Dentre os 114 novos caças F-35 estão 37 unidades para Itália, Austrália e Noruega. 

O Pentágono concedeu à Lockheed Martin um contrato no valor de US$ 7 bilhões para o fornecimento de 114 jatos stealth F-35 para os EUA, Austrália, Noruega e Itália.

“A Lockheed Martin recebeu uma modificação de US$ 7 bilhões em um contrato previamente concedido. Essa modificação prevê a aquisição de 114 aeronaves F-35 para Força Aérea, Corpo de Fuzileiros Navais e Marinha dos EUA; participantes que não sejam do Departamento de Defesa (DoD) e clientes de Vendas Militares Estrangeiras (FMS). Especificamente, a modificação é pra o fornecimento de 48 aeronaves F-35A para a Força Aérea, 20 aeronaves F-35B para o Corpo de Fuzileiros Navais, nove aeronaves F-35C para a Marinha, 12 aeronaves F-35A para o governo da Noruega, 15 aeronaves F-35A para o governo da Austrália e oito aeronaves F-35A e duas aeronaves F-35B para o governo da Itália”, disse o Pentágono em comunicado nesta segunda-feira.

Além disso, essa modificação adiciona escopo para a integração de fontes de produção decrescentes do sistema aéreo, cargas de dados de software, itens críticos de segurança, equipamentos, engenharia não recorrente, engenharia recorrente e o emulador de dados aéreos do Joint Strike Fighten, dizia a declaração.

O trabalho deverá estar concluído em março de 2023.

Anúncios