Míssil ar-ar Astra sendo disparado de um Sukhoi Su-30MKI.

A Força Aérea da Índia testou com sucesso o disparo de seu míssil ar-ar além do alcance visual (BVRAAM) Astra, desenvolvido de forma nacional para seu avião de combate Su-30MKI, no dia 16 de setembro, como parte de testes com usuários.

Durante o teste, um alvo aéreo real foi atingido com precisão, demonstrando a capacidade do primeiro míssil ar-ar nacional.

O perfil da missão foi executado de acordo com as definições descritas no manual. Vários radares, sistema eletro-óptico de rastreamento (EOTS) e sensores detectaram o míssil e confirmaram seu envolvimento com o alvo, afirmou um comunicado do Ministério da Defesa da Índia.

O ministro da Defesa Rajnath Singh parabenizou as equipes da DRDO e da Força Aérea Indiana pelo teste bem-sucedido.

O Astra (“flecha”) é um BVRAAM para qualquer clima desenvolvido pela agência de defesa estatal, Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Defesa (DRDO), Índia e é o primeiro míssil ar-ar desenvolvido pela Índia.

O míssil apresenta orientação inercial no meio do percurso com radar ativo na fase terminal e foi projetado para ser capaz de atingir alvos em alcance e altitude variados, permitindo o engajamento de alvos de curto alcance a uma distância de 20 km e alvos de longo alcance até um distância de 80 km.

O Astra foi integrado ao Sukhoi Su-30MKI da Força Aérea Indiana e será integrado ao Dassault Mirage 2000 e Mikoyan MiG-29 no futuro. A produção em série limitada de mísseis Astra começou em 2017.

Anúncios