Oito mil surtidas feitas por aeronaves da RAF já foram registradas desde que o Reino Unido entrou na guerra contra o Estado Islâmico. (Foto: RAF)

Os ataques da Real Força Aérea britânica (RAF) atingiram o Estado Islâmico 1.340 vezes no Iraque e 262 vezes na Síria desde 2014, durante 8 mil surtidas, dizem funcionários do Ministério da Defesa do Reino Unido.

Os terroristas do chamado Estado Islâmico, ou “Daesh”, estão sendo blouqueados pela RAF em sua antiga fortaleza de Raqqa, segundo o Ministério da Defesa, já que o Reino Unido atingiu a marca de três anos de combate contra os terroristas no Iraque e na Síria.

As aeronaves da RAF destruíram 17 alvos na Síria em um único dia na semana passada à medida que a campanha aérea se intensifica, forçando o Daesh a se separar e retirar-se das áreas que governou quando o Reino Unido votou para iniciar ataques aéreos em setembro de 2014.

Naquele tempo, o grupo perdeu território, finanças, líderes e combatentes, já que a coalizão composta por 73 membros liberou cidades em ambos os países.

O secretário de Defesa, Sir Michael Fallon, disse: “A Grã-Bretanha fez uma grande contribuição para a campanha que enfraqueceu o Daesh desde 2014, forçando este miserável culto a deixar a cidade de Bagdá à beira da derrota em Raqqa. Pelo ar, terra e mar, o pessoal do Reino Unido desempenhou um papel incansável em alvos importantes e locais de treinamento.

Como o segundo maior contribuinte para a campanha militar da Coalizão Global, o Reino Unido realizou mais de 8 mil surtidas com jatos Tornado e Typhoon e drones Reaper, fornecendo ataques, vigilância e reconhecimento, reabastecimento e transporte”.

Desde 2014, o Reino Unido atingiu a Daesh com mais de 1.500 ataques, bombardeando alvos, incluindo posições de metralhadoras pesadas, atiradores e depósitos de armas.

Aeronaves Typhoons, Tornados e Reapers da RAF perseguiram o Daesh dia e noite, atacando Raqqa e Dayr az Zawr na Síria até Qayyarah e Al Qaim no Iraque.

O Marechal Chefe do Ar, Sir Stephen Hillier, disse: “Este foi um esforço imenso dos aviadores da RAF e das mulheres aviadoras nos últimos três anos de operações continuadas, atacando o Daesh no Iraque e na Síria. No entanto, o tempo continua com as aeronaves da RAF destruindo 17 alvos na Síria em um único dia na semana passada”.

Há três anos, o Daesh estava a apenas uma hora dos portões de Bagdá, mas hoje perdeu mais de 73% do território que ocupava no Iraque e 65% do seu antigo território na Síria. dizem funcionários britânicos.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Os Tornados britanicos se revelando como verdadeiro carregadores de piano , vai deixar saudades , seu modus operanti discreto , sem pirotecnia , são formidáveis !

Comments are closed.