Saab

Inicio Tags Biocombustíveis

Tag: Biocombustíveis

Boeing vai ampliar investimento na indústria de combustível de aviação sustentável do Brasil

0
A Boeing está investindo em biocombustíveis no Brasil.

A Boeing anunciou hoje um investimento de US$ 1 milhão nos esforços do Brasil para estabelecer uma indústria de combustível de aviação sustentável.

Anúncios

Força Aérea Indiana certifica aeronaves An-32 para operar com biocombustível desenvolvido no país

4
Aeronave de transporte tático An-32 da Força Aérea Indiana.

A frota de aeronaves de transporte militar tático Antonov An-32, da Força Aérea Indiana (IAF), foi formalmente certificada, no dia 24 de maio, para voar com combustível misto de aviação contendo até 10% de biocombustível de aviação fabricado no país.

Airbus entrega primeira aeronave fabricada nos EUA abastecida com mistura biocumbustível

3
Primeiro A321 da JetBlue fabricado em Mobile, EUA, foi entregue abastecido com mistura biocombustíveis. (Foto: Airbus)

A unidade de produção da Família A320 da Airbus nos EUA entregará hoje sua primeira aeronave parcialmente alimentada por combustível de aviação sustentável. O mais recente A321 da JetBlue deve partir de Mobile hoje, dia 20 de setembro, com 15 por cento de combustível de aviação sustentável em seus tanques.

SpiceJet realiza primeiro voo com uso de biocombustível da Índia

0
A SpiceJet conduziu com sucesso o primeiro voo da Índia movido a biocombustível, usando um Bombardier Q400.

A SpiceJet realizou com sucesso o primeiro voo com motor movido a biocombustível da Índia. A companhia aérea realizou o voo na rota Dehradun-Delhi usando um Bombardier Q400.

Aeronaves A320 e DC-8 voam juntas na Europa em projeto conjunto da NASA e DLR

2
O DC-8 da NASA acompanha o A320 do DLR durante pesquisa na Europa. (Foto: DLR)

Em janeiro de 2018, um DC-8 da NASA e um A320 do Centro Aeroespacial Alemão (Deutsches Zentrum für Luft- und Raumfahrt, DLR) estiveram recentemente na Europa realizando uma série de voos para avaliar o impacto dos biocombustíveis no clima. Ambos os aparelhos operaram a partir da Base Aérea de Ramstein, para voar no espaço aéreo controlado de Mecklenburg-Pomerania (norte da antiga Alemanha Oriental).

Singapore Airlines lança série de 12 voos transpacíficos com o A350 XWB abastecido com biocombustível

0
A companhia aérea Singapore Airlines fará 12 voos comerciais com o A350XWB abastecidos com uso de biocombustíveis. (Foto: Singapore Airlines)

A Singapore Airlines iniciou uma série de voos usando biocombustíveis com as aeronaves A350-900 em voos transpacíficos sem escalas entre Cingapura e São Francisco.

Gripen completa testes de voo com 100% biocombustível

3
O Gripen foi capaz de completar uma série de testes usando 100% biocombustível. (Foto: Saab)

O Gripen pela primeira vez completou uma série de testes com 100% de biocombustível. Isso demonstra que a aeronave pode voar com um combustível alternativo e fornece conhecimentos valiosos para o futuro uso possível de combustível alternativo.

Sinopec e Airbus desenvolverão combustível alternativo para aviação na China

0
A Airbus vai desenvolver biocombustíveis de aviação com a China. (Foto: Zhao)

A China Petroleum and Chemical Corporation (Sinopec), uma das maiores empresas de energia da China, e a Airbus estão desenvolvendo e promovendo a produção de combustíveis renováveis para uso regular na aviação comercial na China.

A Sinopec é a principal parceira a auxiliar o Governo Central a estabelecer uma certificação chinesa de navegabilidade aérea para combustíveis de aviação alternativos produzidos a partir de matérias-primas cultivadas localmente.

O combustível certificado, conhecido como “1# bio-jetfuel”, será produzido pela Sinopec através da utilização de sua própria tecnologia a partir de uma refinaria recém-construída em Hangzhou (perto de Xangai). A refinaria é uma dos poucas no mundo com capacidade de produzir, em grande escala, combustível de aviação a partir de biomassa.

A Airbus apoia o desenvolvimento do padrão chinês por meio de sua expertise técnica adquirida em processos de certificação anteriores junto aos organismos de normalização de combustíveis da União Europeia e dos Estados Unidos e, também, na escolha de matérias-primas sustentáveis.

De acordo com o vice-presidente sênior da Sinopec, DAI Houliang, “o Bio-jetfuel está se tornando cada vez mais importante na aviação e no mercado de energia. Ele vai ajudar no crescimento da aviação de forma sustentável e também a atender a crescente demanda por combustível. A Sinopec desenvolveu sua própria tecnologia para a produção de combustível de aviação a partir de biomassa e resíduos de óleo, e já produziu combustível que atende aos padrões internacionais. A Sinopec está auxiliando a CAAC (Administração da Aviação Civil da China) no processo de certificação de navegabilidade aérea e se orgulha por colaborar com a Airbus e com outros parceiros no esforço pela criação de combustíveis alternativos de aviação”.

