Aeronave CL-415 passou próxima de um barco a acabou atingindo o mastro.

Um barco de turistas australianos foi atingido pela asa de um avião anfíbio de combate a incêndio Bombardier CL-415 no sul da França. O vídeo que pode ser visto a seguir, foi capturado por um dos turistas do barco que filmava a operação dos turboélices.

O incidente ocorreu no início do dia 27 de agosto, perto de Nimes, na França. Três aeronaves anfíbias CL-415 estavam enchendo seus tanques de água no Rio Ródano, próximo ao porto de Vallabregues, de onde partiam para combater incêndios em Collias, cerca de 20km do rio.

A aeronave Canadair CL-415 (matrícula F-ZBFN) atingiu o mastro do barco com a asa. Não ficou imediatamente claro se o piloto voou muito perto do porto, mas o barco estava ancorado na doca.

O tenente-coronel Bernier, do serviço de comunicação social do Escritório da Direção da Sécurité Civile, empresa responsável pelos aviões, disse: “A asa do avião de combate a incêndio está danificada, não estará disponível por várias semanas, houve projeções em duas barcaças, felizmente sem ferir as pessoas. Os pilotos são experientes e conheciam bem o trecho de água. Eles conseguiram voar até a base de Nimes. O piloto e o co-piloto ficaram surpresos com o acidente, foram suspensos como medida de proteção e serão examinados por um médico especialista que deve ter certeza de que eles possuem capacidade para voltar a voar”.

Ninguém ficou ferido, mas o avião conseguiu decolar e retornou para Nimes, onde será recuperado, sofrendo danos substanciais. Está em andamento uma investigação.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Vendo o vídeo, se tem a sensação que o avião de trás entrou na esteira de turbulência do primeiro, e ele sai pela esquerda.
    Pelo jeito, não houve espaço pra ele retornar na posição anterior e arriscou. Mais um metro e ele tinha passado !

  2. De qualquer maneira foi uma operação muito próxima dos barcos e com as aeronaves muito próximas uma da outra, um risco desnecessário.
    Quanto ao exame médico é obrigatório, ao se envolver em acidente é obrigatório realizar a inspeção de saúde, mesmo que o aeronavegante não tenha se ferido.

Comments are closed.