Painel do C-27J Spartan durante tentativa de pouso na Austrália.

Um vídeo dramático divulgado pela RAAF, a Real Força Aérea Australiana, mostra as aeronaves de transporte militar C-130J e C-27J tentando pousar em condições de visibilidade zero causadas por incêndios locais.

Cabine do C-130J Super Hercules.

Os incêndios já chegam a marca de duas centenas queimando em todo o país, pois as altas temperaturas e as condições de seca fornecem condições ideais para os focos.

O vídeo mostra as cabines de pilotagem de duas aeronaves da RAAF voando sobre missões no sudeste da Austrália. Na primeira metade, um C-27J Spartan tenta pousar em Mallacoota, em Victoria. A aeronave estava em uma missão para evacuar civis da zona de incêndio local, mas as condições eram tão ruins que a tripulação foi forçada a abortar. As missões aéreas subsequentes, explica a RAAF, foram capazes de pousar e pegar pessoas fora da zona atingida pelo fogo.

Na segunda parte do vídeo, um C-130J Super Hercules da RAAF estava tentando pousar em Merimbula, em Nova Gales do Sul, para entregar bombeiros. Esse voo também acabou abortando sua missão, aterrissando em Camberra.

O C-130J pousou em Cambera, capital da Austrália, para entregar equipes de bombeiros.

As Forças de Defesa da Austrália estão adicionando sua capacidade ao esforço nacional de combate a incêndios, com ativos do exército, da marinha e da força aérea em todo o país ajudando bombeiros civis a combater incêndios florestais. Os navios da Marinha HMAS Choules e HMAS Adelaide evacuaram civis por via marítima na costa, enquanto o exército convocou 3.000 reservistas.

Vinte e quatro pessoas morreram pelos incêndios e 1.400 casas foram destruídas.


Fonte: Popular Mechanics

Anúncios