O programa de US$ 50 milhões foi dado como concluído e contemplou 446 caças da Força Aérea e 10 da Marinha.

O treinador recebeu um sistema de transferência de dados de vídeo (VDTS – video data transfer system) e um interruptor do freio aerodinâmico (SBIS – speed break indicator switch).

O programa VDTS/SBIS foi concluído em dezembro de 2016. Com as modificações, o HUD terá agora um indicador visual da posição do freio de velocidade.

Os programas de extensão da vida útil e as modificações são essenciais para manter operacional a envelhecida frota de aeronaves T-38, a fim de atender às necessidades atuais e a futuras missões“, disse Angela Micheal, chefe da Divisão de Aeronaves. “Estas modificações irão garantir o funcionamento contínuo, seguro e eficaz da frota T-38“.

Este sistema é importante para o treinamento dos pilotos, uma vez que registra dados de voo e do cockpit, utilizados para debriefing de instrutores e alunos após os voos.

Além das modificações VDTS/SBIS, outros programas de modificação no T-38, atualmente em andamento, incluem o programa Pacer Classic III, que substitui os componentes estruturais fatigados da aeronave; E o Programa de Integração de Componentes Aviônicos, que fornece upgrades de aviônicos e redesenho de componentes, para compensar a obsolescência da aeronave.

O T-38, que entrou em operação na USAF em 1961, é usado principalmente para treinar pilotos para o combate.

As modificações são críticas para sustentar as operações de treinamento da USAF, que manterá o T-38 operacional até pelo menos 2034, quando a próxima geração T-X deverá atingir a plena capacidade operacional.

Atualmente o Comando Aéreo de Combate (ACC – Air Combat Command) usa os modelos T-38A e B para treinamento aéreo como adversário ao F-22 Raptor. Além disso, os pilotos de B-2 Spirit e U-2 utilizam o T-38 para treinar. Atualmente não existem planos de preencher esse papel com outra aeronave no futuro.


FONTE: Força Aérea dos EUA

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. 446 + 10 = 456 T-38 ….. Dá pra montar uma força aérea só com esses treinadores. E seria uma baita Força aérea heim!

  2. Com tudo isso de T38, daria pra equipar toda as forças aéreas da América do Sul kkkkk
    Eu ia dizer que eles estão no osso, mas tem força aérea que ainda voa os primeiros forevis5…..

    • E a Bolivia que voa o T-33 ???? O Uruguai que acho que aposentou os Dragonfly e só voa com pucará…. E o Paraguai que acho que se tiver é só o Tucano treinador…. E a Argentina que tá na miséria e hoje caiu a ficha que são pobre igual filhote de rato…..
      Mesmo se tivessem caindo aos pedaços já é melhor que metade da América Latina, acho que é melhor que uns 70% da América Latina e Central….

  3. Falam tão mal dos F-5 da FAB e aí está: Os americanos ainda voam 456 F-5's!!! Eu sempre digo: Cobra velha também morde e tem veneno!

Comments are closed.