O Capitão Pascotto da FAB (direita), juntamente com o instrutor sueco, logo após o primeiro voo de Gripen na Suécia. (Foto: via Agência Força Aérea)
O Capitão Pascotto da FAB (direita), juntamente com o instrutor sueco, logo após o primeiro voo de Gripen na Suécia. (Foto: via Agência Força Aérea)

Os Capitães Gustavo de Oliveira Pascotto e Ramon Santos Fórneas se tornaram na manhã desta quarta-feira (19/11) os primeiros pilotos brasileiros a cumprirem uma missão de treinamento em aeronaves Gripen. Eles voaram durante 50 minutos em aviões Gripen D, acompanhados por pilotos da Força Aérea da Suécia. O pouso ocorreu às 10 horas da manhã na base de Satenas, na Suécia (6 horas no horário de Brasília).

“Foi melhor do que eu esperava”, disse o Capitão Fórneas. “A aeronave é de pilotagem dócil”, elogiou. A principal característica notada pelos brasileiros até agora foi a vantagem aerodinâmica proporcionada pelos canards, pequenas asas localizadas na frente do Gripen. “A distância de pouso é extremamente pequena”, contou.

O capitão Fórneas na nacele traseira do Gripen. (Foto: via Agência Força Aérea)
O capitão Fórneas na nacele traseira do Gripen. (Foto: via Agência Força Aérea)

Os dois Gripens voaram em uma área de instrução sobre a Suécia e o Mar Báltico. Após a decolagem, foi realizada uma subida até 10.638 metros de altura em um minuto e meio, uma taxa de subida de 118 metros por segundo. Para cumprir o cronograma de treinamento proposto pelos suecos, os brasileiros também realizaram acrobacias juntos nessa que é chamada de fase de familiarização.

Diferentemente dos demais brasileiros que já voaram no Gripen em testes, os dois aviadores têm agora a responsabilidade sobre as aeronaves e treinam para dominarem todos os sistemas dos caças. Três horas após o pouso, os pilotos já seguiram para um novo treinamento no simulador de voo.

Formados pela Academia da Força Aérea, o Capitão Fórneas era piloto de caças F-5 e o Capitão Pascotto comandava caças Mirage 2000. Ambos vão passar seis meses em treinamento na Suécia e se tornarão os primeiros brasileiros instrutores de Gripen.

O contrato de aquisição de 36 aeronaves foi assinado em 24 de outubro. A expectativa é de entrega dos aviões entre 2019 e 2024.

Fonte: Agência Força Aérea

Anúncios

22 COMENTÁRIOS

  1. Rapaz, isso me lembra do programa TX onde a SAAB/Boing vai apresentar um gripen biplace que de diferente vai ter apenas as asas.

  2. Rapaz, isso me lembra do programa TX, onde a SAAB/Boing vai apresentar um gripen biplace que de diferente vai ter apenas as asas.

Comments are closed.