Saab

Inicio Tags Catar

Tag: Catar

RAFALE: Imprensa francesa analisa o que mudou para a França vender os caças com mais facilidade

32
Rafale (2)
Dassault Rafale (Foto: Dassault Aviation)

A venda de 24 aviões de caça franceses Rafale ao Catar, oficializada nesta segunda-feira (4) durante visita do presidente François Hollande a Doha, é um dos principais destaques na imprensa internacional.

Anúncios

Eurofighter volta para competição de caças no Catar

30
O Catar pretende avaliar o caça Eurofighter Typhoon antes de decidir pela compra de novos caças. (Foto: Eurofighter)
O Catar pretende avaliar o caça Eurofighter Typhoon antes de decidir pela compra de novos caças. (Foto: Eurofighter)

O Ministério da Defesa do Catar irá avaliar o caça Eurofighter Typhoon na competição para o fornecimento de aviões militares. A participação do caça europeu na competição de aeronaves militares no Catar foi suspensa em 2011, quando a Força Aérea do Catar se juntou à operação da OTAN na Líbia.

De acordo com o site Defense News, a decisão de retomar a avaliação do caça Eurofighter no concurso foi tomada depois de uma visita ao Catar do secretário de relações exteriores britânico, William Hague, no final de fevereiro de 2013.

O Catar anunciou um concurso para o fornecimento de aviões de combate em novembro de 2010. Nem a quantidade potencial de compra, bem como o número de equipamentos previstos para compra foi divulgado. Presumivelmente, o Catar planeja comprar 24-36 novos aviões de combate, que vão substituir os antigos caças Dassault Mirage 2000-5. Os pedidos de participação do Eurofighter no concurso é um preocupação para a fabricante norte americana Boeing e a francesa Dassault.

Na competição agora estão participando os caças F/A-18E/F Super Hornet e F-15 Eagle da Boeing, o Rafale da Dassault e o Typhoon através da EADS. A Força Aérea do Catar teve que fazer testes e avaliações nos modelos F/A-18E/F, F-15 e Rafale. Em 2011, a Força Aérea do Catar se juntou à operação da OTAN na Líbia e os testes com o Typhoon foram cancelados. Em 2012, foi relatado que o governo do Catar iria escolher o vencedor da licitação dentre os três primeiros aviões testados.

Enhanced by Zemanta

Boeing entrega a quarta e última aeronave C-17 para Força Aérea do Catar

6
A quarta aeronave C-17 Globemaster III entregue pela Boeing para a Força Aérea do Emirado do Catar. (Foto: Boeing)

A Boeing entregou no dia 11 de dezembro o quarto avião de transporte militar C-17 Globemaster III para Força Aérea do Emirado do Catar. A entrega, realizada em Long Beach, reflete o acordo do Catar com o governo dos EUA para adquirir mais dois C-17, que eleva a frota da Força Aérea do Emirado do Catar (QEAF) para um total de quatro, enquanto o C-17 continua atraindo encomendas em todo o mundo. A Catar recebeu seu terceiro C-17 no início deste ano.

“A confiabilidade do C-17, junto com suas capacidades estratégicas e táticas únicas, ampliou nosso alcance e a capacidade de apoiar as missões em todo o mundo em qualquer momento”, disse o General-Brigadeiro Ahmed Al-Malki, chefe do comitê de transporte aéreo do Catar. “Dobrar nossa frota fortalece nossa capacidade de ajuda humanitária e de missões de paz.”

Um C-17 do Catar, no início deste ano, apoiou a operação da OTAN na Líbia e proporcionou um alívio para as vítimas da seca no Quênia. No início de 2010, um C-17 da QEAF levou ajuda humanitária ao Haiti e ao Chile após os terremotos devastadores.

“A Boeing saúda a Força Aérea do Emirado do Catar e suas bravas equipes dos C-17 que continuam a responder às crises ao redor do mundo”, disse Bob Ciesla, vice-presidente da Boeing Airlift e gerente de programa C-17. “Temos orgulho de ser seu parceiro e apreciar a sua confiança na aeronave de transporte mais confiável do mundo.”

A Catar, a primeira nação do Oriente Médio a encomendar o C-17, assinou um acordo com a Boeing no dia 21 de julho de 2008, para duas aeronaves de transporte, equipamentos avançados e serviços associados, com opções para duas aeronaves adicionais. A Boeing entregou os dois primeiros C-17 do Catar em 2009.

A Boeing já entregou 249 aviões C-17s em todo o mundo, incluindo 218 para a Força Aérea dos EUA e 31 aeronaves C-17 para a Austrália, Canadá, Catar, Emirados Árabes Unidos, o Reino Unido e para os 12 membros da iniciativa de capacidade de transporte aéreo estratégico da OTAN. A Índia possui 10 aviões C-17 encomendados para entrega entre 2013 e 2014.

