O pod de designação a laser TALIOS da Thales foi testado com sucesso em voo integrado em um caça Rafale.
O pod de designação a laser TALIOS da Thales foi testado com sucesso em voo integrado em um caça Rafale.

A nova geração do pod de designação a laser TALIOS (TArgeting Long-range Identification Optronic System) concluiu com sucesso seu primeiro voo em um caça francês Rafale.

Operado pela Dassault Aviation, na base de Istres como parte do programa F3R, o protótipo decolou no dia 27 de julho, montado em um avião monoposto, para um voo que durou mais de 2 horas. Este voo de teste recolheu imagens de alta qualidade através do modo “dia”, e ofereceu performances notáveis ??na designação de alvos e telemetria.

Projetado pela Thales, o TALIOS é o primeiro pod de designação optrônica a cobrir toda a cadeia de tomada de decisão, desde a coleta de informações através da neutralização. Com a capacidade de processamento de imagens de alto desempenho, suas capacidades infravermelhas de última geração e sensores eletro-ópticos de alta resolução, possui sistema de estabilização e pode variar nas tarefas de ataques ao solo com munição guiada de precisão até identificação do alvos ar-ar e apoio aéreo aproximado, tanto durante o dia como à noite.

A integração do pod TALIOS, que será incluído nos caças Rafales na Força Aérea e na Marinha francesas, é uma grande projeto de desenvolvimento no padrão F3R da aeronave de combate Rafale.

O sucesso do primeiro do voo TALIOS em um Rafale é o segundo evento chave no seu programa de desenvolvimento para 2016, na sequência do primeiro voo na aeronave do banco de ensaio Mirage2000.

Os programas de desenvolvimento do pod TALIOS e a integração no Rafale correm em paralelo. Os ensaios de medição e de ajuste de desempenho continuará ao longo de 2017. Eles vão levar tanto à qualificação do equipamento como à qualificação do padrão F3R para o Rafale, até meados de 2018.

A França pretende adquirir 45 unidades do pod TALIOS.
A França pretende adquirir 45 unidades do pod TALIOS.

A Lei de Programação 0Militar 2014-2019 prevê uma encomenda de 45 pods para a Força Aérea e para Marinha, dos quais 20 já foram encomendados a partir Thales pela Agência de Aquisição de Defesa francesa (DGA). A entrega do equipamento produzido em série vai começar em 2018.

Anúncios

5 COMENTÁRIOS

  1. Impressionante esta tecnologia, a guerra do futuro cada vez mais parecida com um videogame.

  2. Parece ser um TGP incrível!

    P.S:
    Acho complicado um caça moderno como o Typhoon precisar sacrificar um tanque ventral pra usar um TGP porque não tem outro hardpoint pra isso.

  3. a vantagem dele para os outros PODs seria o mult link? Pois o resto acho que o litening faz.

    • O Sniper XR tem suporte a transmissão via data-link também, a possível vantagem que o TALIOS pode ter é alcance, resolução etc.

      Nos anos 90/2000 os F-14 e Hornets usavam o ROVER, para transmitir imagens para o pessoal no solo.

  4. O pod é ambicioso, capta até F-22. E a animação é bem feita, apesar do soldado-zumbi ou catatônico em 01:23… 😉

Comments are closed.