O primeiro Airbus A321P2F convertido pela empresa EFW.

O primeiro A321-200F convertido em cargueiro (prefixo D-ANJA) realizou seu voo inaugural, realizando um voo de teste pós-conversão sobre Cingapura por aproximadamente vinte minutos.

A Qantas anunciou, no ano passado, que iria incorporar na sua frota até três Airbus A321 cargueiros para o transporte de correio para o Australia Post.

O teste de voo no dia 22 de janeiro confirmou que a aeronave (MSN831, ex-Onur Air) finalmente recebeu seus dois motores IAE V2500. Em outubro de 2019, a Elbe Flugzeugwerke (EFW), a joint venture entre a Airbus e a ST Aerospace, disse que a aprovação do Certificado do Tipo para seu programa A321P2F foi adiada para 2020, porque o primeiro avião ainda aguardava seus motores.

O Airbus A321P2F (Passenger To Freight), transporta cerca de 9 toneladas de carga a mais que os atuais Boeing 737 cargueiros utilizados pela companhia para a mesma finalidade. Esta alteração de equipamento significa um aumento de cerca de 50% da capacidade de carga.

Detalhes da versão cargueira do A321 convertida pela EFW.

A unidade 835, o primeiro A321 a ser convertido pela EFW, foi transportada para Cingapura em novembro de 2018 e será alugada pela Vallair à Qantas depois que o programa for certificado e a entrega for realizada.

Enquanto isso, o segundo A321 a ser convertido pela EFW (MSN 1238, ex-Thomas Cook Airlines) foi transportado para Cingapura no dia de Natal. Essa aeronave é gerenciada pelo BBAM, que assinou uma carta de intenções com a EFW para uma conversão de passageiro para cargueiro A321 no Paris Air Show em junho de 2019.

O outro programa de conversão A321 atualmente ativo – o A321PCF oferecido pela 321 Precision Conversions, uma joint venture entre a Precision Aircraft Solutions e o Grupo de Serviços de Transporte Aéreo (ATSG) – também está atualmente trabalhando em sua primeira aeronave (MSN 891, ex-FlyCAA). A 321 Precision Conversions informou que a porta da carga agora foi instalada e foi acionada. A empresa havia dito anteriormente que esperava iniciar testes de voo na aeronave no início de 2020.

Após receber a pintura e passar pelos testes, a aeronave será entregue para Qantas.

A Qantas será a primeira companhia aérea a operar uma aeronave deste modelo, e fechou um contrato de sete anos com os correios australianos para o transporte doméstico e internacional de carga postal.

Anúncios