Saab

Inicio Tags Eurofighter

Tag: Eurofighter

VÍDEO: Incríveis imagens da interceptação de um Boeing 777 por dois Eurofighters alemães

8

O Boeing 777-300ER da Jet Airways sendo interceptado por dois Eurofighters da Luftwaffe.
Nessa semana, um avião 777-300ER com 345 pessoas a bordo deixou de se comunicar com o controle de tráfego aéreo, e devido as preocupações com atentados terroristas, caças foram enviados para interceptação. No caso do vídeo, um par de caças Eurofighter Typhoons da Luftwaffe (Força Aérea Alemã), armados com mísseis ar-ar foram enviados para interceptar o Boeing 777-300ER (VT-JEX) da Jet Airways que sobrevoava a cidade de Colônia, na Alemanha.

Anúncios

Áustria processa Airbus alegando fraude na venda dos caças Eurofighter

9
A Áustria pretendia adquirir 24 caças Eurofighter, mas acabou finalizando a compra nas 15 aeronaves. (Foto: Ministério de Defesa da Áustria)

A Áustria processou a Airbus e o consórcio Eurofighter nessa quinta-feira, alegando uma intencional decepção e uma vinculada fraude em uma encomenda do caça avaliada em 2 bilhões de euros (US$ 2,1 bilhões) feita em 2003.

Força Aérea da Espanha coloca em operação mais 12 caças Eurofighters

1
A Força Aérea da Espanha colocou em operação mais 12 caças Eurofighters, que foram armazenados logo depois da entrega. (Foto: Eurofighter)

Nos últimos dias de 2016, a Força Aérea espanhola finalmente colocou em serviço uma dúzia de aeronaves de combate Eurofighter que foram armazenadas na base aérea de Albacete imediatamente depois de terem sido entregues, devido a falta de fundos para pagar por eles.

Caças Eurofighter da Itália realizam voo recorde para Ilhas Canárias

0
Um caça F-2000 Eurofighter da Força Aérea Italiana reabastece em voo com um KC-767 durante voo para Ilhas Canárias. (Foto: AMI)
Um caça F-2000 Eurofighter da Força Aérea Italiana reabastece em voo com um KC-767 durante voo para Ilhas Canárias. (Foto: AMI)

No final da tarde do dia 21 de outubro, quatro caças F-2000 (a designação da força aérea italiana do Eurofighter) do grupo de caça 18 da 37ª Ala retornaram para Base Aérea de Trapani-Birgi, após quatro dias de atividades de cooperação internacional no chamado EAG (Grupo Aéreo Europeu), realizadas na Base Aérea Espanhola de Gando, em Gran Canaria.

Typhoon para a Bélgica?

12

typhoon-2A Bélgica está buscando um novo caça para substituir seus envelhecidos F-16 e a BAE Systems vai assumir a liderança do consórcio Eurofighter para oferecer e comercializar o Typhoon para Bruxelas.

Kuwait encomenda Sniper pods para seus caças Eurofighters

2
O Kuwait encomendou 18 avançados pods de designação Sniper da Lockheed Martin.
O Kuwait encomendou 18 avançados pods de designação Sniper da Lockheed Martin.

A Lockheed Martin recebeu um contrato de venda direta para a integração de Avançados Pods Designadores (ATP) Sniper para os caças multimissão Eurofighter Typhoon da Força Aérea do Kuwait.

O F-35 nunca poderia “nem em um milhão de anos” vencer o Typhoon ou o Su-35 em um dogfight

97
Caças F-35A, que estão agora com a "permisão para combate" emitida pela Força Aérea dos EUA. (Foto: Matt Cardy / Getty Images)
Caças F-35A, que estão agora com a “permisão para combate” emitida pela Força Aérea dos EUA. (Foto: Matt Cardy / Getty Images)

Essa é pelo menos a opinião do pesquisador especializado em poder aéreo do Royal United Services Institute, Justin Bronk, que afirma dentre outras coisas que o F-35 nos estágios iniciais de desenvolvimento teria perdido seguidos combates simulados contra caças F-16, um caça o qual ele deve substituir na Força Aérea dos EUA.

