A killmark aplicada em um F-16AM belga.

A ‘killmark’ é uma tradição na aviação militar. Esses sinais pintados na aeronave servem para identificar uma vitória aérea ou a execução com sucesso de uma missão de bombardeio. Desta vez, a killmark pintada em um F-16 belga F-16 teve um pouco de humor.

Em 11 de outubro de 2018, o pessoal da manutenção que trabalhava em um F-16AM Fighting Falcon, do Componente Aéreo Belga na Base Aérea de Florennes, disparou acidentalmente o canhão da aeronave. Como resultado desse incidente, seis munições de um canhão Vulcan M61 de 20 mm, que é a arma do F-16, atingiram outro F-16 belga estacionado no lado oposto ao hangar. A aeronave estava se preparando para o voo e abastecida.

O caça F-16AM, número de série FA-128, explodiu e queimou como resultado do incidente. Outro F-16 próximo à plataforma ficou levemente danificado por chamas e fragmentação.

O componente aéreo belga então resolveu ‘marcar’ este ocorrido com um desenho no F-16AM Block 20 que disparou o canhão, destruiu uma aeronave amiga e danificou outra. Assim, mesmo que a plataforma não tenha conquistado uma vitória aérea, conseguiu a ‘killmark’ que merecia.

Anúncios

4 COMENTÁRIOS

  1. Realmente fez por merecer! E com fotos para não deixar dúvidas. Ahaha.. Esse Vulcan faz um estrago..
    Brincadeiras a parte, por sorte ninguém morreu nesse ocorrido. Gostaria de saber o que aconteceu com os responsáveis..