Aeronave ATR 72-200 da MAP Linhas Aéreas. (Foto: Erik N. C. de Almeida)

Investigadores brasileiros estão analisando um aparente incidente de perda de combustível envolvendo um ATR 72-200 que sofreu perda de potência nos dois motores ao pousar em Itaituba.

A aeronave estava sendo operada pela transportadora regional MAP Linhas Aereas em um serviço de Itaituba para a base da companhia aérea em Manaus em 16 de setembro.

A autoridade de investigação francesa BEA, citando sua contraparte brasileira, disse que o ATR teve que retornar a Itaituba devido a um incidente em Manaus envolvendo um Cessna 208, de um serviço de táxi aéreo, que deixou o aeroporto “inoperante”.

Enquanto o ATR estava na aproximação final, sofreu uma falha no motor Pratt & Whitney Canada PW124 do lado esquerdo.

A BEA acrescenta que, após o pouso, a aeronave também sofreu uma falha no motor do lado direito durante o táxi.

“O motor direito foi reiniciado e a aeronave seguiu para o [posto de estacionamento]”, afirma.

Embora as circunstâncias do incidente ainda não tenham sido totalmente determinadas, a BEA declara que foi classificado como um evento “sem combustível”.

Manaus fica a cerca de 250 nm a oeste de Itaituba. O inquérito não especificou quando ocorreu o retorno ao ponto de partida, nem as quantidades de combustível a bordo durante a partida ou a chegada.

Nenhum dos 39 passageiros e quatro tripulantes ficou ferido.

Os investigadores identificaram a aeronave como PR-MPY, uma aeronave de 1998 originalmente entregue à KLM Cityhopper UK e posteriormente operada pela Vietnam Airlines e Azul, de acordo com dados de frotas Cirium.


Fonte: Flightglobal

Anúncios