Completado primeiros testes de voo do míssil Brimstone no caça Eurofighter Typhoon

15
A aeronave de caça Eurofighter Typhoon IPA6 da RAF, armado com 6 mísseis Brimstone, além de quatro Meteor e bombas inteligentes GBU-16 Paveway II e dois mísseis SPEAR. (Foto: Eurofighter)
A aeronave de caça Eurofighter Typhoon IPA6 da RAF, armado com 6 mísseis Brimstone, além de quatro Meteor e bombas inteligentes GBU-16 Paveway II e dois mísseis ASRAAM. (Foto: Eurofighter)

Um caça Eurofighter Typhoon da Real Força Aérea Britânica (RAF) concluiu com êxito uma primeira série de testes de voo com o míssil de ataque de precisão ar-superfície Brimstone da MBDA, antes de iniciar os ensaios de disparos como parte de um programa que visa integrar a arma na aeronave.

Eurofighter inicia testes de voo do novo radar E-Scan

12
Um radar E-Scan instalado no caça Eurofighter IPA5 da RAF. (Foto: Eurofighter)
Um radar E-Scan instalado no caça Eurofighter IPA5 da RAF. (Foto: Eurofighter)

Começaram no Reino Unido os ensaios de voo do radar E-Scan instalado em um caça Eurofighter Typhoon da Real Força Aérea Britânica (RAF), após a conclusão bem sucedida dos testes em solo, abrindo o caminho para a plena integração do radar.

Caça Eurofighter dispara míssil SPEAR pela primeira vez

0
O míssil SPEAR, na cor laranja, foi disparado por um Eurofighter Typhoon. (Foto: BAE Systems)
O míssil SPEAR, na cor laranja, foi disparado por um Eurofighter Typhoon. (Foto: BAE Systems)

Um caça Eurofighter Typhoon da Real Força Aérea Britânica (RAF) disparou com sucesso uma arma de ataque de precisão ar-superfície SPEAR (Selective Precision Effects At Range) pela primeira vez em um teste de voo realizado a partir da unidade da BAE Systems em Warton, Lancashire.

Eurofighter realiza primeiro lançamento de bomba guiada EGBU-16

1
A aeronave Eurofighter C.16 "11-79" da Força Aérea da Espanha, durante o teste de lançamento de uma bomba guiada EGBU-16. (Foto: Força Aérea da Espanha)
A aeronave Eurofighter C.16 “11-79” da Força Aérea da Espanha, durante o teste de lançamento de uma bomba guiada EGBU-16. (Foto: Força Aérea da Espanha)

Uma equipe de teste do Centro Logístico de Experimentação e Armas (CLAEX) da Força Aérea da Espanha realizou com sucesso o primeiro lançamento de uma bomba EGBU-16 (GBU-48) a partir de um caça Eurofighter Typhoon Tranche 2, designado C.16 na Espanha.

Vendas de Typhoon e Hawk elevam as exportações de defesa do Reino Unido

14
Bae Hawk T2
Bae Hawk T2

Segundo o site Flight Global, as vendas de Eurofighter e Hawk para países árabes o ano passado, contribuíram muito no total de exportações de material de defesa do Reino Unido.

PARIS AIR SHOW: Novo presidente da Eurofigther quer reduzir preço de jato

4
Um caça Eurofighter Typhoon da Força Aérea Espanhola. (Foto: Eurofighter)
Um caça Eurofighter Typhoon da Força Aérea Espanhola. (Foto: Eurofighter)

O novo chefe da Eurofighter Typhoon vai colocar em prática planos até o fim de 2013 para reduzir o preço do avião de caça e acelerar a tomada de decisões, à medida em que a um mercado cada vez mais saturado e competitivo.

Primeiro Typhoon Tranche 3 inicia testes eletromagnéticos

16
O Eurofighter Typhoon Tranche 3 (n° 116) durante testes eletromagnéticos com a BAE Systems. (Foto: BAE Systems)
O Eurofighter Typhoon Tranche 3 (n° 116) após a montagem final. (Foto: BAE Systems)

A montagem do primeiro caça Typhoon Tranche 3, destinado para Força Aérea Real britânica, já foi finalizada, juntamente com o teste inicial, e agora a aeronave monoposta (n° 116), estrou na fase de teste eletromagnético.

