Saab

Inicio Tags LAN

Tag: LAN

TAM e LAN recebem seus A320 equipados com Sharklets

1
O primeiro A320 com Sharklets da companhia aérea LAN, decolando de Hamburgo, Alemanha. (Foto: Airbus)
O primeiro A320 com Sharklets da companhia aérea LAN, decolando de Hamburgo, Alemanha. (Foto: Airbus)

A LAN e a TAM Airlines, duas das principais companhias aéreas da América Latina e membros do Grupo LATAM Airlines – um dos maiores clientes da Airbus em termos de encomendas, aeronaves em serviço e backlog – receberam seus primeiros Airbus A320 equipados com Sharklets.

A primeira aeronave A320 com Sharklets da TAM, vista ainda na unidade da Airbus em Hamburgo.
A primeira aeronave A320 com Sharklets da TAM, vista ainda na unidade da Airbus em Hamburgo.

Ativadas por motores CFM, as aeronaves da LAN e TAM foram entregues esta semana e começarão a operar em rotas domésticas no Chile e no Brasil. Juntas, as duas companhias encomendaram 380 aviões e têm mais de 240 aeronaves em operação. Seu backlog conjunto da Airbus totaliza quase 180 unidades.

Detalhe do Shaklets no A320 da LAN. (Foto: Airbus)
Detalhe do Shaklets no A320 da LAN. (Foto: Airbus)

Os dispositivos Sharklet são feitos de compostos leves e têm 2,4 metros de altura. São uma opção na nova aeronave da família A320 e permitem que as companhias aéreas clientes da Airbus reduzam a queima de combustível em até quatro por cento em trechos mais longos e reduzam aproximadamente 1.000 toneladas de emissões de CO2 por avião por ano. Os Sharklets oferecem às operadoras a flexibilidade de acrescentar uma faixa adicional de 100 milhas náuticas ou uma capacidade de carga útil de até 450 kg.

Enhanced by Zemanta
Anúncios

LAN é a mais nova cliente do A320 para a opção de cabine Space-Flex

2
Os aviões da Família A320 do grupo LAN e TAM serão os primeiros a receber o novo conceito de lavatórios Space-Flex da Airbus.

A LAN Airlines encomendou unidades do lavatório Space-Flex PRM (Pessoas com Mobilidade Reduzida) da Airbus para equipar sua nova aeronave Airbus A320. A LAN se une à TAM Linhas Aéreas na escolha do Space-Flex, que proporciona mais conforto para opassageiro ao mesmo tempo que permite maximazação de receitas. Com este anúncio, o total de encomendas de Space-Flex para equipar aeronaves da Família A320 chega a 101 unidades.

LAN e TAM, que recentemente se fundiram para formar a LATAM Airlines Group, estão entre os maiores clientes da Airbus no mundo, com cerca de 400 encomendas de aviões, mais de 200 aeronaves em operação e uma marca excepcional de encomendas que ultrapassa 180 aeronaves Airbus.

Os novos lavatórios Space-Flex foram criados para permitir o fácil acesso por pessoas com necessidades especiais. (Foto: Airbus)

“Estamos satisfeitos por oferecer aos nossos passageiros um lavatório inovador na nova aeronave da Família A320 da LAN”, disse Fernanda Toro, diretora de experiência de viagem da LAN. O “Space-Flex nos permite maximizar a cabine, utilizando um espaço anteriormente sem uso da aeronave e proporcionando ao mesmo tempo maior flexibilidade.”

Ao fazer um uso mais inteligente do volume na parte de trás da cabine, a Airbus permite que dois lavatórios, além de mais uma cozinha, possam ser eficientemente acomodados neste espaço, resultando emvantagens como:

  • Liberação de mais espaço para maior conforto dos passageiros e maximização de receitas;
  • Oferta de dois sanitários, cada um de tamanho semelhante ao existente no A320, ou seja, maior que o lavatório dos modelos concorrentes;
  • Oferecimento inédito de um lavatório PRM completo em um avião de corredor único. O lavatório “amigável para PRM” se tornou possível por meio de um processo simples de conversão: dois lavatórios simples Space-Flex são conversíveis em um recinto PRM de forma semelhante às apresentadas em aeronaves widebody da Airbus.