Agradecemos as contribuições até o momento. Graças à colaboração de algumas pessoas estamos conseguindo manter o site no ar, pois o valor necessário para manter o Cavok no ar é alto. Continuamos pedindo a ajuda de todos com as contribuições, que podem ser de qualquer valor. Se cada um ajudar um pouco, poderemos assim manter esse local como o melhor site de aviação do Brasil. Continuamos também lutando para conseguir um patrocínio, que ajudaria bastante nas despesas mensais do site. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já meu muito obrigado!




Enhanced by Zemanta

Boeing celebra a entrega do primeiro 787 Dreamliner da Qatar Airways

0
O primeiro Boeing 787 Dreamliner da Qatar Airways foi entregue no dia 12 de novembro.

A Boeing e a Qatar Airways comemoraram na segunda-feira, dia 12 de novembro, a entrega do primeiro Boeing 787 Dreamliner da companhia aérea. O avião, o primeiro de 30 aviões 787 encomendados pela companhia aérea baseada em Doha, é também o primeiro a ser entregue a uma companhia aérea no Oriente Médio.

“Estamos muito satisfeitos em receber nosso primeiro Dreamliner, um avião que esperamos estabelecer novos padrões de confiabilidade e conforto, quando combinado com a experiência ao passageiro premiada da Qatar Airways”, disse Akbar Al Baker, CEO da Qatar Airways. “Nossa decisão de investir neste avião inovador, e que representa o futuro das viagens aéreas, reflete a nossa firme crença nas suas capacidades incomparáveis e no valor que irá acrescentar à nossa frota e nos planos de expansão da rede.”

O interior (classe executiva) do Boeing 787 da Qatar Airways.

Feita a partir de materiais compósitos, o Boeing 787 Dreamliner é o avião de tamanho médio capaz de voar as primeiras rotas de longo alcance e permitirá que companhias aéreas, como a Qatar Airways, possam abrir novos voos sem escalas nas rotas preferidas pelo público que viaja. A companhia aérea anunciou que vai implantar o Dreamliner em serviços para Dubai, Heathrow, em Londres, Delhi e Zurique, com outros 787 adicionais planejados para se juntar à frota.

“Não há dúvida em minha mente que a Qatar Airways é uma das histórias de sucesso de companhias aéreas mais notáveis do nosso tempo e é justo que ela tenha sido escolhida para receber o avião tecnologicamente mais avançado de nosso tempo”, disse Ray Conner, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes. “O 787, com a sua eficiência de combustível e conforto dos passageiros inigualáveis, certamente vai atender os planos da Qatar Airways para continuar a cumprir a sua promessa de qualidade e rentabilidade. A entrega realizada nessa segunda-feira marca o início de um novo capítulo na parceria da Boeing com a Qatar Airways, que é baseado num compromisso mútuo de excelência.”

Os clientes da Qatar Airways também terão melhorias no ambiente da cabine, como melhor iluminação, janelas maiores, maiores compartimentos de bagagens de mão, menor altitude da cabine e sistemas de ventilação reforçados, entre outras características. A configuração do 787 da Qatar Airways está configurado com 22 assentos na classe executiva e 232 na econômica.

O primeiro Boeing 787 da Qatar Airways é também o 32° avião Boeing da companhia aérea e vai operar junto a uma frota de 31 aviões Boeing 777 de passageiros e de carga. A companhia aérea baseada em Doha voa atualmente para uma rede mundial de 120 destinos na Europa, Oriente Médio, África, Ásia-Pacífico, América do Norte e América do Sul.

Solicito um minuto da atenção de você leitor do Cavok. Estamos tendo despesas elevadas com servidores devido ao alto tráfego gerado mensalmente, e precisamos da ajuda de todos para continuar mantendo o site estável e permanentemente no ar. Sem a ajuda de vocês, fica inviável manter o Cavok, já que infelizmente as empresas aeronáuticas brasileiras até o momento não anunciaram no nosso site, mesmo sendo o Cavok uma das maiores referências sobre notícias de aviação do país, reconhecido inclusive internacionalmente, e um dos sites de aviação mais visitados do país, senão o maior. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral.




Desde já meu muito obrigado.

Fernando Valduga

Enhanced by Zemanta

Qatar Airways quer comprar a GOL

14
Aeronaves Boeing 737 da GOL no pátio do Aeroporto Internacional Salgado Filho em Porto Alegre. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok Brasil Team)

A Qatar Airways quer comprar a GOL, segundo a coluna Radar da edição desta semana de Veja. A revista afirma que executivos da companhia aérea árabe reuniram-se com a direção da GOL na semana passada.