Uma gama de novos sistemas do Typhoon, como armamento, combustível e controles de vôo podem ser susceptíveis de transmissões de rádio freqüência, como radares de terra ou de antenas de TV e de transmissão de rádio. Para garantir que a aeronave opere corretamente e com segurança em vôo, quando os sistemas são expostos a estas ameaças, a aeronave está passando por testes de compatibilidade eletromagnética (EMC) através de uma técnica conhecida como injeção de corrente contínua. Isto significa que a aeronave recebe sinais simulados de ameaças diretamente em pontos especialmente concebidos nas pontas da cauda, nariz e asas.

Os testes eletromagnéticos vão durar cerca de oito semanas, quando depois a aeronave passará por testes de aviônicos antes de avançar para os testes de motores no solo.

Nos termos do contrato Tranche 3A assinado em 2009, um total de 112 aeronaves foram encomendadas para as quatro nações europeias parceiras Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido, com 40 aeronaves destinas para Real Força Aérea britânica (RAF – Royal Air Force).

As entregas dos Typhoons Tranche 3 estão previstas para começar ainda este ano.

 

Enhanced by Zemanta

Reino Unido e Emirados Árabes Unidos negociam venda de caças Typhoon

33
Os Emirados Árabes Unidos solicitaram em 2011 uma proposta comercial para caças Eurofighter Typhoon. (Foto: Katsuhiko Tokunaga / Eurofighter)
Os Emirados Árabes Unidos solicitaram em 2011 uma proposta comercial para caças Eurofighter Typhoon. (Foto: Katsuhiko Tokunaga / Eurofighter)

O Reino Unido e os Emirados Árabes Unidos estão negociando a venda de aviões de combate Typhoon, disse Philip Dunne, Ministro de equipamentos de defesa, suporte e tecnologia do Reino Unido.

“Estamos em negociações agora”, disse o ministro britânico, sem revelar mais detalhes sobre o acordo esperado e o número de aeronaves.

Em novembro passado, esperava-se que o Reino Unido e os Emirados Árabes Unidos fossem assinar um acordo US$ 10 bilhões, segundo o qual o Reino Unido iria fornecer as Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos 40 aeronaves Typhoon e um contrato de manutenção de cinco anos.

Um especialista militar disse que desde a visita dos fabricantes do Eurofighter Typhoon nos Emirados Árabes Unidos no ano passado, eles visam a venda de um número de aeronaves para os Emirados Árabes Unidos em contratos que na indústria de defesa são de longo prazo.

Ele disse: “mega-acordos como este potencial contrato do Typhoon geralmente ocorre uma vez a cada década ou até mais, é por isso que a Grã-Bretanha está disposta a garantir essa venda.”

Os fabricantes do Typhoon haviam dito que a aeronave atende as reais necessidades de longo prazo de defesa e segurança dos Emirados Árabes Unidos.

O avião, fabricado por empresas europeias do consórcio Eurofighter, incluindo a BAE Systems do Reino Unido, a Finmeccanica da Itália e a EADS, de propriedade dos governos da Alemanha e da Espanha, visam vender um número de aeronaves para os Emirados Árabes Unidos.

Participação do Reino Unido

Dunne disse que a presença do Reino Unido na IDEX 2013 destaca a importante relação de defesa estratégica entre o Reino Unido e os Emirados Árabes Unidos.

“A inovação, alianças e joint ventures são os temas chaves do Reino Unido na IDEX 2013. Estamos participando com mais de 100 empresas líderes mundiais, demonstrando uma série de tecnologias de defesa e segurança”, disse Dunne.

“Estou muito contente de ter a oportunidade de voltar para os Emirados Árabes Unidos. Nosso relacionamento com os Emirados Árabes Unidos é muito importante, o qual valorizamos muito como demonstramos na visita no ano passado do nosso primeiro-ministro e de outros ministros seniores. Estamos muito interessados ??em aprofundar e ampliar nossa relação estratégica, não só na defesa e segurança, mas através de uma série de setores de apoio ao plano de visão dos Emirados Árabes Unidos para 2020”, acrescentou.