Com cerca de 8.600 aeronaves da Família A320 encomendadas e mais de 5.200 aeronaves entregues a mais de 370 clientes e operadores em todo o mundo, os modelos A318, A319, A320 e A321 compõem a família de aeronaves de corredor único mais vendidas no mundo.

Enhanced by Zemanta

IMAGENS: Primeiro 787 Dreamliner da LAN sai da linha de pintura da Boeing

5
O primeiro Boeing 787-8 Dreamliner da companhia aérea chilena LAN (prefixo CC-BBA), visto logo após sair do hangar de pintura em Everett, Washington. (Foto: LAN)

A companhia aérea chilena LAN Airlines informou hoje que sua primeira aeronave Boeing 787 Dreamliner saiu do hangar de pintura na unidade da fabricante em Everett, Washington, completando a sua fase de montagem final. A LAN, vai receber seu primeiro Dreamliner provavelmente em setembro de 2012, e será a primeira operadora da América Latina a voar com o 787, o qual terá dois motores Rolls-Royce Trent 1000.

A LAN vai receber 32 aeronaves Boeing 787 Dreamliner até 2020, num acordo de US$ 3,5 bilhões. (Foto: LAN)

De acordo com a LAN, nos próximos 10 anos a companhia aérea vai receber 32 aeronaves 787 Dreamliner (22 Boeing 787-8 e 10 Boeing 787-9), um investimento de US$ 3,5 bilhões. A configuração da cabine no primeiro avião 787-8 Dreamliner da LAN irá incluir 217 assentos na classe econômica e 30 assentos premium na classe executiva. A LAN recentemente finalizou o acordo de fusao com a companhia brasileira TAM Airlines.

No seu primeiro ano, a LAN disse que o 787 vai gradualmente integrar as rotas internacionais da companhia a partir de Santiago, no Chile, para Buenos Aires, Argentina; Lima, Peru; Los Angeles, Califórnia; Madrid, Espanha, e Frankfurt, Alemanha. As cidades de Buenos Aires e Los Angeles estão entre as que devem ser as primeiras.

Fusão LAN-TAM adiada para o segundo trimestre de 2012

2
A fusão LAN-TAM ainda necessita de alguns detalhes para ser concretizada. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok)

A LAN Airlines divulgou que a fusão com o Grupo TAM dificilmente seria concluída até ao fim do primeiro trimestre de 2012 e que a partir do meio de Abril é que será anunciada uma nova data para a sua conclusão.

As duas companhias aéreas tem sido obrigadas por diversas vezes a adiar a fusão devido a diversos problemas levantados pelas respectivas autoridades da concorrência nacionais e que anteriormente teriam apontado para o mês de Março a conclusão da operação. No último mês de Fevereiro, durante uma conferência para a apresentação de alguns resultados comerciais da empresa, executivos da companhia chilena afirmaram que a data prevista seria mais uma vez adiada para o mês de Abril.

Desde essa altura nenhuma das companhias tornou publica mais informações sobre a fusão, mas durante a semana passada surgiram algumas especulações que o dia 12 de Maio seria apontado para a data final do acordo, e inclusive foi noticiado por alguma imprensa a confirmação dessa data. Este último desenvolvimento forçou a LAN a quebrar o seu silêncio, negando que o dia 12 de Maio teria sido escolhido pelas duas companhias e que este assunto ainda estaria a ser estudado pelas entidades reguladoras no Chile, Brasil e Estados Unidos.

De acordo com fontes oficiais da empresa, ficou claro que não seria possível precisar uma data para o fim do processo, visto que o assunto estaria a ser analisado pela Comissão de Valores Imobiliários Brasileiro e respectivas entidades chilenas e americanas onde as acç?es das duas companhias são negociadas.

