Novas imagens mostram a proximidade do Su-27 da aeronave EP-3E da Marinha dos EUA.

Como já divulgamos anteriormente, uma aeronave EP-3E Aries II da a Marinha dos EUA que voava no espaço aéreo internacional sobre o Mar Negro foi interceptado por um Sukhoi Su-27 russo. Este encontro no dia 29 de janeiro foi marcado pela aproximação considerada insegura do Su-27, ficando muito próximo do avião norte-americano e cruzando a frente da trajetória de voo do EP-3. Hoje a 6ª Frota da Marinha dos EUA divulgou novos vídeos que mostram outros ângulos da intercepção que durou um total de duas horas e 40 minutos. Divulgamos a compilação dos vídeos em um só, que pode ser visto a seguir.

No vídeo divulgado ontem, e que aparece na compilação de várias câmeras divulgada hoje, foi possível ver o Su-27 cruzando a frente do EP-3E, a uma distância maior que 1,5 m. Mas hoje com os novos ângulos é possível ver a estreita proximidade do Su-27 na ponta da asa do EP-3.

O capitão da Marinha dos EUA, Bill Ellis, comandante da Task Force 67, disse: “Os vídeos mostram que o Su-27 russo interceptou o EP-3 de uma posição muito próxima, na mesma altitude, e com uma distância horizontal estimada entre as pontas de asas com apenas cinco pés (1,5 m) às vezes. O avião de combate russo voando perto da aeronave da Marinha dos EUA, especialmente por longos períodos de tempo, é inseguro. O menor lapso de foco ou um erro na aeronave pela tripulação interceptadora pode ter consequências desastrosas. Não há margem de erro e tempo ou espaço insuficientes para que nossas tripulações tenham um ação corretiva”, conforme divulgado pelo site The Aviationist.

O Ministério de Defesa da Rússia disse que “o avião de combate russo seguiu as aeronaves americanas para evitar que violasse as fronteiras do espaço aéreo da Rússia, observando todas as precauções de segurança necessárias. O Su-27 da força de alerta da defesa aérea  russa foi usado para interceptar o alvo, aproximando-se do EP-3E a uma distância segura”.

Depois que o avião de reconhecimento dos EUA mudou o seu rumo da fronteira com o espaço aéreo da Rússia, o avião de combate russo Su-27 retornou à base.

Anúncios

10 COMENTÁRIOS

  1. Realmente senhores, devo dizer que a partir dos 0:15 segundos o Su-27 está muito próximo da asa esquerda do EP-3.

  2. Que deve ser bonito ver de perto um bichão desses voando, ahh isso deve

  3. Ah, vocês são muito chatos… Não entendem que o piloto russo aproveitou a missão de interceptação, para treinar uma aproximação de reabastecimento. Kkkkkkkkkkk

  4. Russos fazendo russices. Imagine se a moda pega, com os Typhoons da RAF ou F15 chegando tão perto dos Tu22, Tu-95 e Tu-160 que vivem sobrevoando espaço aéreo britânico e da OTAN…

  5. Ta vendo os senhores ficaram alegando isso e aquilo mas nessa devemos reconhecer que o Su-27 chegasse mais perto iria arranchar a pintura da asa do E-3! Se eles querem derrubar os aviões da USAF por colisão sugiro comprar um Legacy!

  6. Distração
    Provavelmente com um trambolho desses do lado esses sensores do aviao americano devem perder eeficiência

Comments are closed.