O ministro britânico destacou que o Reino Unido está incentivando suas empresas a continuar na condução de alianças, joint ventures e parcerias com empresas nos Emirados Árabes Unidos e em outros países da região para ajudar a concretizar as suas ambições para aumentar e desenvolver a capacidade nacional.

Fonte: Gulf News – Tradução; Cavok

Enhanced by Zemanta

Consórcio Eurofighter é investigado sobre possível suborno na venda de caças Typhoon para Áustria

4
A Áustria selecionou o caça Eurofighter em 2002. (Foto: Ministério de Defesa da Áustria)

Autoridades têm procurado várias unidades da EADS na Alemanha numa investigação sobre se subornos foram feitos como parte de uma venda de jatos Eurofighter para a Áustria, conforme os promotores públicos disseram na quarta-feira.

As investigações estão em andamento desde 2011 e envolvem suspeitas de suborno, lavagem de dinheiro e fraude, disse o Ministério Público, na Áustria e em Munique, confirmando uma reportagem da revista alemã Spiegel.

As autoridades de Viena disseram que buscas também foram feitas em localidades na Áustria e na Suíça.

As acusações remontam a 2002, quando o então governo austríaco ordenou 18 jatos Eurofighter por cerca de 2 bilhões de euros (US$ 2,6 bilhões).

Depois de uma mudança de governo, o Ministério da Defesa austríaco, em 2007, disse que queria cancelar o pedido depois que um general supervisionando o negócio foi dispensado de suas funções durante pagamentos suspeitos.

A ordem austríaca foi então revista para 15 jatos.

A EADS, fabricante do Eurofighter, confirmou que foi objeto de uma investigação. “Nós estamos cooperando totalmente com as autoridades, mas não podemos fazer mais comentários”, disse um porta-voz na quarta-feira.

A BAE Systems também é membro do consórcio Eurofighter de quatro nações.

Fonte: Reuters – Tradução: Cavok

Solicito um minuto da atenção de você leitor do Cavok. Estamos tendo despesas elevadas com servidores devido ao alto tráfego gerado mensalmente, e precisamos da ajuda de todos para continuar mantendo o site estável e permanentemente no ar. Sem a ajuda de vocês, fica inviável manter o Cavok, já que infelizmente as empresas aeronáuticas brasileiras até o momento não anunciaram no nosso site, mesmo sendo o Cavok uma das maiores referências sobre notícias de aviação do país, reconhecido inclusive internacionalmente, e um dos sites de aviação mais visitados do país, senão o maior. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral.




Desde já meu muito obrigado.

Fernando Valduga

Enhanced by Zemanta

Começa no Reino Unido a montagem do primeiro Typhoon Tranche 3

2
A linha de montagem da BAE Systems em Warton, Reino Unido, iniciou a montagem final do primeiro Eurofighter Tranche 3. (Foto: BAE Systems)

Os componentes do primeiro caça Eurofighter Typhoon Tranche 3 foram levados para a instalação de montagem final com alinhamento a laser da BAE Systems, baseada em Warton, Reino Unido. Um vídeo do processo de montagem do primeiro Typhoon Tranche 3 pode ser visto clicando aqui.

Ao longo das próximas semanas, os três principais componentes que formarão a fuselagem do Typhoon monoposto britânico BS116, serão unidas, usando a unidade de alinhamento automático que utiliza sensores laser e computadores automatizados.

O Typhoon possui uma das células mais perfeitamente alinhadas dentre os caças do mundo. Apesar de possuir 15 metros de comprimento de ponta a ponta, cada Typhoon que deixa a BAE Systems em Warton varia de verdade a não mais do que a espessura de um palito de fósforo.

Nos termos do contrato Tranche 3A assinado em Maio de 2009, um total de 112 aeronaves foram encomendadas para as quatro nações parceiras europeias, com 40 aeronaves destinadas para a Royal Air Force. As entregas das aeronaves Tranche 3 devem começar no próximo ano.