A revisão deste assunto significa que o processo encontra-se em stand-by até haver uma decisão favorável por parte de todas estas entidades envolvidas no processo, e que segundo a LAN, tudo deveria ser resolvido durante as próximas semanas.

Poucas informações adicionais foram divulgadas pela companhia chilena e quais os passos seguintes seriam tomados, mas um responsável da LAN afirmou durante a FIDAE que a formação do Grupo LATAM Airlines seria finalizado no segundo trimestre do ano.

Fonte: Aviationweek – Tradução: Cavok

LAN revela as primeiras rotas dos seus 787

2
A aeronave Boeing 787 Dreamliner (ZA003) exposta na FIDAE 2012 no Chile. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

A companhia aérea chilena LAN revelou os seis primeiros destinos para a sua frota de Boeing 787 Dreamliner, o primeiros dos quais previsto para ser entregue no fim de 2012.

No decorrer da FIDAE 2012 em Santiago, a companhia da aliança Oneworld informou que começará a operar as rotas entre Santiago, Buenos Aires, Lima, Los Angeles, Madrid e Frankfurt

O primeiro 787-8 da LAN será entregue até ao final de 2012, numa total frota de 32 aeronaves a serem entregues em 10 anos, incluindo dez 787-9s. Os seus 787-8 terão uma configuração de 217 assentos em classe econômica e 30 na classe premium business.

Estes novos destinos começarão a ser gradualmente integrados durante o primeiro ano de atividade da aeronave.

“Estamos muito orgulhosos por sermos a primeira companhia aérea da América Latina a operar esta aeronave, e este novo modelo incorpora beneficios substanciais aos nossos passageiros, além de ser altamente eficiente e ecológico,” afirma Ignacio Cueto, presidente e COO da LAN.

Fonte: Flightglobal – Tradução: Cavok

PARIS AIR SHOW: LAN Airlines assina pedido firme para 20 aeronaves A320neos

3
Concepção artística de uma aeronave Airbus A320neo nas cores da companhia aérea LAN Airlines. (Foto: Fixion / Airbus)

A companhia aérea LAN Airlines do Chile colocou um pedido firme no Paris Air Show para 20 aeronaves Airbus A320neos como parte de sua estratégia de expansão e programa de renovação da frota. Com a encomenda feita em Le Bourget, a LAN Airlines torna-se a primeira na região a assinar um pedido firme para o A320neo.

Enquanto a Airbus diz que a companhia vai anunciar a sua seleção do motor em uma data posterior, a imagem fornecida pela Airbus de um Airbus A320neo da LAN Airlines mostra a aeronave com motores Pratt & Whitney PurePower PW1100G.

O acordo de compra de novos aviões, que eleva o total de encomendas da Airbus da LAN para mais de 170 aeronaves, ocorre seis meses após a LAN encomendar 50 aeronaves da Família A320 em dezembro de 2010. A LAN Airlines prevê começar a operar com os A320 equipados com os dispositivos Sharklets a partir de 2013.

“Esta ordem solidifica nosso compromisso contínuo de fornecer aos clientes a mais moderna tecnologia da aviação, graças as melhorias feitas no A320neo na capcidade de consumo de combustível e operacionalidade”, disse Ignacio Cueto, diretor de operações da LAN Airlines. “Adicionando o A320neo à nossa frota é um enorme passo no sentido de garantir a liderança da LAN na região.”

A encomenda da LAN Airlines de 20 aeronaves A320neos, eleva os pedidos firmes e MOU totais do modelo (não incluindo as opções) para 757 aeronaves da Família A320neo desde que a Airbus lançou o programa A320neo em dezembro de 2010.

LAN encomenda mais cinco jatos Boeing 767-300ER

4
Um Boeing 767-341ER da companhia aérea chilena LAN. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok)

A Boeing informou nessa quinta-feira que a companhia aérea chilena LAN encomendou cinco aeronaves 767, adicionais às três aeronaves de longo alcance encomendadas em fevereiro.

