Tags Post com a tag "f-x2"

Tag: f-x2

F-X2: NOTA OFICIAL – Governo Federal seleciona novos caças para a FAB

290
Gripen F X2 FAB 600x297 - F-X2: NOTA OFICIAL - Governo Federal seleciona novos caças para a FAB
Ilustração produzida pelo CECOMSAER para divulgar a aquisição do Gripen.

Um dia histórico para a Força Aérea Brasileira. Por meio do Programa F-X2, o Governo brasileiro confirmou a aquisição do avião militar supersônico GRIPEN-NG, caça de última geração que atenderá às necessidades operacionais da FAB para os próximos 30 anos e que faz parte do Programa de Articulação e Equipamento da Defesa, da Estratégia Nacional de Defesa, com vistas à defesa da Pátria.

Anúncios

F-X2: Depois de mais de 10 anos, FAB adquire novos caças

70
DSC 5456 copy 600x400 - F-X2: Depois de mais de 10 anos, FAB adquire novos caças
Caça Gripen NG, o escolhido da FAB. (Foto: Stefan Kalm / Saab)

i131218153148566051 - F-X2: Depois de mais de 10 anos, FAB adquire novos caçasDepois de mais de 10 anos de análises e discussões, o Ministério de Defesa do Brasil anunciou a compra de 36 caças suecos Gripen NG. Avaliado em cerca de US$ 4,5 bilhões, o contrato ainda prevê a transferência de tecnologia.

De acordo com o Ministro da Defesa Celso Amorin, a avaliação se baseou no melhor equilíbrio nos quesitos de performace, transferência de tecnologia, custos de manutenção e de aquisição. A escolha contou com a aprovação da Presidente Dilma Rousseff, que havia informado pela manhã que a decisão seria dada no final da tarde.

O Ministro destacou que agora o governo entra na fase de negociações comerciais com a empresa sueca, incluindo detalhes da transferência de tecnologia. Caso essa venda seja assinada, o Brasil será o terceiro país a optar pelo novo caça Gripen, depois da Suécia e da Suíça. Os pagamentos estão projetados para ocorrer até 2023. Futuros contratos poderão ser assinados, podendo chegar num total de 100 a 120 aeronaves.

F-X2: Petista condiciona polo industrial de defesa à compra de caças suecos

17
Gripen i CH 6376 Liander 600x401 - F-X2: Petista condiciona polo industrial de defesa à compra de caças suecos
O caça Gripen NG durante demonstração na Suíça. (Foto: Peter Liander / Saab)

F X2 logo1 - F-X2: Petista condiciona polo industrial de defesa à compra de caças suecosO prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, condicionou a continuidade do projeto de construção de um polo aeronáutico na cidade à compra, por parte do governo federal, dos caças suecos Gripen, produzidos pela Saab. Para Marinho, a aquisição das aeronaves suecas “facilitaria o parque aeronáutico” porque os modelos estão em fase de desenvolvimento. O que, segundo ele, traz mais garantia de transferência de tecnologia para deixar o projeto mais viável.

IMAGEM: Super Hornet nas cores da FAB decolando da Base Aérea de Santa Cruz

23
basc150422 f18 1280 600x399 - IMAGEM: Super Hornet nas cores da FAB decolando da Base Aérea de Santa Cruz
Montagem de um Super Hornet com as cores da FAB, partindo da Base Aérea de Santa Cruz. (Foto: Mauro Lins de Barros / Cavok)

Na semana passada, publicamos aqui no Cavok conceitos feitos em 2012 de camuflagem para o caça Super Hornet, caso ele fosse aprovado no F-X2. O amigo Mauro Lins de Barros enviou então uma imagem do FA-18 Super Hornet (FAB 4985), que passou pela Base Aérea de Santa Cruz (BASC), com a pintura da FAB.

F-X2: Câmara quer incluir F-X2 e programa espacial no PAC

36
375042 10151466847803422 1566391344 n 600x437 - F-X2: Câmara quer incluir F-X2 e programa espacial no PAC
Um caça F/A-18F Super Hornet durante demonstração do Pensacola Air Show 2010. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

F X2 logo1 - F-X2: Câmara quer incluir F-X2 e programa espacial no PACUma comissão de parlamentares do Congresso Nacional, integrada por deputados e senadores, visitou São José dos Campos no dia 18 de abril. O grupo esteve no DCTA, na sede da Embraer, em São José, e na unidade da empresa em Gavião Peixoto. Também em São José, a comitiva visitou o IAE (Instituto de Aeronáutica e Espaço) onde conheceu projetos desenvolvidos pelo instituto.

F-X2: Saab seleciona AEL Sistemas para entrega de aviônicos do Gripen NG

3
FX gripen1 600x254 - F-X2: Saab seleciona AEL Sistemas para entrega de aviônicos do Gripen NG
A Saab compete no F-X2 da FAB com a caça Gripen NG.

F X2 logo1 - F-X2: Saab seleciona AEL Sistemas para entrega de aviônicos do Gripen NGA AEL Sistemas SA foi selecionada para o programa FX-2 em relação aos Avionicos para o Gripen NG, se escolhido pela Força Aérea Brasileira. Em 2009, a Saab e a AEL Sistemas SA (“AEL”) assinaram um Memorando de Entendimento (Memorandum of Understanding) para identificar potenciais áreas de cooperação no âmbito do Programa FX-2 do Brasil, incluindo a logística de desenvolvimento, de produção e de longo prazo do Gripen NG.

