Saab

Inicio Tags USAF – Força Aérea dos EUA

Tag: USAF – Força Aérea dos EUA

Sistemas Laser da Boeing destroem UAV em voo durante testes nos EUA

0
Boeing 747 ABL (Airborne Laser)
Boeing 747 ABL (Airborne Laser)

A Boeing Company demonstrou em maio a habilidade do sistema de arma laser móvel para executar uma única missão: rastrear e destruir uma pequena aeronave rádio-controlada (UAV).

Momento que o UAV era abatido com o sistema laser embarcado
Momento que o UAV era abatido com o sistema laser embarcado

Durante o teste patrocinado para U.S. Air Force, realizado no Centro de Pesquisas Militares em China Lake, Califórnia, o sistema Mobile Active Targeting Resource for Integrated eXperiments (MATRIX) – experimento de recursos integrados para alvos ativos e móveis – , o qual foi desenvolvido pela Boeing num contrato com o Laboratório de Pesquisas da Força Aérea, usou um único, mas de alta intensidade, raio laser para abater cinco UAVs em várias distâncias. A Laser Avenger, uma iniciativa fundada pela Boeing, também abateu um UAV. Representantes da Força Aérea dos EUA e do Exército dos EUA observaram todos os testes.

“A Força Aérea e a Boeing alcançaram uma energia direcionada descoberta com estes testes,” disse Gary Fitzmire, vice presidente e diretor do programa da Boeing Missile Defense Systems, uma unidade da Directed Energy Systems. “O desempenho do MATRIX é especialmente notável por ser uma demonstração sem precedentes, com aquisição ultra-precisa e letal, apontando e rastreando em longas distâncias, usando relativamente baixa energia no laser.”

Bill Baker, cientista chefe do Laboratório de Pesquisas da Força Aérea dos EUA, louvou a sua equipe e a Boeing por esses sucesso ao abater as pequenas aeronaves UAVs.

Como parte das demonstrações com os UAV, a Boeing também teve sucesso ao disparar uma metralhadora leve de 25mm a partir da plataforma Laser Avenger potencialmente aumentando a capacidade de energia direta híbrida e cinética contra ameaças de UAVs.

A Boeing lidera os estudos ao desenvolver o sistemas de armas a laser para aplicações nas forças armadas: Força Aérea, Marinha e Exército. Esses sistemas incluem o Laser Embarcado (Boeing 747 ABL), Laser Tático Avançado, Laser Livre de Elétrons e Demonstrador Tecnológico de Laser de Alta Energia.

Fonte: Boeing

Anúncios

Primeira esquadrão de F-15SG de Cingapura começa treinamento avançado nos EUA

0
Boeing F-15SG Strike Eagle, de Cingapura
Boeing F-15SG Strike Eagle, de Cingapura

Em setembro de 2008, s primeiros pilotos de Cingapura começavam a chegar na base aérea da USAF de Mountain Home. Eles chegavam para treinar nos avançados Boeing F-15E Strike Eagles, que haviam sido comprados dos Estados Unidos. Agora chegam todos participantes de Cingapura, com suas famílias.

“Este é o último passo de uma longa e proveitosa relação militar entre os dois países; os Estados Unidos e a República de Cingapura e especialmente entre as nossas duas forças aéreas,” disse Michael Donley, Secretário Chefe da Força Aérea Americana.

Uma inauguração formal na base aérea de Mountain Home na quinta-feira, dia 19, marcou o significado entre as nações que irão perpetuar-se nos próximos 20 anos.

“Esa é uma oportunidade muito empolgante para nóis de muitas maneiras. Primeiro, operacionalmente, pois nós treinaremos uma das mais importantes forças e parceiras na região do Pacífico, e segundo, nós teremos o prazer de realizar um intercâmbio cultural excelente,” disse o Coronel John Bird, da USAF.

“Mountain Home é uma ótimo lugar para a U.S. Air Force. Possui maravilhosas instalações militares. A força aérea foi super hospitaleira conosco, e também gostaríamos de deixar um muito obrigado para toda comunidade local que também foi hospitaleira conosco e por fazer com que sentíssemos em casa desde a chegada,” disse o representante do Primeiro Ministro Chee Hean Teo,  de Cingapura.

As 250 pessoas da ativa de Cingapura, suas esposas e crianças estão agora se ajustando a uma nova língua, uma nova cultura e a uma nova casa em Mountain Home.

“Essa é realmente uma experiência cultural para quem se muda para uma casa de 232 metros quadrados, com amplos espaços, onde precisam remover a neve e cortar a grama no jardim em frente a casa. Tem sido interessante para todos.” disse Bird.

