Passagem em formação do novo Boeing 737 MAX da companhia aérea polonesa LOT com as aeronaves Iskras da equipe Bialo-Czerwone Iskry. (Foto: Arkadiusz Dwulatek Fotografia / Mi?dzynarodowe Pokazy Lotnicze AIR SHOW)

A Força Aérea Polonesa celebrou este ano seu centenário e um dos eventos marcantes para ocasião foi o Radom International Airshow 2018, que aconteceu na Base Aérea de Deblin, no leste da Polônia, no final de semana dos dias 25 e 26 de agosto.

O Radom Airshow 2018 já é conhecido como um dos mais importantes shows aéreos do mundo, incluíndo dezenas de equipes acrobáticas, caças e helicópteros.

O ministro da Defesa polonês, Mariusz Blaszczak, disse na abertura do Radom Air Show, no sábado (25), que o evento “é um importante evento em grande escala, e um dos maiores da Europa”.

O Comandante Geral das Forças Armadas Polacas, General Jaroslaw Mika, destacou que esta é a 16ª vez que o Radom Air Show foi realizado, o que comprovou o seu sucesso.

Sua fama, ele acrescentou, também é comprovada pelo número de participantes e observadores. No evento deste ano, mais de 110 aeronaves foram exibidas, de mais de 20 países.

Um dos destaques deste ano foi a passagem em formação do mais recente Boeing 737 MAX nas cores da companhia aérea nacional LOT, juntamente com a equipe de acrobacias aéreas Bialo-Czerwone Iskry.

A Ucrânia enviou um de seus caças Su-27 Flanker, que despertou o interesse do público presente, pelas suas manobras de tirar o fôlego.

Este ano, devido as comemorações do centenário da Força Aérea Polonesa, 11 países enviaram suas equipes de demonstração para Radom, incluíndo as famosas patrulhas acrobáticas europeias como a “Frecce Tricolori” da Itália, a “Patrulla Aguila” da Espanha, a “Patrouille Suisse” da Suíça, os “Midnight Hawks” da Finlândia, a “Wings of Storm” da Croácia, e os “Baltic Bees” da Letônia. O público também pode ver no céu as equipes não europeias como a “Royal Jordanian Falcons” da Jordânia e os JF-17 e Super Mushsak paquistaneses. A Polônia foi representada pelas equipes “Team Iskri” e “Team Orlik”.

A fabricante de bebidas energéticas Red Bull levou suas aeronaves históricas em voo, da equipe The Flying Bulls: B-25J, F4U-4, Alpha Jet e BO-105C.

O show aéreo também contou com as demonstrações individuais, como da equipe F-16 Zeus Demo da Grécia; a F-16 Solo Türk da Turquia; o Gripen Demo Team, os jatos L-159A Alca, os helicópteros Mi-17 e Mi-24/35 da República Checa; o MiG-29 eslovaco MiG-29; e o romeno MiG-21. A Polônia foi representada pelos jatos de combate MiG-29 Fulcrum e a equipe F-16 Tiger Demo, bem como helicópteros.

Confira a especial galeria de imagens divulgadas pela organização do evento na sua página oficial:

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. Belo show, belas imagens, da uma vontade de ir em todos os shows aereos.

  2. sera que um dia teremos aqui no Brasil um evento assim com essa quantidade de aeronaves!?

Comments are closed.