“A seleção da AEL para o fornecimento dos pacotes de aviônicos para o Gripen NG mostra o compromisso da Saab com a Política de Defesa do Brasil. A Saab ofereceu ampla cooperação com a indústria brasileira gerando aberturas de trabalho, transferências de tecnologia e uma oportunidade de participar em um programa de desenvolvimento conjunto para o Brasil no setor de defesa, bem como uma série de outros negócios”, disse Eddy de la Motte, Chefe do Gripen Exportação.

Agora com base no presente, o Memorando de Entendimento e da cooperação, a AEL vai entregar um extenso pacote de aviônicos se o Gripen for selecionado no programa FX-2, incluindo monitores, processadores, computadores, software, serviços de integração e apoio logístico. Isso permitirá uma parceria de longo prazo para a transferência de tecnologia, permitindo futuro e plena participação no desenvolvimento de tecnologia de aeronaves no Brasil.

“Nossa cooperação no Gripen NG vai apoiar o Brasil na mudança de sua capacidade de tecnologia de defesa, de dependente para independente. Ao participar no processo de desenvolvimento do Gripen NG, AEL Sistemas SA será capaz de apresentar os seus mais recentes monitores, computadores e tecnologias de software em um caça de próxima geração. Ele irá aumentar ainda mais a contribuição bem-sucedida de Sistemas AEL para os militares brasileiros”, diz Shlomo Erez, Diretor Geral AEL Sistemas S/A.


zemified e - F-X2: Saab seleciona AEL Sistemas para entrega de aviônicos do Gripen NG

F-X2: Brigadeiro defende necessidade de compra de caças

94
Super Hornet americas com1 600x471 - F-X2: Brigadeiro defende necessidade de compra de caças
Um caça Super Hornet fabricado pela norte americana Boeing. (Foto: Australia MoD)

F X2 logo - F-X2: Brigadeiro defende necessidade de compra de caçasAo deixar o comando da Comissão Coordenadora do Programa de Aeronave de Combate (COPAC), nesta quinta-feira, o brigadeiro Carlos Baptista Júnior defendeu a necessidade de o governo decidir pela compra dos caças, cujo processo se arrasta há mais de 12 anos. De acordo com Baptista Júnior, “o ponto crucial do problema” a ser discutido pelo País é “a falta de uma capacidade operacional” da Força Aérea hoje, “e não qualquer outro aspecto”.

Com esta fala, ele expõe uma insatisfação da Força Aérea pelo fato de o governo ter adiado, mais uma vez, a compra dos caças. Em dezembro, em Paris, a presidente Dilma Rousseff afirmou que a compra dos aviões dependerá da retomada do crescimento da economia “a taxas maiores”, acrescentando que isso poderá “levar ainda algum tempo”, sem precisar quanto.

“Como comandante da Defesa Aeroespacial do Brasil, cargo que assumi há três dias, ratifico a importância de priorização deste tema, não apenas por vislumbrar os grandes eventos que ocorrerão em nosso País, mas por julgar que nosso povo merece um adequado nível de segurança, todos os dias, independente do que uma competição esportiva possa significar de exposição ou de ameaça”, disse ele em discurso, na presença do comandante da Força Aérea, brigadeiro Juniti Saito.

Baptista Júnior destacou que o ponto a ser tratado, no momento, é a falta de capacidade operacional da Força Aérea e não qualquer outro, em resposta às últimas discussões sobre a compra dos caças, que se concentrava na questão da transferência de tecnologia. Na FAB, no momento, o desejo dos militares é que se opte por algum modelo, qualquer que seja.

“À guisa de exemplo, identifico, com tristeza e preocupação, que as possibilidades de transferência de tecnologia para nossa indústria – verdadeiras ou não, praticáveis ou inviáveis – assumiram posição de destaque no processo de seleção do Projeto F-X2, e que em muito contribuíram para que a decisão final ainda não tenha sido tomada, e que a necessidade operacional ainda não tenha sido atendida”, prosseguiu o brigadeiro citando que não estava culpando a indústria pelo atraso. Para ele, a capacidade operacional, que destaca ser o foco do problema, “será trazida por um sistema de armas, e todo o resto, inclusive lucro e transferência de tecnologia, serão consequências”.

Histórico

A novela da compra do FX começou em julho de 2000, quando o então presidente Fernando Henrique Cardoso deu o primeiro passo para a compra de 24 caças ao custo de US$ 700 milhões. Entre idas e vindas, o projeto agora chamado de F-X2 prevê a compra de 36 caças e tem custo da ordem de US$ 4 bilhões. Os Mirage 2000 que hoje fazem o papel de segurança do espaço aéreo começarão a serem desativados no final de 2013.

FONTE: FAB, via NOTIMP

NOTA DO EDITOR: Qual será a próxima desculpa? Independente de qualquer decisão, o que parece óbvio agora é que o Tempo se esgota. Não haverão aviões novos para a proteção aérea durante a Copa do Mundo. Ao que tudo indica, mais tampões estão por vir…


zemified e - F-X2: Brigadeiro defende necessidade de compra de caças

Cavok nas redes sociais

61,696FãsCurtir
340Inscritos+1
6,265SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,300InscritosInscrever
Anúncios