A LAN, a qual encontra-se em processo de fusão com a companhia aérea brasileira TAM para criar a maior companhia aérea da América Latina, já possui 28 aeronaves da versão 767-300ER e 11 aeronaves de carga 767-300F.

Os cinco aviões 767s encomendados estão avaliados em US$ 822 milhões, pelo preço de tabela. A encomenda da LAN eleva o total de encomendas da Boeing este ano para 127, incluindo 13 do modelo 767.

Anac aprova fusão da TAM com a chilena LAN

3
Um Airbus A321 da companhia aérea TAM. (Foto: TAM)

A diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deu parecer favorável à fusão entre as empresas aéreas brasileira TAM e a chilena Lan Airlines, em negociação desde agosto do ano passado. A conclusão do negócio ainda depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e dos respectivos órgãos chilenos.

A Anac não divulgou detalhes da decisão, mas sua assessoria adiantou que ela deve ser publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira. Já a TAM divulgou um comunicado ao mercado anunciando ter recebido informações a respeito do ‘resultado positivo’ a que a diretoria da agência chegou durante a reunião deliberativa realizada na terça-feira. Diz no entanto que ainda não foi formalmente notificada da decisão.

Em um comunicado anterior, a TAM já havia explicado que conforme determina a legislação brasileira, 80% do capital votante da empresa permanecerá em mãos de brasileiros. E que, consumada a fusão, tanto a marca TAM quanto a LAN, bem como os serviços atualmente prestados, serão mantidos e as duas companhias continuarão a operar da mesma forma. Juntas, as empresas irão atuar em ao menos 23 países.

Fonte: Agência Brasil

LAN Airlines adquire três aeronaves 767 da Boeing

2
Uma imagem especial foi feita pela Boeing para celebrar o longo relacionamento entre a companhia chilena LAN Airlines e a Boeing. (Foto: Boeing)

A Boeing anunciou hoje que a LAN Airlines do Chile encomendou três adicionais aeronaves 767-300ER avaliadas em US$ 493 milhões pelo preço atual de tabela. A encomenda de hoje eleva para 33 o número de aeronaves 767 encomendadas pela LAN.

“Essa adicional encomenda de 767 se baseia na longa relação entre a Boeing e a LAN,” disse Marlin Dailey, vice presidente de vendas e marketing da Boeing Commercial Airplanes. “A LAN é uma das principais companhias aéreas do mundo e nós estamos felizes de ajudar ela a expandir e crescer sua frota de aeronaves de longa distância.”

As aeronaves fazem parte da estratégia da companhia aérea chilena de expandir suas rotas internacionais.

Lei chilena favorece LATAM, a fusão entre TAM e LAN

0
Duas aeronaves Airbus A318 da companhia aérea chilena LAN Airlines, que recentemente fez um acordo operacional com a brasileira TAM. (Foto: Alejandro Ruiz)

A lei chilena é a explicação por detrás da criação da Latam, a empresa que juntará TAM e LAN. São os princípios da legislação do Chile que permitirão que a TAM ao mesmo tempo integre a nova companhia e ainda assim atenda ao Código Brasileiro de Aeronáutica, que obriga a manutenção de 80% do capital votante das empresas em poder de brasileiros.

A lei das sociedades anônimas chilena, diferentemente da brasileira, permite a separação entre os direitos políticos e os econômicos de um mesmo ativo. Regulação semelhante só existe no Estado americano de Delaware.

É nessa separação que a família Amaro vai se amparar para permanecer dona da TAM, conforme fontes próximas às negociações. A família exercerá seu poder por meio de um sociedade holding que será criada no Chile. Essa companhia sediada no país vizinho e ainda sem nome – por enquanto chamada de HoldCo – deterá 80% das ações ordinárias da empresa aérea brasileira operacional.

A holding terá seu capital formado por ações ordinárias classe A, exclusivamente com direitos políticos (voto), e classe B, com direitos apenas econômicos, conforme explicou o Valor na quarta-feira passada.

