A Noruega se comprometeu em comprar 52 caças F-35 fabricados nos EUA, mas precisará de tempo para estimar o custo dos jatos.

Uma equipe central composta por dez pessoas receberá verba para realização de 10.000 horas de trabalho necessárias para estimar o custo da aeronave F-35 depois que um jornal norueguês alegou em abril que o governo inflou o custo dos jatos de combate em quase US$ 1,9 bilhão.

Frank Bakke-Jensen, ministro da Defesa do país, foi incumbido pelo comitê constitucional e de controle parlamentar norueguês para avaliar o preço dos caças com base na atual cotação do dólar, após o jornal Bergens Tidende afirmar que o governo pagou cerca de US$ 2 bilhões adicionais à estimativa de 2012 dos jatos.

“Todo o processo é demorado (cerca de 5 meses). Envolve tanto pessoal norueguês quanto equipes dos EUA. Os recursos para realizar as análises anuais são estimados em cerca de 10.000 horas de trabalho”, escreveu Bakke Jensen, segundo o jornal Dagbladet.

De acordo com Jensen, essa tarefa requer uma equipe central de cerca de dez pessoas trabalhando ao longo do ano, enquanto a análise mais trabalhosa leva cerca de 30 pessoas.

“Análises de estimativas exigem muito tempo e esforço. Também exige cooperação do Ministério da Defesa, da Força Aérea, do Instituto de Pesquisas em Defesa, da Organização de Logística de Defesa e da Agência de Materiais de Defesa”, explicou.

“Apresentaremos ao Parlamento uma estimativa atualizada”, disse ele, acrescentando que não é possível fazer isso antes que o orçamento do ano que vem esteja pronto.

Os custos operacionais do F-35 são de cerca de US$ 13.000 por hora. Um treinamento completo para um piloto custa cerca de US$ 7 milhões.

A Noruega fez um pedido de 52 jatos Lockheed Martin F-35 Lightning II para substituir sua antiga frota F-16.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. A FAB acreditou num PDF de que o Gripen NG custa 4000 trumps a hora de vôo. Esses europeus tem que aprender com a gente como calcular HV

  2. Em países como a Noruega o Povo e a mídia estão de olho em qualquer desperdício do dinheiro público. E o governo se mexe pra explicar. Qualquer irregularidade é punida.
    10000 horas pra explicar um possível aumento de 2 bilhões de dólares além do orçamento original. Fico imaginando se em 10000 anos conseguiríamos explicar todo o desvio de dinheiro público e superfaturamento de projetos e obras…2 bilhões fica parecendo migalha…

Comments are closed.