O modelo preferido pelos árabes é o seguido pela associação da chilena LAN com a brasileira TAM, que criou a maior companhia aérea do planeta, em valor de mercado. Como, por lei, companhias aéreas brasileiras não podem ter seu controle transferido para estrangeiros, LAN e TAM optaram por criar uma holding no Chile, a Latam, com participação societária da família Amaro, donos da TAM, e dos Cueto, da LAN.

Segundo a coluna Radar, as conversas estão apenas começando, e ninguém sabe se vingarão.

Reestruturação

A Gol vem promovendo, desde o ano passado, uma série de medidas para voltar ao lucro – algo que não vê desde 2010. A GOL registrou lucro líquido em apenas dois dos últimos seis trimestres – no primeiro e no quarto trimestres do ano passado. No segundo trimestre, a empresa perdeu 715 milhões de reais.

Entre as ações, estiveram a demissão de funcionários e a nomeação de um novo presidente executivo – Paulo Kakinoff, em meados de junho. Na ocasião, chegaram a circular notícias de que a maior missão do ex-presidente da Audi seria preparar a venda da GOL, algo que Kakinoff negou posteriormente.

Outro rumor que circulou nas últimas semanas é de que as dificuldades financeiras da GOL a fariam vender ativos.

A Qatar Airways já é uma parceira da GOL no programa de fidelidade Smiles, cujo IPO é uma das medidas esperadas pelo mercado.

Fonte: Exame.com

Dica do amigo Matheus Pires. Obrigado 😉

Enhanced by Zemanta

Força Aérea do Catar adquire 24 aeronaves de treinamento PC-21 da Pilatus

7
A Força Aérea do Emirado do Catar encomendou 24 aeronaves de treinamento PC-21 da Pilatus, e deve começar a receber as primeiras aeronaves em 2014. (Foto: Pilatus Aircraft)

A Pilatus Aircraft Ltd anunciou hoje que a Força Aérea do Emirado do Catar (QEAF) assinou um contrato com a fabricante suíça para a aquisição de um sistema completo de treinamento PC-21, composto por uma frota de 24 aeronaves turboélices de treinamento PC-21, um conjunto de ativos de formação baseados no solo com um extenso apoio logístico e pacote de manutenção.

A QEAF selecionou o PC-21 como sua aeronave de asa fixa de treinamento básico e avançado após uma avaliação minuciosa, tanto na Suíça como no Catar. O PC-21 foi considerado o melhor avião e sistema de treinamento entre todas as opções disponíveis atualmente no mercado.

O PC-21 apoiará a formação dos jovens aviadores do Catar na recém-criada Academia da Força Aérea. A Academia Aérea da QEAF vai receber sua primeira aeronave no meio de 2014, e a formação terá início em meados de 2015.

As operações serão suportadas diretamente pela Pilatus no âmbito de um contrato de apoio de longo prazo baseado no desempenho.

Com a Força Aérea do Emirado do Catar, a Pilatus adiciona outro cliente novo a seu portfolio e diz estar muito satisfeita ao acolher o emirado junto as crescentes forças aéreas de classe mundial que operam as plataformas de treinamento da Pilatus. A empresa disse também estar honrada pela confiança depositada para poder apoiar a QEAF no seu ambicioso projeto ao assinar o contrato.

A empresa suíça agora vai trabalhar para desenvolver com sucesso esta parceria e poder entregar e apoiar a aeronave de treinamento básico e avançado Pilatus PC-21.

Catar pretende adquirir 24 helicópteros de ataque AH-64D Apache Longbow Block III

8
O governo do Catar pretende adquirir 24 helicópteros de ataque Boeing AH-64D Apache Longbow Block III. (Foto: Boeing)

A Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA) notificou o Congresso dos EUA no dia 10 de julho de uma possível Venda Militar Estrangeira ao Governo do Catar para 24 helicópteros de ataque Boeing AH-64D Apache Longbow Block III e equipamentos associados, peças, treinamento e apoio logístico, num custo estimado de US$ 3 bilhões.

O Governo do Catar solicitou a possível venda de 24 helicópteros de ataque AH-64D Apache Longbow Block III, 56 motores T700-GE-701D, 27 modernizados sistemas de designação e aquisição de alvos AN/ASQ-170, 27 modernizados sensores de vião noturna para o piloto AN/AAR-11, 12 radares de controle de fogo AN/APG-78 com a unidade de radar eletrônico (componente Longbow), 12 interferômetros de frequência de radar AN/APR-48A, 28 sistemas padrão de alerta de mísseis AN/AAR-57(V)7, 30 conjuntos de detecção laser AN/AVR-2B, 28 conjuntos de detecção de sinal radar AN/APR-39A(V)4, 28 jammers de radar ou equivalentes AN/ALQ-136(V)5, 160 capacetes com sistema de visão integrada no display, 58 Sistemas Embarcados de Posicionamento Global com navegação inercial, 30 canhões automáticos de 30mm, 8 unidades de alimentação no solo, 52 óculos de visão noturna AN/AVS-6, 60 lançadores de mísseis Hellfire M299A1, 576 mísseis AGM-114R Hellfire II, 295 micro processadores reprogamáveis FIM-92H STINGER Block I, 50 lançadores de mísseis ar-ar STINGER, 4092 foguetes 2,75 Hydra, e 90 capacetes integradors Apache Aviator.