Enhanced by Zemanta

Eurofighter Typhoon continua testes do programa de Melhorias Fase 1

9
A aeronave Typhoon de desenvolvimento IPA7 decola para seu primeiro voo com o pacote de melhorias Fase 1 (P1Eb), equipado com pod de designação laser e mísseis ar-ar de curto alcance IRIS-T. (Foto: Dietmar Fenners / Cassidian)

A frota de desenvolvimento do Eurofighter Typhoon começou os testes em voo da parte final do programa de Melhorias Fase 1 (P1Eb) com a conclusão e entrega dentro do prazo aos clientes até o final de 2013. Esta etapa final do primeiro lote de Contrato de Melhorias introduz uma série de melhorias importantes para as capacidades do Eurofighter Typhoon.

Um caça Eurofighter Typhoon realiza um voo de testes em Valley, no Reino Unido.

Essas melhorias incluem a integração total de armas ar-superfície no Eurofighter Typhoon (incluindo pod de designação laser), a integração completa de bombas inteligentes, moderna e segura identificação Friend or Foe (IFF), conhecida como modo 5, melhores rádios e entrada direta de voz, Sistema de Visão no Capacete para Armas Ar-Solo, melhores capacidade ar-ar, incluindo a integração digital de mísseis ar-ar de curto alcance e atualizadas funcionalidades no link de dados MIDS para interoperabilidade com as Forças da Coalizão. O P1E(b) também vai ver a introdução de muitos aspectos do programa do novo radar do Reino Unido, que lançou melhorias para os Eurofighter Typhoon Tranche 1 – o mais recente padrão que foi recentemente entregue e está sendo avaliado pela RAF.

A Cassidian voou com o primeiro avião instrumentado de produção, o (IPA) 7, equipado com o pacote P1E(b), na Alemanha em 27 de agosto de 2012. A BAE Systems no Reino Unido, a Cassidian na Espanha e a Aermacchi Alenia seguiram com vôos nos IPA6, IPA2 e IPA4 respectivamente. Depois desses voos foi confirmado que P1E(b) vai entregar uma capacidade simultaneamente robusta e multirole às Forças Aéreas das nações participantes, proporcionando um salto significativo na capacidade operacional do Eurofighter.

A concepção, desenvolvimento, qualificação e liberação da primeira grande atualização Fase 1 de Melhorias, após o Contrato de Desenvolvimento Principal (MDC), será feito através de duas versões de software independentes (SRP 10 com o P1Ea e SRP 12 com a P1Eb). O programa P1E é um marco importante no desenvolvimento do Eurofighter Typhoon, oferecendo a integração contínua de sistema de armas ar-terra e formando a linha de base para futuras melhorias, tais como radar AESA e integração com o míssil Meteor.

Enhanced by Zemanta

Alenia Aermacchi entrega componentes principais do primeiro Eurofighter Tranche 3

0
O primeiro conjunto de componentes principais do Eurofighter Tranche 3 sendo enviadas da Alenia para a BAE Systems. (Foto: Alenia Aermacchi)

O primeiro conjunto de componentes principais feitos pela Alenia Aermacchi para o primeiro caça Eurofighter Typhoon Tranche 3 foi enviado da unidade da Alenia Aermacchi em Caselle, na Itália, para a unidade da BAE Systems em Warton, Reino Unido. Este primeiro conjunto inclui a asa e a parte traseira da fuselagem da aeronave n° 116 (monoposto) para a Força Aérea Real do Reino Unido (RAF).

O Tranche 3 é composto de um total de 112 aeronaves adquiridas pela Itália, Alemanha, Reino Unido, Espanha e dividiu-se da seguinte forma: Reino Unido 40 caças, Alemanha 31, Itália 21 e Espanha 20.

Além da introdução da atualização “Fase 1” (Melhorias P1E) que vai atualizar também as aeronaves Tranche 2, do ponto de vista estrutural o Tranche 3 tem como características das aeronave a introdução de disposições para a futura utilização de equipamentos avançados, tais como o radar e-SCAN, os tanques conformais e o alijamento de sistema de combustível, que tornam o Eurofighter ainda mais competitivo, especialmente nos mercados de exportação.

Enhanced by Zemanta

IMAGENS: Intercâmbio entre pilotos de caça Rafale e Typhoon no Reino Unido

43
Oficiais superiores do Reino Unido e da França puderam trocar de lugar nas aeronaves de caça de seus países e aproveitar um interessante voo sobre a Escócia. (Foto: RAF/MOD Crown)

Oficiais superiores da Royal Air Force (RAF) e da Força Aérea Francesa trocaram de lugar no dia 14 de Setembro ao voarem nos caças Typhoon e Rafale, numa demonstração dos fortes laços que existem entre as duas forças aéreas.