A base aérea de Mountain Home informa que foi selecionada como facilidade de treinamento devido ao extenso complexo, suas boas condições de voo durante o ano todo, e um pessoal altamente treinado.

Fonte: KTVB.com

Caça F-15 causa danos em casa após a decolagem, durante a Cope Taufan

0
F-15C Eagle, da USAF, em Kadena
F-15C Eagle, da USAF, em Kadena

Uma casa vizinha a base aérea da Royal Malaysian Air Force (RMAF) de Butterworth, Penang, sofreu danos após um voo tático de um caça F-15 Eagle da United States Air Force (USAF) na última quarta-feira, dia 11, informou a RMAF hoje.

O caça é um dos oito F-15 da USAF que participa do exercício Cope Taufan 2009, em conjunto com aeronaves da RMAF, do dia 9 ao dia 20 de novembro, disse o relações públicas da RMAF, o oficial Major Kamarulzaman Ali num relatório.

Ele informou que o incidente aconteceu logo após a decolagem na base aérea, cerca de 3:00PM, horário local.

A RMAF e a USAF tentaram identificar a causa do incidente, tomando todas medidas de seguranças para evitar que o problema acontecesse novamente.

Os F-15 Eagle que participam do exercício estão baseados na base aérea da USAF em Kadena, Okinawa, no Japão.

Fonte: NST Online

Os Thunderbirds finalizam o circuito 2009 pelo Oriente

0
Esquadrão Thunderbirds, da USAF
Esquadrão Thunderbirds, da USAF

O Esquadrão de Demonstração Aérea da U.S. Air Force, os Thunderbirds, deixaram seu lar na Nellis Air Force Base, Las Vegas, 7 semanas atrás para uma jornada que cobriu a distância de meia volta ao mundo. Normalmente os Thunderbirds viajam entre março e novembro dentro do continente norte americano. Entanto, este ano, o circuito 2009 pelo Oriente levou a equipe para vários locais na região do Pacífico. Durante o circuito, o esquadrão voou mais de 22.000 milhas.

Com o final da viagem voando sobre o público de Seul, Coréia do Sul, os Thunderbirds deram adeus aos fãs nessa última etapa. Foi um momento especial pois terminava um circuito longo, mas satisfatório pois deixaram marcas em todos lugares por onde passaram.

“Eu espero aumentar a relação profissional com os Thunderbirds no futuro. A vinda deles para Coréia do Sul simboliza essa relação, e eu confidencio que as duas forças aéreas vão aumentar essa cooperação no futuro,” disse o Tenente Coronel Lee Chul-Hee, Comandante do Esquadrão Black Eagle da Força Aérea da República da Coréia do Sul. O time acrobático dos Black Eagles é o esquadrão oficial da Força Aérea da Coréia do Sul (ROKAF), que havia sido terminado em 2007, após o Seul Air Show, mas formado novamente com a chegada das novas aeronaves T-50 Golden Eagle.

“Pessoalmente estou honrado de ter os Thunderbirds aqui. Os Black Eagles renasceram esse ano com os T-50, e foi uma honra pessoal juntar os dois esquadrões aqui na Base Aérea de Seul nessa maravilhosa ocasião,” disse o Colonel Chul-Hee.

Esse tipo de retorno foi exatamente o que os Thunderbirds esperavam receber – tanto na Coréia do Sul, como no Havaí, Ilha da Guam, Austrália, Malásia, Tailândia e Japão. O Comandante/Líder dos Thunderbirds, Tenente Coronel  Greg Thomas, disse que o time fez esse circuito para representar a América e para construir laços mais fortes com seus aliados.

“A melhor coisa desse trabalho é poder ver o imediato impacto que nós causamos,” disse o Colonel Thomas. “Nós vimos isso várias vezes nos Estados Unidos, mas ver isso do outro lado do mundo é uma fenomenal oportunidade.”

O Major Brian Henderson foi o oficial que cuidou de todo translado para os Thunderbirds nesse circuito. Ele disse que as reações dos públicos nas apresentações eram altamente energéticas, especialmente quando os pilotos davam autógrafos no final das apresentações.

Agora o esquadrão se apresenta mais uma vez no show aéreo “Wing’s Over Homestead” que ocorre nesse final de semana, dias 7-8 de novembro, na base da Reserva da Força Aérea em Homestead, na Flórida. A última apresentação da equipe esse ano será nos dias 14 e 15 de novembro, na casa do esquadrão, em Nellis, Nevada.

Para maiores informações sobre os Thunderbirds, visite o site: www.airforce.com/thunderbirds

Caças F-15 da USAF participam de exercício militar junto com F/A-18 e MiG-29

0
Boeing F-15C Eagle, da USAF
Boeing F-15C Eagle, da USAF

A USAF (Força Aérea dos Estados Unidos) e a Força Aérea Real da Malásia estão prontas para treinar juntas durante o exercício Cope Taufan que ocorre entre os dias 9 e 20 de novembro, na Malásia.