Também estão incluídos flares de contramedidas infravermelhos M206, cargas de flares avançados de contramedidas infravermelhos M211 e M212 (AIRCM), dispositivos de treinamento, capacetes, simuladores, geradores, transporte, veículos de rodas e equipamentos para organização, peças de reposição e reparação, equipamentos de suporte, ferramentas e equipamentos de teste, dados técnicos e publicações, formação de pessoal e equipamento de treinamento, engenharia contratante, serviços de apoio logístico e técnico, e outros elementos relacionados de apoio logístico.

A proposta de venda dos helicópteros AH-64D Apache irá permitir que as Forças Armadas do Catar (QAF) possam substituir suas antigas células com helicópteros de ataque multimissão, capazes de responder às suas necessidades para as missões de apoio aéreo aproximado, de reconhecimento armado e guerra anti-tanque. Os helicópteros irão fornecer a longo prazo uma capacidade defensiva e ofensiva para a península do Qatar, bem como reforçar a proteção das infra-estruturas e plataformas de petróleo e gás, que são vitais para os EUA e os interesses econômicos ocidentais. O Catar não terá dificuldade em absorver estes helicópteros nas suas forças armadas.

Qatar Airways vai apresentar seu primeiro 787 Dreamliner no Farnborough International Air Show

0
O primeiro Boeing 787 Dreamliner da Qatar Airways será apresentado ao público no Farnborough International Air Show. (Foto: Qatar)

A Qatar Airways irá apresentar o seu novo Boeing 787 Dreamliner no Farnborough International Air Show, que vai ocorrer no Reino Unido entre os dias 09 e 15 de julho. A companhia aérea colocará o seu 787 na exposição estática do evento, que atrai mais de 1.400 expositores de equipamentos da aeronaves, e as últimas tecnologias da indústria de aviação comercial, de defesa e aeroespacial.

A estréia do novo 787 Dreamliner nas cores da companhia aérea Qatar Airways representa um marco significativo enquanto a companhia aérea faz os preparativos finais para receber este ano oficialmente o primeiro dos 60 aviões encomendados. A Qatar Airways tem previsão para receber cinco aviões 787 em 2012.

O primeiro 787 da Qatar irá inicialmente operar nas rotas dentro do Golfo, antes de fazer seu voo comercial inaugural de longa distância entre Doha e Heathrow, em Londres.

Governo do Catar solicita a compra de 22 helicópteros MH-60 “Romeo” e “Sierra” Seahawk

11
Um par de helicópteros Sikorsky MH-60R Seahawks da Marinha dos EUA. (Foto: Lockheed Martin)

A Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA) notificou o Congresso dos EUA no dia 26 de junho de uma possível Venda Militar Estrangeira (FMS) ao Governo do Catar de 10 helicópteros multi-missão MH-60R SeaHawk, 12 helicópteros multi-missão MH-60S Seahawk com kits de modificação para helicópteros armados, 48 motores T-700 GE 401C (44 instalados e 4 de reserva) com opção de compra de adicionais 6 helicópteros MH-60S Seahawk com o kit de modificação para helicópteros armados e 13 motores T700 GE 401C, além de todo pacote logístico, de treinamento, ferramental de manutenção, peças de reposição e equipamentos de comunicação. O custo total do pacote está estimado em US$ 2,5 bilhões.

Esta venda proposta contribuirá para a política externa e de segurança nacional dos Estados Unidos, ajudando a melhorar a segurança de um país alidao que tem sido, e continua sendo uma força importante para o progresso político e econômico no Oriente Médio. O Catar é um parceiro estratégico na manutenção da estabilidade na região. A aquisição destes helicópteros permitirá uma maior interoperabilidade com as forças norte-americanas, proporcionando benefícios para a formação e eventuais operações futuras da coalizão no apoio a objetivos comuns de segurança regional.

A proposta de venda de helicópteros MH-60R e MH-60S Seahawk irá melhorar a capacidade do Catar para atender as atuais e futuras ameaças de guerra anti-superfície. O Catar vai usar a capacidade aprimorada para reforçar a sua defesa nacional. Os helicópteros MH-60R e MH-60S irão complementar e, eventualmente, substituir os antigos helicópteros de patrulha marítima da Força Aérea do Catar. O Catar não terá dificuldade em absorver estes helicópteros em suas forças armadas.