Na véspera do show aéreo realizado na Base da RAF de Leuchars e antes da reativação do quarto esquadrão de caças Eurofighter Typhoon da RAF, o Air Vice-Marshal da RAF Stuart Atha e o Comandante do Comando da Força Aérea Francesa, o tenente-general Guillaume Gelée, embarcaram nos assentos traseiros de um Dassault Rafale B e um Typhoon T3, respectivamente.

Os dois delta canards europeus durante um voo sobre a Escócia. (Foto: RAF/MOD Crown)

O vôo permitiu que os dois oficiais superiores entendessem melhor as capacidades da outra aeronave, apoiando os objetivos conjuntos britânico e francês de uma cooperação mais estreita. Ambos os países concordaram em tornar as suas forças armadas mais capazes ao operar em conjunto, maximizando o efeito das capacidades militares de cada país e ao mesmo tempo poupando dinheiro.

Durante o vôo de 90 minutos, o par de aeronaves voou em níveis baixos e médios no oeste da Escócia, para demonstrar as características de manobrabilidade antes de se separarem para mostrar aos oficiais os vários sistemas em cada tipo de aeronave.

A França e o Reino Unido estão reforçando a parceria para compartilhar os recursos de aeronaves. (Foto: RAF/MOD Crown)

No retorno à Base da RAF de Leuchars, o oficial britânico, que foi responsavel pela segurança aérea das Olimpíadas, disse: “As duas aeronaves operam perfeitamente em conjunto, o Rafale e o Typhoon formam uma combinação campeã mundial.”

Descrevendo a sua experiência, o oficial francês, um ex-piloto de testes, disse: “Um dia fantástico e um avião fantástico. Minha opinião é que, com essas aeronaves nossas duas forças aéreas serão difíceis de serem vencidas.”

Pilotando o Eurofighter com o oficial francês estava o Air Commodore Gavin Parker, Comandante da Base da RAF de Leuchars, que disse: “As cooperações sempre foram muito importantes para as operações aéreas militares, como demonstrado durante a campanha da Líbia no ano passado.”

“Como parte da reativação do Esquadrão (de Caças) N°1 da RAF, que irá incluir um intercâmbio com um piloto da Força Aérea da França, nós estamos visando cimentar os laços com a Força Aérea Francesa e continuar desenvolvendo a estreita relação de trabalho que já temos.”

O voo com os caças Rafale e Typhoon foi realizado a baixo altura sobre a costa escocesa. (Foto: RAF/MOD Crown)

O piloto francês em questão será o capitão Marc-Antoine Gerard, um experiente piloto de Rafale que está curtindo a oportunidade de poder voar com a RAF.

“Para mim, voar com a RAF será algo muito prestigiado e também ficarei honrado por usar uniforme da RAF. Vai ser incrível.”

Na França está seguindo o tenente Matt Johnstone, um piloto de Typhoon que recentemente deixou o Esquadrão XI (F) da Base da RAF em Coningsby, Lincs, para passar dois anos voando o Rafale, no sul da França.

“Eu me candidatei a experiência de voar o Rafale”, disse Johnstone. “É um lugar privilegiado para estar voando o Rafale, mas também será um desafio para voar um avião diferente num país diferente. Ele certamente vai ampliar meus horizontes, tanto como piloto de caça, como diretor.”

Os pilotos do intercâmbio estarão totalmente integrados em seus novos esquadrões e irão ser implantados nas operações. Em novembro de 2011, o Tenente da RAF Ian Abson recebeu a De La Croix Valeur (Cruz de Valor Militar) do Primeiro-Ministro francês pelas ações no Afeganistão, quando, num jato francês Mirage, ele ajudou as tropas sob ataque do Talibã.

Texto: Sqn Ldr Eklund (RAF) – Tradução e Adaptação do texto: Cavok

Enhanced by Zemanta

Cavok nas redes sociais

62,400FãsCurtir
340Inscritos+1
6,426SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,780InscritosInscrever
Anúncios