Cabine de comando do jato russo MC-21.

A Rússia planejou substituir até 2023 os aviônicos ocidentais do avião comercial MC-21 por aviônicos produzidos nacionalmente.

Atualmente os aviônicos da aeronave MC-21 são fabricados pela americana Honeywell e Rockwell Collins, e a francesa Thales.

Uma minuta do concurso foi emitida para procurar possíveis fabricantes russos. O prazo para o desenvolvimento, testes e certificação da aviônica deve estar concluído até o final de 2023, informou a mídia russa na sexta-feira.

O documento afirma que o prazo pode ser alterado, levando em consideração “a data do desenvolvimento da aviônica sob o certificado básico” e “a prontidão e a conformidade dos componentes fabricados na Rússia e com as especificações técnicas”.

O MC-21 deve ser certificado em 2020.

A fabricante Irkut confirmou planos de equipar o MC-21 com aviônicos russos, acrescentando que “procedimentos de competição” ainda estavam em andamento.

O avião MC-21-300 pode acomodar até 211 passageiros. Realizou seu primeiro voo em 28 de maio de 2017. A certificação deverá estar concluída em 2020, enquanto a produção em série deverá começar em 2021.

A transportadora aérea russa Aeroflot deve se tornar a primeira operadora da nova aeronave, enquanto a Malásia pode se tornar o primeiro cliente internacional.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS