Helicópteros AH-2 Sabre do Esquadrão Poti estiveram em Florianópolis para treinamento de tiro aéreo no mês de março. (Foto: Juliano Damásio / AirFln)
Helicópteros AH-2 Sabre do Esquadrão Poti estiveram em Florianópolis para treinamento de tiro aéreo no mês de março. (Foto: Juliano Damásio / AirFln)

Durante o mês de março, os esquadrões da Força Aérea Brasileira Poti (2º/8º GAV), Pantera (5º/8º GAV) e Harpia (7º/8º GAV) realizaram, na Base Aérea de Florianópolis (BAFL), o Exercício Helicóptero TA. Entre os dias 4 e 22 de março, o exercício com os três esquadrões de asas rotativas relizaram missões de treinamento de resgate e uso de armamento com tiro aéreo. O Cavok Brasil esteve presente em parceria com o site AirFln e registrou as operações dos helicópteros na base.

FAB8952_18MAR13_1024

FAB08909_11MAR13_1024

Os helicópteros H-60 e AH-2 Sabre dos três esquadrões de asas rotativas da FAB.  (Foto: Juliano Damásio / AirFln)
Os helicópteros H-60 e AH-2 Sabre dos três esquadrões de asas rotativas da FAB. (Foto: Juliano Damásio / AirFln)
A aeronave rebocadora Ipanema pertencente a Academia da Força Aérea.  (Foto: Juliano Damásio / AirFln)
A aeronave rebocadora Ipanema pertencente a Academia da Força Aérea. (Foto: Juliano Damásio / AirFln)

Estiveram presentes na Base Aérea de Florianópolis os helicópteros AH-2 SABRE, do Segundo Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (2º/8º GAV), sediado em Porto Velho (RO), e os H-60 Black Hawk do Quinto Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (5º/8º GAV), de Santa Maria (RS), e do Sétimo Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (7º/8º GAV), de Manaus (AM). O treinamento foi organizado pela Segunda Força Aérea (II FAE).

Os helicópteros H-60 participaram de treinamento de resgate.  (Foto: Juliano Damásio / AirFln)
Os helicópteros H-60 participaram de treinamento de resgate. (Foto: Juliano Damásio / AirFln)

Os H-60 Black Hawk dos Esquadrões Pantera e Harpia executaram surtidas de salvamento Kapoff, técnica desenvolvida pela Real Força Aérea Britânica durante a Guerra Fria com o intuito de executar o salvamento nas águas geladas do Mar do Norte.

FLN_3

Os helicópteros AH-2 Sabre participaram de treinamento de tiro aéreo com o apoio de uma aeronave rebocadora Ipanema.  (Foto: Juliano Damásio / AirFln)
Os helicópteros AH-2 Sabre participaram de treinamento de tiro aéreo com o apoio de uma aeronave rebocadora Ipanema. (Foto: Juliano Damásio / AirFln)

O Esquadrão Poti e o Esquadrão Harpia realizaram também suas primeiras surtidas de emprego ar-ar, cumprindo missões com um alvo do tipo biruta. O alvo foi rebocado por uma aeronave Ipanema da Academia da Força Aérea e atingido por projéteis de 7,62mm da minigun dos Black Hawk e os obuses de 23mm do canhão GSh-23 do AH-2 Sabre. O Esquadrão Pantera, veterano nessa modalidade de emprego, também participou com diversas surtidas.

FLN_5

A aeronave Ipanema rebocava um alvo aéreo que era alvejado pelos helicópteros Ah-2 Sabre.  (Foto: Juliano Damásio / AirFln)
A aeronave Ipanema rebocava um alvo aéreo que era alvejado pelos helicópteros Ah-2 Sabre. (Foto: Juliano Damásio / AirFln)

A manobra de interceptação aérea contra aeronaves de baixa performance faz parte da preparação da FAB para defender o espaço aéreo brasileiro durante os grandes eventos que acontecerão no Brasil. A começar pela Copa das Confederações, quando seráo intensificadas as ações de defesa aérea, com interceptação de aeronaves suspeitas por caças e helicópteros da FAB.

O objetivo é que o 5º/8º GAV passe o conhecimento de emprego para os outros Esquadrões.

Detalhe do canhão do helicóptero AH-2 Sabre.  (Foto: Juliano Damásio / AirFln)
Detalhe do canhão GSh-23 do helicóptero AH-2 Sabre. (Foto: Juliano Damásio / AirFln)

O treinamento é importante para o entrosamento das tripulações e controladores de voo, a fim de que todos estejam preparados para o cumprimento das medidas de Policiamento do Espaço Aéreo Brasileiro.

Fonte: 2º/8º GAv, 5º/8º GAv e 7º/8º GAv e BAFL – Adaptação do texto: CAVOK

Enhanced by Zemanta
Anúncios

4 COMENTÁRIOS

  1. Como não temos muitos caças, o negocio é ir treinando as interceptações com os Helos. rs

  2. Já foi feito algum treinamento de disparo dos misseis Ataka pelos nossos Sabre? Isso seria interessante. Dificilmente vê-se o Sabre com seu armamento completo.

  3. É muito legal ver pinturas diferentes nas aeronaves da FAB, como este Black Hawk do esquadrão Harpia.

Comments are closed.