O Catar também solicitou a compra de 12 helicópteros utilitários UH-60L Black Hawk na metade de junho.

Catar solicita compra de 12 helicópteros UH-60M Black Hawk

1
O Catar solicitou aos EUA a compra de 12 helicópteros UH-60M Black Hawk. (Foto: Sikorsky)

A Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA) notificou o Congresso dos EUA no dia 12 de junho de uma possível Venda Militar Estrangeira (FMS) ao Governo do Catar de 12 helicópteros utilitários UH-60M Black Hawk, 26 motores T700-GE-701D (24 instalados e 2 sobressalentes), 15 Sistemas de Alerta de Mísseis AN/AAR-57 V(7), 15 conjuntos de detecção laser AN/AVR-2B, 15 Conjuntos de detecção de sinal radar AN/APR-39A(V)4, 26 Metralhadoras M240H, e 26 óculos de visão noturna AN/AVS-6. O custo estimado é de US$ 1,112 bilhão.

O Governo do Catar solicitou a possível venda dos 12 helicópteros UH-60M Black Hawk e equipamentos acima descritos, e mais flares de contramedidas infravermelho M206, flares avançados de contramedidas por infravermelho (AIRCM) M211 e M212, metralhadoras M134D-H, intregração de sistemas e certificação de navegabilidade aérea, simuladores, geradores, transporte, veículos de transporte e organização de equipamentos, peças de reposição e reparação, equipamentos de apoio, ferramentas e equipamentos de teste, dados técnicos e publicações, formação de pessoal e equipamento de treinamento, engenharia contratante, técnica, e serviços de logística de apoio e outros elementos relacionados de apoio logístico.

Esta venda proposta contribuirá para a política externa e de segurança nacional dos Estados Unidos, ajudando a melhorar a segurança de um país amigo que tem sido, e continua sendo uma força importante para a política e progresso econômico no Oriente Médio. O Catar é palco para o AFCENT das forças norte-americanas e serve como uma base avançada crítica localizada na região. A venda proposta dos helicópteros UH-60M Black Hawk visa melhorar a capacidade do Catar para enfrentar as ameaças atuais e futuras e proporcionar uma maior segurança para a sua essencial infraestrutura de petróleo e gás natural, e diante dos significativos acontecimentos nacionais. O Catar vai usar a capacidade aprimorada para fortalecer sua defesa da pátria. O Catar não terá dificuldade em absorver estes helicópteros em suas forças armadas. O proposta de venda deste equipamento e apoio não vai alterar o equilíbrio militar básico na região.

Os principais contratantes serão a Sikorsky Aircraft Company, em Stratford, Connecticut, e a General Electric Aircraft Company, de Lynn, Massachusetts. Não existem acordos conhecidos de offsets propostos nesta potencial venda. A implementação dessa venda proposta irá exigir a atribuição de dois representantes dos contratante no Catar por um período mínimo de três anos para apoiar a entrega dos helicópteros e prestar apoio e equipamentos de familiarização. Além disso, o Catar manifestou interesse numa Equipe de Assistência Técnica baseada no país para treinamento dos pilotos e das equipes de manutenção. Para apoiar a exigência, uma equipe de 12 funcionários (um líder da equipe e 11 militares contratados) ficarão implantados no Catar por aproximadamente três anos.

Boeing entrega o primeiro 747-8 Intercontinental numa configuração VIP

8
O Boeing 747-8 Intercontinental na configuração VIP (A7-HHE) entregue para a Qatar Amiri Flight. (Foto: Boeing)

A Boeing celebrou uma grande conquista no esforço de criar uma nova aeronave Rainha dos Céus para o século 21, entregando o primeiro avião 747-8 Intercontinental VIP para a Qatar Amiri Flight. O avião, que foi entregue com um interior minimalista, entrará em serviço em 2014 após seu interior VIP estar instalado.

“Este é um grande dia para a Boeing”, disse Jim Albaugh, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes. “O 747 é o avião mais emblemático do mundo, e eu sei que os clientes vão adorar o que temos feito para melhorar o seu desempenho. O Intercontinental é rápido, eficiente e tranquila, que oferece ganhos reais, e é uma grande experiência de vôo. E eu acredito que é um dos aviões mais bonitos do céu.”

