A Lockheed Martin está projetando um aumento da produção anual do caça furtivo F-35 Lightning II, que pode chegar a 180 exemplares por ano até 2024.

A empresa vê vendas contínuas aos serviços militares dos EUA, além de vitórias em potencial em competições internacionais de compras de caças, como na Finlândia, Suíça e Canadá, aumentando constantemente a produção das aeronaves de combate.

Em 2019, o fabricante principal com sede em Fort Worth, Texas, entregou 134 exemplares do caça F-35.

“Vamos entregar 140 aeronaves este ano”, diz Ken Possenriede, vice-presidente executivo da Lockheed Martin na teleconferência anual da empresa em 28 de janeiro. “Número aproximado é de 160 no próximo ano.”

Nos anos seguintes, ele vê 165 aeronaves entregues em 2022; 170 aeronaves entregues em 2023; e 175 a 180 entregues em 2024. A empresa acredita que sua produção atingirá a capacidade máxima em 2023 e 2024.

A Lockheed Martin entregou 491 aeronaves no total para vários serviços militares em todo o mundo até o final de 2019.

Logo após a produção do Lockheed Martin F-35 atingir a capacidade máxima, em 2025, a empresa deseja reduzir significativamente o custo operacional da aeronave para US$ 25.000 por hora, abaixo dos US$ 35.000 por hora atualmente.

Enquanto os F-35As comprados como parte do lote de produção 14 caíram para um preço histórico baixo de US$ 77,9 milhões por exemplar, o alto custo de pilotar a aeronave está consumindo orçamentos de serviços militares e colocando em risco as vendas futuras da Lockheed Martin.

A Lockheed Martin propôs em setembro de 2019 uma ideia para um contrato de manutenção logística com base no desempenho para ajudar a reduzir o custo de voar com o F-35. Sob contratos semelhantes, os fornecedores recebem uma taxa fixa para manter um determinado nível de desempenho de uma aeronave, como taxa ou custo de missão por hora de voo, em vez de apenas fornecer serviços pontuais de peças ou reparo. O Escritório Conjunto do Programa F-35 disse que está considerando a idéia.


Fonte: Flightglobal

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Em apenas um ano a LM produz mais do que todos os caças exportados pela SAAB nos últimos 100 anos!

Comments are closed.