Além da certificação do combustível, os parceiros estão também estabelecendo uma cadeia de valor para o combustível sustentável na China, para ajudar a acelerar a sua comercialização, que utilizará recursos e capacidade de refino 100% local.

“Os biocombustíveis são uma parte crucial do caminho traçado para atender as ambiciosas metas de CO2 da aviação. Temos o privilégio de trabalhar com os nossos parceiros chineses para estabelecer uma cadeia nacional de valor na China que é 100% chinesa”, disse o presidente da Airbus China, Laurence Barron.

A Airbus atualmente apoia cadeias de valor para combustível sustentável na Austrália, na América Latina, na Europa e no Oriente Médio.

Enhanced by Zemanta

Embraer, Boeing e Airbus anunciam colaboração para a comercialização de biocombustível para aviação

6
A Embraer, a Boeing e a Airbus assinaram hoje um memorando de entendimento para o desenvolvimento de biocombustíveis para aviação com custos econômicos acessíveis, e com desempenho similares aos de origem fóssil (drop-in). Na foto acima (E-D) Jim Albaugh, Presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes, Paulo Cesar de Souza e Silva, Presidente da Embraer, Aviação Comercial, e Tom Enders, Presidente e CEO da Airbus. (Foto: Embraer)

A Embraer, a Boeing e a Airbus assinaram hoje um memorando de entendimento para o desenvolvimento de biocombustíveis para aviação com custos econômicos acessíveis, e com desempenho similares aos de origem fóssil (drop-in). As três empresas líderes da industria aeronáutica concordaram em buscar oportunidades de colaboração para cooperar com governos, produtores de biocombustíveis e outros stakeholders para apoiar, promover e acelerar a disponibilidade de novas fontes sustentáveis de combustível para a aviação.

O Presidente da Embraer, Aviação Comercial, Paulo Cesar de Souza e Silva, o Presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes, Jim Albaugh, e o Presidente e CEO da Airbus, Tom Enders, assinaram o acordo no Aviation and Environment Summit, promovido pelo Air Transport Action Group (ATAG), em Genebra.

“Estamos todos comprometidos em assumir um papel de liderança em programas tecnológicos que possam facilitar o desenvolvimento de biocombustíveis para a aviação e sua aplicação efetiva mais rápida do que se estivéssemos atuando independentemente”, disse Paulo César de Souza e Silva. “Poucas pessoas sabem que o conhecido programa de biocombustíveis de automóveis do Brasil começou dentro de nossa comunidade de pesquisa aeronáutica, na década de 1970, e continuaremos fazendo história.”

“Há momentos para competir e há momentos para cooperar”, disse Jim Albaugh. “Duas das maiores ameaças à nossa indústria são o preço do petróleo e o impacto do tráfego aéreo comercial no nosso meio ambiente. Trabalhando junto com a Airbus e a Embraer em biocombustíveis sustentáveis, podemos agilizar sua disponibilidade e reduzir os impactos da nossa indústria no planeta que compartilhamos.”

“Fizemos grandes avanços nos últimos dez anos na redução de emissões de CO2 de nossa indústria – apenas 3% a mais de consumo de combustível para um aumento de 45% no tráfego aéreo”, disse Tom Enders. “A produção e uso de quantidades sustentáveis de biocombustíveis de aviação é fundamental para alcançarmos as ambiciosas metas de redução de CO2 de nossa indústria e estamos fazendo isto por meio da utilização de Pesquisa e Desenvolvimento em diferentes cadeias de valor e apoiando a Comissão da União Européia para atingir a meta de 4% de biocombustível na aviação até 2020.”

O acordo de colaboração apóia a abordagem ampla e variada da industria da aviação para reduzir as emissões de carbono. A inovação contínua e a dinâmica de competição do mercado leva cada fabricante a melhorar continuamente o desempenho de seus produtos, além da modernização do tráfego aéreo que é outro elemento crítico para a aviação alcançar um crescimento neutro em emissões de carbono após 2020 e cortar pela metade as emissões do setor até 2050, em relação aos níveis de 2005.

“O fato desses três líderes da aviação terem deixado de lado suas diferenças competitivas para trabalhar juntos em apoio ao desenvolvimento de biocombustíveis, ressalta a importância e o foco da indústria em práticas sustentáveis”, disse Paul Steele, Diretor-Executivo do ATAG. “Por meio destes acordos de colaboração, a aviação está fazendo tudo o que pode para obter reduções mensuráveis nas emissões de carbono, gerando um grande valor econômico e social em todo o mundo.”

As três empresas são filiadas ao Sustainable Aviation Fuel Users Group (www.safug.org), que inclui 23 importantes empresas aéreas responsáveis por aproximadamente 25% do uso anual de combustível de aviação.

A Embraer e a Boeing já estão colaborando para estabelecer uma indústria de biocombustíveis sustentável para aviação no Brasil e explorando novos caminhos tecnológicos para ampliar as fontes e a disponibilidade desses biocombustíveis. A Embraer, a Airbus e a Boeing também estão ativas no mundo todo para auxiliar o estabelecimento de cadeias de suprimento regionais, e as três empresas já apoiaram diversos voos com biocombustível desde que os órgãos internacionais de normatização de combustíveis aprovaram seu uso comercial em 2011.

Cavok nas redes sociais

62,400FãsCurtir
340Inscritos+1
6,415SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,780InscritosInscrever
Anúncios