentar os inúteis A4Ms..!!!

  51. Pois é…pra variar sempre desinformando…
    Pra fazer o serviço de 01 Rafale …precisa-se de 02 Gripens voando juntos…o que acaba saindo muito mais caro…rsss

    Sem falar que a capacidade de armamentos do Rafale é indiscutivelmente superior e muito mais ampla (incluindo nuclear)…e que irá tbm receber os armamentos russos pros indianos. https://sites.google.com/site/blogaame/2012-02-06

    O Gripen NG por ser um projeto não pode comprovar alcance maior que o Rafale.
    A Suiça exigiu quase 100 modificações no debilitado Gripen C, depois que foi vergonhosamente ficou abaixo do Fa18 Hornet C e o Rafale em primeiro com muitos méritos.
    O velho F-18 Hornet "Legacy" se saiu melhor que o ''Jossa Gripen C Limited'' … coitada da Fab se recebe-los como tampões, pois não garantem e não conseguem fazer patrulhamento aéreo por muito tempo no ar…pouco alcance é dose viu….rsss

    Eis o que os suíços realmente pensam a respeito do Gripen…
    Não atende aos requisitos e considerado impróprio para policiamento aéreo: http://www.cavok.com.br/blog/?p=46211

    Basta vc ler as conclusões do Comandante suiço Markus Gygax, onde recomenda a superioridade do Rafale e as deficiências do Gripen pra qualquer missão…um jato ineficiente em tudo:
    files.newsnetz.ch/upload//1/2/12332.pdf

    Dúvidas é só dar uma lidinha sem devaneios por favor…
    Suiços exigem 98 modificações na panela voadora sueca de curto alcance: http://www.cavok.com.br/blog/?p=50200

    Os suecos conseguiram fazer menos de 10 modificações no Gripen D gambiarra velha (entitulada de Gripen F) incluindo o motor novo…tática pra tentar convencer os suiços bobos depois do vexame no Gripen C fracote em testes.
    Noto que este Gripen D remendado F … está enganando até vcs ''Suecats'' fanáticas e cegas…fazer o que né ??..rsss

    Os suiços só querem poucos Gripens Ngs e podem desistir com o Referendo do ano que vem.
    O Brasil estará em maus lençois se desistirem, pois vai ter que arcar com o desenvolvimento do jato sozinho (único operador) com alto risco de não dar certo, pois são muitas modificações para aumentar seu desempenho… depois que foi comprovado vergonhosamente na avaliação.

    Modificações pra deixar o caça mais pesado e instável mesmo com motor novo…essa é a grande desconfiança suiça…sem falar no atrasado radar Aesa previsto pra entrar em operação pra depois de 2020 e olhe lá se funcionar bem…rss

    Os suecos irão atualizar seus usados Gripens C pra versão E somente…não irão comprar NGs fantasmas que somente o Brasil irá usar em 2020….rssss

    E por fim um jato sem versão naval pronta e testada…onde vai deixar a nossa Marinha chupando o dedo qndo aposentar os inúteis A4Ms..!!!

  52. Os suecos prometeram o protótipo voar em 2012…2013…2014…e agora 2015 ?? rssss
    E se a Suiça desistir no referendo, o Gripen E então vai voar em 2020 pro Brasil acreditar…

    Com tantas modificações que os suiços querem pra seu Gripen NG pra sanar a notável fragilidade do Gripen C, com certeza será uma aeronave mais pesada e instável….um projeto de alto risco que a Fab vai pagar e com muito merecimento.rsss

    Os suiços ficaram animadinhos somente com esta Gambiarra F (versão D remendada) com motor novo…o pega-pra-capar mesmo é com a prometida versão E com quase 100 modificações exigidas colega.

    Pra um Pais Banana merecemos um jato banana (nanica) pra defesa.!!!
    Morreu o nosso respeito na América do sul…sou mais os Mirages.!!!

  53. Kurti,

    – Primeiro, essa ideia de que um Rafale faz o mesmo que dois Gripens é errônea e por um simples motivo: ele não poderá estar em dois lugares ao mesmo tempo… Ademais, num mundo onde conta a precisão, o que importa é ter o armamento certo e não empanturrar o caça de armas.

    – A variedade de armas se dá não somente pelo tipo, mas também pela procedência… E pelo que me consta, o Gripen C já poderia operar armamentos de diversas origens…

    – Já é fato conhecido que a avaliação suíça era relacionada ao Gripen C e não o NG. E seja como for, isso não desabona o NG, haja visto ser uma aeronave modificada em relação ao C, e que, como tal, apresentará desempenho diferente em muitos aspectos. Seria como tentar julgar o Rafale F3 baseado em dados dos F1…

    – O Gripen D modificado nada mais é que um demonstrador de conceito. É tão e somente para avaliação da possibilidade de se evoluir o caça; e nada mais que isso… Quaisquer modificações posteriores deverão vir com os protótipos, e não com demonstrador de conceito…

    – O Brasil não arcará sozinho com o desenvolvimento… Até mesmo porque, os suecos já estão investindo nele, o que fica comprovado pelos trabalhos já realizados… E, salvo engano, já estava acordado na proposta, com uma divisão de trabalho 40% para o Brasil e 60% para Suécia ( ? ). Inclusive, o primeiro passo já foi dado, com a aquisição de 60 exemplares por parte dos suecos. Mesmo que os suecos façam questão de aproveitar partes de outros exemplares para compor a sua frota, o fato é que certamente haverá uma enorme gama de componentes que deverão ser produzidos do zero e que serão compartilhados por toda a frota de Gripens suecos e brasileiros… Na prática, os suecos aproveitarão somente as carcaças de seus Cs…

    – Quanto a Marinha, ter um porta-aviões operacional, mesmo que a coisa fosse decidida hoje, seria coisa para depois de 2025… Até lá, mais vai valer uma aeronave naval de quinta geração do que qualquer outra de geração 4.5. Por tanto, se for para ter um porta-aviões, melhor que seja projetando aquisições de aeronaves futuras, que estejam sendo desenvolvidas ou prestes a entrar em serviço…

Comments are closed.