As aeronaves espanholas foram suspensas das missões até que as circunstâncias do incidente sejam esclarecidas. Fontes militares dizem que erro humano é a causa mais provável do lançamento de um míssil ar-ar perto da fronteira russa.

Os jatos Eurofighter Typhoon espanhóis instalados nos países bálticos interromperam seus exercícios de policiamento aéreo depois que um deles acidentalmente disparou um míssil sobre o sudeste da Estônia. O míssil foi disparado em uma área localizada a cerca de 100 quilômetros da fronteira com a Rússia.

As aeronaves espanholas foram suspensas das missões até que as circunstâncias do incidente sejam esclarecidas, disseram as mesmas fontes. As autoridades estonianas ainda estão procurando o míssil perdido, que eles suspeitam ter atingido o solo, apesar da arma ter um modo de autodestruição. Nenhuma explosão foi detectada no momento do incidente.

A OTAN atribuiu aos esquadrões de F-16 portugueses a tarefa de interceptar quaisquer voos não autorizados, substituindo os espanhóis.

A investigação sobre a causa do acidente ainda está em andamento. Fontes militares disseram que erro humano é a causa mais provável, já que nenhum erro de software foi detectado. Em se confirmando que o erro foi humano, será um erro extremamente incomum, particularmente porque o jato de combate estava sendo pilotado por um piloto altamente experiente. Não basta apenas pressionar um botão para lançar um míssil, em vez disso, todo um procedimento envolvendo várias etapas deve ser seguido.

O piloto não havia designado um alvo para o míssil ar-ar, que na ocasião era um AMRAAM real. Caso contrário, provavelmente teria atingido um dos outro dos três caças que estavam participando do exercício no momento do incidente.

O primeiro-ministro da Estônia, Jüri Ratas, expressou na quarta-feira (08) preocupação com o assunto em uma conversa telefônica com o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg.

Eu disse ao secretário geral da OTAN que é um incidente grave e estamos compreensivelmente preocupados com isso na Estônia. Graças a Deus, até onde sabemos, ninguém ficou ferido como resultado do incidente”, disse Ratas, de acordo com um comunicado de imprensa do governo. Stoltenberg, por sua vez, lamentou o incidente e ofereceu total apoio da OTAN à investigação, disse o porta-voz da Aliança.

Fontes aliadas disseram que a Estônia está sendo “discreta” com sua denúncia, porque “todos estão cientes de que tal incidente, embora improvável, não pode ser descartado“, e que membros da OTAN garantem a defesa do espaço aéreo dos países bálticos gratuitamente.

A Espanha já implantou aeronaves nos Países Bálticos cerca de seis vezes desde 2004. Sua implantação atual inclui 135 pessoas e seis jatos EF-2000 Typhoon da base militar de Morón de la Frontera (Sevilha), que agora estão estacionados na base de Siauliai no norte Lituânia. A missão começou em 1.º de maio e terminará em 31 de agosto.

 


FONTE: El País

Anúncios

8 COMENTÁRIOS

  1. Lembrando que a FAB tem um causo parecido, que foi o ataque a cidade de Formiga/MG. Uma das bombas está em exposição numa praça.

  2. Pessoalmente so com esta notícia (não esta, outras matérias do mesmo assunto em outros sites) fiquei a saber que Portugal opera um AMRAAM (versão C5(?) mais moderno que Espanha, quanto custa um AMRAAM C5?

    • Caro Leopard2A6,

      Os AIM-120C5 começaram a ser entregues em julho de 2000, portanto, não é um "lançamento"…

      Há analistas (eu não confio cegamente em informação de Wikipedia) que afirmam valer, cada um, US$ 500.000 — se bem estocados, conforme programa do fabricante.

      E os EUA, que procuram ter a "tutela" de todos esses mísseis, gostem ou não, não divulgam qualquer comércio do tipo entre os usuários, se autorizados (embora existam jornalistas que vivam de caçar tais informações em informes diversos do Congresso americano — se é que esse tipo de informação passará detalhadamente por lá)…

  3. Deve ter sido problema do sistema operacional do caça ou autoignição do foguete que o piloto é experiente e tem que fazer um roteiro para disparar.

Comments are closed.