MiG-29 Fulcrum, da Royal Malaysian Air Force
MiG-29 Fulcrum, da Royal Malaysian Air Force

Aproximadamente 100 soldados norte-americanos farão parte, junatamente com 8 caças F-15 Eagle, do exercício Cope Taufan que consiste num treinamento básico de manobras de combate aéreo e táticas aéreas com os caças de quarta geração – F/A-18D Hornet e MiG-29 Fulcrum – usados pela Royal Malaysian Air Force.

O exercício oferece as equipes dos Estados Unidos e da Malásia a oportunidade de trocar experiências e conhecer novas técnicas que serão necessárias para ambos países.

As forças armadas dos Estados Unidos e da Malásia já possuem uma longa história de cooperação, sendo em assistências humanitárias em desastres naturais, em exercícios militares ou em negócios profissionais.

Fonte: U.S. Pacific Command

Green Flag retorna para Base Aérea de Nellis

0

F-15E na aproximação para pouso em Nellis

Os moradores da região sudeste do estado de Nevada e da Califórnia nos EUA notarão um aumento significativo das atividades militares aéreas a partir de hoje, 06/11, quando aeronaves deverão chegar para o exercício Green Flag-West 10-02 da USAF.

As missões ocorrerão nos horários entre 12pm e 11pm, entre os dias 08 e 19 de novembro, e serão executadas no Centro Nacional de Treinamento em Fort Irwin, na Califórnia. Os voos devem ocorrer nas áreas sobre o vale de Las Vegas, indo e vindo da Base Aérea de Nellis, próximo ao Monte Charleston e ao norte de Pahrump, Nevada; outra área será no Deserto de Mojave, próximo a Fort Irwin, nos condados de Inyo e San Bernardino, na Califórnia. Não haverá voos no dia 14 de novembro e nos dias 13 e 15 de novembro os voos ocorrerão entre as 4:30pm e meia-noite.

Conduzido pelo 549º Esquadrão de Treinamento de Combate da Nellis AFB e pelo 12º Esquadrão de Treinamento de Combate de Fort Irwin, o exercício Green Flag-West provê um treinamento realista de suporte aéreo avançado, preparando toda equipe de pilotos e soldados para deslocamentos de apoio às operações de combate no Sudoeste Asiático.

Um exercício de batalha que propicia um treinamento de larga escala para as unidades participantes, que dificilmente poderia ser feito nas bases locais dos integrantes, o Green Flag-West recria condições de batalha similares as encontradas no Iraque e Afeganistão. Tripulações, trabalhando juntamente com uma equipe de controladores de ataque, simularão a proteção de uma área de mais de 2.500 km², onde estarão 6.000 soldados e 400 veículos de combate

Unidades do U.S. Army, U.S. Air Force, U.S. Navy e dos Marine Corps, juntamente com esquadrões de nações aliadas regularmente participam do Green Flag-West o qual é realizado 10 vezes anualmente.

As aeronaves e esquadrões que participarão do Green Flag-West 10-02 incluem os F-16 do 77º Esquadrão de Caça, da base aérea de Shaw, Carolina do Sul; e o Boeing E-8 JSTAR, aeronave da 116ª Ala de Controle Aéreo, da base aérea de Robbins, Geórgia. Eles serão apoiados pela 3ª Brigada, 4ª Divisão de Infantaria e o 13º Esquadrão de Suporte de Operações Aéreas, todas baseadas em Fort Carson, Colorado.

Para maiores informações sobre o Green Flag-West 10-02, contatar o serviço de Relações Públicas de Nellis no telefone +1 702 652-2750

Fonte: USAF

IMAGEM DA SEMANA: Soltando alguns agressores

0

Um F-16 Fighting Falcon Aggressor e outros participantes voam sobre a área do Complexo de Bases do Pacífico no Alaska durante o exercício Red Flag Alaska 10-1 , que aconteceu no início do mês de outubro, na base da USAF de Eielson.

Lockheed F-16C Fighting Falcon "Agressor"
Lockheed F-16C Fighting Falcon "Aggressor"

O Red Flag Alaska é um exercício de treinamento coordenado pelas Forças Aéreas do Pacífico direcionado a oferecer às tripulações participantes seus primeiros 10 voos  de combate aéreo simulado.

Imagem feita pelo Sgt. Christopher Boitz, U.S. Air Force.

Cavok nas redes sociais

62,409FãsCurtir
340Inscritos+1
6,417SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,780InscritosInscrever
Anúncios