Militares da Marinha do Brasil resgatam passageira de Navio de Cruzeiro “Amadea”.

A Marinha do Brasil realizou, na tarde do dia 2 de janeiro, o resgate de uma passageira do Navio de Cruzeiro “Amadea”, a 120 milhas náuticas – equivalente a 222 quilômetros – de Fortaleza-CE.

A passageira, de nacionalidade alemã de 77 anos, sofreu um acidente e fraturou a perna na madrugada de quarta-feira (1º), sendo resgatada pela Equipe de Busca e Salvamento da Capitania dos Portos do Ceará (CPCE), com o apoio de uma aeronave UH-15, do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte, subordinado ao Comando do 4° Distrito Naval e sediado em Belém-PA.

Aeronave UH-15, subordinada ao Comando do 4º Distrito Naval, é empregada durante resgate de passageira que viajava em Navio de Cruzeiro.

De acordo com o piloto da aeronave, Capitão de Corveta Rodrigo Roque da Silva de Miranda, “a manobra foi arriscada e realizada em condições não favoráveis, já que o navio não possui área de pouso, sendo necessário ficar sobre o “Amadea”, próximo de obstáculos e em baixa velocidade. Mas a missão obteve sucesso”.

A vítima apresentava estado de saúde estável e foi encaminhada a um hospital para receber o atendimento médico necessário.

A Operação de Busca e Salvamento foi coordenada pelo Salvamar Nordeste.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Sigo a força aérea portuguesa no Facebook e eles realizam este tipo de missões quase que 1 vez por semana, com helicópteros Merlin. Apesar de a FAB ser plenamente capaz de tal missão e ter equipamento, aqui essas ocorrências são mais raras.