A versão VIP do 747-8 Intercontinental oferece uma cabine com 444,6 metros quadrados. Este VIP 747-8 incluirá o Aeroloft da Greenpoint Technologies, localizado acima da cabine principal, entre o pavimento superior e a cauda do 747-8 VIP, dando ao avião 36,5 metros quadrados de espaço de cabine adicional. O Aeroloft será instalado pela Boeing Global Transport & Executive Systems (GTEs) em Wichita, Kansas

Com o Aeroloft, o 747-8 na configuração VIP tem um total de 481,1 metros quadrados de espaço de cabine, podendo transportar 100 passageiros e tem um alcance de cerca de 8.840 milhas náuticas (16,372 km). Ele oferece melhorias de dois dígitos na queima de combustível e nas emissões em comparação ao 747-400, e é 30 por cento mais silencioso. Com uma velocidade normal de cruzeiro de Mach 0,86, é o mais rápido jato comercial de grande porte.

O jato 747-8 VIP é o único avião grande na sua classe que se encaixa na infra-estrutura atual de aeroportos, dando a seus proprietários a flexibilidade de voar para mais destinos. Com base na capacidade do atual 747 para voar na maioria dos aeroportos em todo o mundo, o 747-8 VIP utiliza as mesmas certificações de pilotos, serviços e equipamentos de apoio no solo.

Qatar Airways torna-se um grande cliente do Airbus A320neo e encomenda mais cinco A380

0
A Qatar Airways encomendou mais cinco aeronaves Airbus A380. (Foto: Fixion / Airbus)

A companhia aérea nacional do Estado do Catar, a Qatar Airways, escolheu o Airbus A320neo como seus principais aviões para a expansão da frota de curto e médio alcance da transportadora e aumentou a sua encomenda de aeronaves A380. A Qatar Airways assinou um pedido firme no dia 15 de novembro no Dubai Airshow 2011 para 50 jatos da família A320neo e mais cinco super jumbos Airbus A380. Durante o Dubai Airshow, a Qatar Airways também colocou opções para mais 30 aeronaves Airbus da família A320neo e três A380 adicionais.

“O A320neo promete ser uma grande aeronave e é por isso que o escolhi para formar a espinha dorsal da nossa futura expansão da frota de corredor único”, disse Akbar Al Baker, CEO da Qatar Airways. “Junto com nosso pedido adicional de A380 e de nossas encomendas para [o] A350 XWB, continuamos investindo numa família integrada de aeronaves mais modernas e eficientes do mundo.”

“A Qatar Airways apoiou o desenvolvimento do Airbus A320neo desde cedo”, observou o diretor John Leahy, chefe operacional para os clientes da Airbus. “É com grande orgulho que estamos anunciando este grande encomenda de hoje, incluindo um pedido adicional de cinco A380s.”

A Qatar Airways também encomendou 50 aeronaves da família de jatos A320neo da Airbus. (Foto: Fixion / Airbus)

Antes da encomenda do dia 15 de novembro, a Qatar Airways tinha encomendado um total de 43 aeronaves da família A320 diretamente da Airbus e, inclusive aeronaves arrendadas, e agora tem 38 na sua frota. Os quatro últimos A320 da Qatar Airways haviam sido encomendados com a possibilidade de instalação posterior dos “Sharklets”.

A encomenda total da Qatar Airways de aeronaves A380 agora aumentou para 10 unidades após a sua encomenda inicial de dois jatos em 2003, que foi posteriormente aumentado para cinco em 2007. A frota da Qatar Airways em serviço atualmente também inclui a maior frota da região do Airbus A330, com a companhia aérea operando 16 jatos A330-200s e 13 do tipo A330-300s.

De acordo com a Airbus, o A320neo reduz a queima de combustível em 15 por cento em comparação com os atuais jatos da família A320, que é equivalente a 1,4 milhões de litros de combustível por ano – o consumo de 1.000 carros de tamanho médio.

As vendas da família A320neo chegaram quase 1.500 pedidos e compromissos em menos de um ano, tornando-o o jato que mais rapidamente alavancou vendas.

No dia 15 de novembro, o total de pedidos firmes para o A380 era de 240 unidades para 18 clientes.

Boeing e Qatar Airways anunciam a venda de mais dois 777 cargueiros

0
Um Boeing 777F da Qatar Airways Cargo.

A Boeing e a Qatar Airways anunciaram uma encomenda de dois aviões cargueiro Boeing 777F no Dubai Airshow 2011. A compra está avaliada em US$ 560 milhões pelo preço de tabela.

“À medida que aceleramos os esforços para aumentar a nossa rede global de carga, estamos expandindo nossa frota com novos aviões como o Boeing 777 Cargueiro, que nos permitem entregar mais carga e de forma mais eficiente do que nunca”, disse Akbar Al Baker, CEO da Qatar Airways.