Mas a execução da separação entre os poderes políticos e econômicos exigirá a existência transitória de duas outras holdings, que não sobreviverão na estrutura societária definitiva da TAM e, consequentemente, da própria Latam.

O memorando de entendimento assinado entre TAM e LAN determinou que os poderes políticos sobre os 80% das ações do controle serão todos da família brasileira.

Já os direitos econômicos serão todos da Latam – companhia resultado da incorporação das ações fora do controle da TAM pela LAN. É a Latam que ficará com os dividendos da companhia brasileira, não a família Amaro.

Os sócios brasileiros serão remunerados diretamente pela Latam. Isso porque a complexa estrutura societária desenvolvida, ao permitir a separação entre direitos econômicos e políticos, tornará viável que a família dona da TAM, ao fim da operação, tenha 13,5% do capital da companhia combinada, a Latam.

Essa divisão de poderes ficará totalmente estabelecida até o fechamento do acordo. Os acionistas ainda estão trabalhando na confecção de toda a documentação que regulará as relações entre as companhias e as famílias, de forma a harmonizar os poderes.

É certo, porém, que os interesses estarão alinhados. Haverá um acordo de acionistas regulando as questões de governança da TAM, segundo o comunicado.

Atualmente, a família Amaro detém, por meio da TAM Empreendimentos e Participações, 89% das ações ordinárias e 25% das preferenciais da TAM.

Dessa fatia, apenas 80% das ordinárias serão migrados para a holding chilena, cujos poderes políticos serão dos brasileiros.

Os 9% restantes das ordinárias e as preferenciais serão trocadas diretamente por recibos de ações da Latam negociados no Brasil (BDRs), na mesma operação em que a conversão for feita pelos minoritários, à razão de um papel da empresa brasileira por 0,9 ação (ou recibo) da companhia chilena. Dos 80% das ordinárias, a parcela equivalente aos direitos econômico também será trocado pelos BDRs da Latam.

Na BM&FBovespa, desde que acionistas detentores de 95% do capital total da TAM concordem, existirá apenas a Latam.

Ao fim da reorganização societária, a Latam terá diretamente 20% das ações ordinárias e 100% das preferenciais da TAM (que será uma empresa fechada) – e mais os direitos econômicos sobre 80% das ações ordinárias que estarão sob poder dos Amaro.

O acordo de acionistas que será firmado entre a família brasileira e os maiores acionistas da LAN, da família Cueto, será costurado para buscar um equilíbrio de poder que esteja amparado na legislação brasileira, mas que não crie conflito de interesses.

O controle do direito de voto da TAM não dará poder total para a família Amaro, já que algumas decisões, como mudança em objeto social e capital, poderão ser vetadas pela Latam. Por outro lado, a empresa chilena também não terá poder sobre decisões estratégias envolvendo a TAM.

Em outras palavras, se a empresa brasileira quiser vender ativos relevantes de sua operação, terá que chegar a um acordo com os chilenos. Já se uma terceira empresa quiser comprar a Latam, a família Amaro poderá vetar a venda da TAM. Seria como se a Latam tivesse o usufruto da companhia brasileira, mas não a propriedade, caso decidisse vendê-la.

Apesar da existência desse poder de veto em algumas decisões, os envolvidos na operação não acreditam que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) verá infração à lei que determina o controle brasileiro de companhias aéreas. Isso porque a TAM já teve um acordo de acionistas semelhante no passado, com o banco Credit Suisse, que era sócio relevante da empresa, em que havia também a necessidade de aval da instituição para determinadas decisões.

A TAM fatura mais que a LAN e vai contribuir com 58% da receita líquida da nova empresa, que totalizará US$ 8,5 bilhões. Mas a chilena, mais eficiente e rentável, tinha um valor em bolsa equivalente a mais do que o triplo do da brasileira – US$ 9,2 bilhões, a LAN, e US$ 3 bilhões, a TAM . Foi isso que determinou que em termos econômicos o conjunto de acionistas da LAN tenha 71% da Latam , enquanto todos os acionistas da TAM terão apenas 29%. As sinergias com a junção das operações foram estimadas em US$ 400 milhões.

