A Polônia deve adquirir 32 aeronaves F-35 dos EUA.

A Polônia está definindo a compra dos caças F-35 dos Estados Unidos e o vice-ministro da Defesa, Wojciech Skurkiewicz, disse que planeja comprar dois esquadrões dos jatos fabricados pela Lockheed Martin.

Uma delegação dos EUA deve informar às autoridades de defesa polonesas se a compra será liberada já que os poloneses estão ansiosos para comprar o F-35 Joint Strike Fighter no final deste mês, disse nesta segunda-feira a secretária da Força Aérea dos Estados Unidos, Heather Wilson. A Polônia já possui 48 caças F-16 também fabricados pela Lockheed Martin.

Segundo o ministro, o primeiro esquadrão das aeronaves entrará em serviço com os militares poloneses em 2026. O ministro chamou esta decisão de um ponto crucial para a renovação da Força Aérea Polonesa.

O ministro da Defesa, Mariusz Blaszczak, discutiu a compra dos F-35s durante sua reunião em 17 de maio com o vice-presidente executivo da Lockheed Martin. “Eu também falei com ele sobre caças os F-35, que, estou convencido, os militares poloneses logo os receberão”, disse Blaszczak em comentários citados pela agência PAP.

A frota de caças da Força Aérea polonesa é composta atualmente de aeronaves Su-22, MiG-29 e F-16. (Foto: Filip Modrzejewski / Foto Poork)

A Força Aérea Polonesa tem procurado substituir seus caças MiG-29 Fulcrum e Su-22 Fitter da era soviética há vários anos. Sua força aérea tem 31 MiG-29 e 18 Su-22, de acordo com o Balanço Militar de 2019 do Instituto Internacional para Estudos Estratégicos. Nas últimas semanas, oficiais poloneses disseram que comprariam 32 caças F-35s.

A Polônia vem adquirindo uma grande quantidade de armas nos Estados Unidos depois de aposentar suas antigas armas da era soviética. Além dos sistemas de defesa antimísseis Patriot e dos foguetes de artilharia HIMARS nos últimos anos, os militares poloneses pretendem comprar um lote de 32 helicópteros de ataque até 2026.

O país anunciou um plano de aquisições de quase US$ 50 bilhões até 2016, composto principalmente de armas fabricadas nos EUA e modernização dos sistemas de comando e controle.

Anúncios

5 COMENTÁRIOS

  1. Cada dia se ve mais vendas para o F-35… ele vai acabar ficando bem mais barato do que alguns caças de quarta geração (em custo de aquisição puro)

      • Também acho, ah mas a hora de voo do gripinho é menor, ok mas se voasse constantemente, se as bases da fab subisse caça igual da USAF ahah, ok justifica mas os gripinhos vão ser rainha de hangar, se for assim melhor ter uma rainha de responsa.

  2. A Polônia está fazendo a aposta correta, em um misto de caças de 5ª e de 4ª geração.

Comments are closed.