A Qatar Airways opera atualmente 28 aeronaves Boeing 777 de vários tipos, incluindo 16 777-300ER, três unidades do 777 Cargueiro e nove 777-200LR. Em 2013, a companhia aérea planeja servir mais de 120 destinos em todo o mundo com uma frota de mais de 120 aeronaves.

Ministro italiano visita o Catar para vender jatos de treinamento M-346 e caças Eurofighter

5
O Catar estaria interessado em adquirir jatos de treinamento M-346 Master da italiana Alenia. (Foto: Alenia Aeronautica)

Segundo a Reuters, o vice ministro de defesa da Itália, Guido Crosetto, partiu nessa terça-feira para o Catar, onde fará uma visita com o intuito de ajudar na venda de aeronaves de treinamento a jato Aermacchi M346 Master, fabricados pela italiana Alenia Aermacchi do grupo Finmecanicca.

Durante a visita, o ministro também pretende apresentar propostas para o Catar adquirir os caças europeus Eurofighter, os quais são fabricados pelo consórcio europeu no qual além da Finmeccanica, estão as empresas EADS e a britânica BAE Systems.

Qatar Airways recebe sua 100ª aeronave Boeing

0
Na cerimônia de entrega da 100ª aeronave Boeing para Qatar Airways, o CEO da companhia aérea, Akbar Al Baker, esteve presente. (Foto: Boeing)

A Boeing entregou numa cerimônia em Everett na sexta-feira, dia 30 de setembro, a 100ª aeronave da Qatar Airways, um Boeing 777-200LR. A companhia aérea baseada em Doha agora opera com 27 Boeing 777, incluindo 16 da versão maior 777-300ER, dois 777 cargueiros e nove de longo alcance 777-200LR. A Qatar possui mais 13 aeronaves 777 programadas para entrega.

“Desde que recebemos o nosso primeiro Boeing 777 em novembro de 2007, o avião ganhou uma reputação de versatilidade, conforto e confiabilidade, e é justo que nosso avião de número 100 seja um 777”, disse Akbar Al Baker, CEO da Qatar Airways.

A atual rede da Qatar inclui mais de 100 destinos em toda a Europa, Oriente Médio, África, Ásia-Pacífico, América do Norte e América do Sul, incluindo vôos sem escala de Doha para destinos como São Paulo, no Brasil, e Melbourne, na Austrália.

Catar pretende adquirir 6 helicópteros MH-60R SeaHawk

0
Um par de helicópteros Sikorsky MH-60R Seahawks sobrevoam o Oceano Pacífico. Catar demonstrou interesse em adquirir seis unidades do modelo multimissão. (Foto: Lockheed Martin)

A Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA) notificou o Congresso dos EUA nessa quarta-feira, dia 21 de setembro, de uma possível Venda Militar para Estrangeiros (FMS) ao Governo do Catar, de 6 helicópteros multi-missão Sikorsky MH-60R SeaHawk e equipamentos associados, peças, treinamento e apoio logístico.

O Governo do Catar solicitou a possível venda de 6 helicópteros MH-60R SeaHawk, 13 motores T-700 GE 401C (12 instalados e 1 de reserva), equipamentos de comunicação, equipamentos de apoio, peças de reposição e reparação, ferramentas e equipamentos de teste , dados técnicos e publicações, treinamento de pessoal e equipamento de treinamento, e serviços de apoio logístico, além de outros elementos relacionados de apoio logístico.

PARIS AIR SHOW: AgustaWestland entrega o 400º AW139 fabricado para as Forças Armadas do Catar

4
Um helicóptero AW139 da Força Aérea do Emirado do Catar. (Foto: AgustaWestland)

As Forças Armadas Qatar receberam mais um novo helicóptero médio biturbina AW139. Esta aeronave também é o helicóptero AW139 de número 400 que já foi entregue até agora em todo o mundo, e será operado pela Força Aérea do Emirado do Catar para inúmeras funções, inclusive de serviços públicos, transporte de tropas, busca e salvamento, patrulha de fronteira, operações de forças especiais, aplicação da lei e segurança armada. A entrega do AW139 de número 400 é mais um marco importante para o programa.

O AW139 tornou-se o helicóptero mais vendido da sua classe para uma impressionante variedade de papéis comerciais e governamentais que cumpram os requisitos mais exigentes em todo o globo. Desde a sua certificação em 2003, o AW139 tem sido constantemente reforçado para atingir cada vez mais níveis de desempenho, segurança, eficácia da missão, e capacidade para atender aos requisitos mais recentes exigidos pelos clientes atuais e futuros.