Fonte: Valor Econômico – Graziella Valenti e Fernando Torres

LAN Airlines do Chile anunciou que pretende encomendar 50 novos jatos da família A320 da Airbus

0
Uma das 15 aeronaves A318 da LAN que não será mais utilizada pela companhia aérea. (Foto: Airbus)

A companhia aérea LAN Airlines, baseada em Santiago do Chile, anunciou durante o Farnborough 2010 que pretende adquirir 50 novos jatos da família A320 da Airbus (incluindo dez aeronaves A321, um novo modelo para a companhia aérea) e por isso assinou um Memorando de Entendimento com a fabricante nessa terça-feira, dia 20 de julho.

Isso significa o maior pedido para Airbus feito por uma companhia da América Latina e eleva a encomenda da LAN com a Airbus para um total de 152 aeronaves. A companhia aérea atualmente opera 58 aeronaves Airbus.

A LAN Airlines também informou que venderá toda sua frota de 15 aeronaves Airbus A318 entre 2011 e 2013, todas essas equipadas com motores Pratt & Whitney PW6000. O motivo, segundo a companhia aérea, é o plano de modernização da frota.

A LAN será uma das primeiras companhias aéreas do mundo a receber o Boeing 787 Dreamliner

0
Concepção artística do Boeing 787-8 Dreamliner nas cores da LAN, do Chile.

A LAN Airlines anunciou hoje, durante a FIDAE 2010 no Chile, que assinou um acordo com a fabricante norte americana Boeing para ajustar a entrega de seus dez aviões Boeing 787-8 Dreamliner que serão incorporados a frota de aeronaves de longa distância da empresa. Essa nova data para entrega antecipou em três anos a chegada da primeira aeronave, que estava prevista anteriormente para 2014 e agora deverá ocorrer no primeiro semestre de 2011.

Dessa forma, a LAN torna-se a primeira companhia aérea no lado ocidental a receber a aeronave Dreamliner. Essas dez aeronaves são parte de um pedido feito para Boeing em 2007 de 26 aeronaves Boeing 787 e anteriormente programado para entregas entre 2014 e 2019. Adicionalmente a LAN fez um pedido para seis aeronaves 787 através de leasing.

O Boeing 787-8 efetuou seu primeiro voo em dezembro de 2009 e deverá começar a operar comecialmente em 2010.

As aeronaves 787 Dreamliner apoiarão na renovação e no crescimento da LAN, permitindo que a empresa aumente seus voos para destinos internacionais , e melhorando a conectividade entre a América Latina, Europa e Estados Unidos.

O CEO da LAN, Enrique Cueto, falou que “a incorporação do Boeing 787 garantirá a sustentabilidade da LAN ao mesmo tempo que preserva o meio ambiente e incorpora uma tecnologia de ponta para oferecer a melhor experiência de viagem aos nossos passageiros.

IMAGEM DA SEMANA: A340 LAN Chile preparado para pouso

1
Airbus A340 LAN Chile
Airbus A340 LAN Chile (Foto: Alan Cookson)

O Airbus A340-313X (CC-CQA), MSN 359, da companhia aérea chilena LAN Airlines, já configurado para pouso, prepara-se para tocar a pista do Aeroporto Internacional de Frankfurt, na Alemanha, enquanto que ao fundo uma nuvem Cumulus Nimbus vai tomando forma, preenchendo um bom pedaço do céu.

Na lateral da aeronave, logo atrás das asas, pode se visto um adesivo comemorativo aos 80 anos da companhia aérea.

Atualmente a companhia aérea chilena opera com 12 aeronaves Airbus A340-300, num total de 81 aeronaves em operação, mais 54 encomendas, inclusive do Boeing 787 Dreamliner.

O registro foi feito no dia 29 de agosto de 2009, com uma Canon 50D.

Cavok nas redes sociais

62,393FãsCurtir
340Inscritos+1
6,407SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,730InscritosInscrever
Anúncios