A AgustaWestland prossegue os seus esforços para fazer o AW139 um helicóptero ainda mais competitivo para beneficiar os operadores através da introdução de uma gama de melhorias, bem como novos equipamentos. Desenvolvimentos introduzidos incluem um aumento de peso bruto máximo para permitir uma maior carga útil e missões de longo alcance; o exclusivo Sistema de Proteção Full Icing permitindo operar na capacidade máxima em todas as condições meteorológicas; e um Sistema de Piloto Automático de 4 eixos com modo SAR. O mercado offshore, onde mais de um terço das vendas do AW139 foram registrados até agora, será capaz de tirar proveito de muitas melhorias do produto que a AgustaWestland está implementando para melhorar as capacidades do AW139.

As Forças Armadas do Catar encomendaram um total de 21 helicópteros AW139s, dos quais três são dedicados a missões de emergência médica. O restante da encomenda original de 18 helicópteros será entregue no início de 2012, seguido pela aeronave configurada para Evacuação Médica. O Catar é um dos mercados mais importantes para o AW139 no Oriente Médio, com ordens para quase 40 helicópteros do modelo colocado até o momento, tanto para aplicações governamentais como comerciais.

IMAGEM: Voa pela primeira vez o primeiro Lockheed C-130J da Força Aérea do Catar

1
O primeiro Lockheed C-130J Hercules da Força Aérea do Catar, decola pela primeira vez da unidade da Lockheed em Marietta. (Foto: Lockheed)

A primeira de quatro aeronaves C-130J Super Hercules para a Força Aérea do Emirado do Catar decolou pela primeira vez a partir da unidade da Lockheed Martin em Marietta, Georgia, no dia 8 de junho.

Esta é a primeira experiência do Catar com o C-130, por isso o pacote fornecido pela Lockheed Martin é uma solução completa incluindo quatro aeronaves, treinamento de técnicos de manutenção e da tripulação, peças sobressalentes, apoio em terra e equipamento de teste, carrinhos de manutenção, paletes de carga e uma equipe de técnicos especialistas que ficarão baseados no Catar, durante um período de apoio inicial.

PARIS AIR SHOW: Boeing expõe um 777-200LR da Qatar Airways no evento em Le Bourget

0
O Boeing 777-200LR da Qatar Airways no momento que chegava para o Paris Air Show. (Foto: Boeing)

Um Boeing 777-200LR da Qatar Airways chegou a Le Bourget, perto de Paris, para exibição na Paris International Air Show nesse domingo, dia 19 de junho. A aeronave, um dos 25 Boeing 777 da frota da Qatar Airways, vai estar em exibição durante o show com os holofotes sobre a sua confiabilidade, eficiência operacional, interior cinco estrelas, e capacidade de carga e alcance.

Atualmente, o Boeing 777-200LR é o jato comercial de maior alcance no mundo.

Como uma das companhias aéreas que mais crescem no mundo, a Qatar Airways opera 25 jatos Boeing, todos eles 777:  oito de ultra-longo alcance 777-200LR, 15 777-300ER e dois cargueiros de longo alcance 777F.

PARIS AIR SHOW: Boeing anuncia encomenda de seis jatos 777-300ERs da Qatar Airways

0
Um dos atuais Boeing 777-300ER da companhia aérea Qatar Airways. (Foto: Boeing)

A Boeing e a Qatar Airways anunciaram hoje um pedido de seis aviões Boeing 777-300ER (Extended Range) durante o Paris Air Show 2011. A compra está avaliada em US$ 1,7 bilhões, pelo preço de tabela.

Como uma das companhias aéreas que mais rapidamente cresce no mundo, a Qatar Airways opera atualmente 25 aviões Boeing: oito da versão de longo alcance 777-200LR, e 15 da versão estendida 777-300ER, além de dois cargueiros de longo alcance 777F.

“Estamos expandindo nossa rede internacional rapidamente e adicionando novas rotas e destinos que se estenderão em breve por todo o mundo, especialmente porque o nosso objetivo é abrir mais rotas sem escalas para cidades populare e ainda não completamente atendidas em todo o mundo”, disse Akbar Al Baker, CEO da Qatar Airways. “Atualmente, temos 25 Boeing 777 em nossa frota, e sua carga útil e capacidade de alcance, confiabilidade e economia fizeram essa aeronave tornar-se a espinha dorsal da nossa frota de longo percurso.”

“Estamos extremamente satisfeitos por ser um papel importante no crescimento e sucesso da Qatar Airways”, disse Jim Albaugh, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes. “E nós somos gratos pela confiança e segurança que a Qatar Airways continua a colocar na linha Boeing e no 777”

Em novembro de 2007, a Qatar Airways recebeu seu primeiro Boeing 777 de uma ordem de 32 aeronaves. Exercício de opções posteriormente foram aumentado a  encomenda para 40 aviões, dos quais 15 estão pendentes de entrega.

Cavok nas redes sociais

62,406FãsCurtir
340Inscritos+1
6,414SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,780InscritosInscrever
Anúncios