Jatos interceptadores MiG-31BM da Frota de Aviação do Pacífico das Forças Aeroespaciais Russas realizaram voos de treinamento em elevadas altitudes, informou a emissora Zvezda que postou um vídeo do exercício de dentro do cockpit de uma aeronave.

Vídeo mostra a decolagem, subida e voo da aeronave na estratosfera. O voo foi realizado a uma altitude de mais de 20.000 metros e em uma velocidade de 2.500 km/h.

Um dos MiG-31s desempenhou o papel de um intruso que violou o espaço aéreo da Rússia com velocidade e altitude máximas. Outro jato de combate decolou para interceptá-lo.

A Frota do Pacífico informou que, para tornar o desafio mais difícil, o jato interceptador teve que localizar seu oponente sem qualquer ajuda do controle de solo.

Os pilotos também realizaram lançamentos eletrônicos de mísseis ar-ar de longo alcance. A tripulação do MiG-31BM realizou no total seis voos até a estratosfera.

O MiG-31 é um jato interceptador supersônico de longo alcance para qualquer tempo. Ele é projetado para interceptar e destruir alvos aéreos em altitudes baixas, médias e altas. Sua versão modernizada, o MiG-3BM, foi equipada com um novo sistema de controle de armas e um radar mais moderno.

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. A parte de cima do cockpit é fechada e a de trás meio claustrofóbica…
    Além disso parece ter uma cortininha (?) para tampar o sol. rsrs..
    Além do tamanho gigantesco, são apenas alguns dos detalhes que entregam que esse caça não foi projetado para o "dogfight" embora seja um interceptador nato.

  2. Uma aeronave de capacidades formidáveis, apesar de projetada com conceito ainda da Guerra Fria. Haverá um sucessor para o Foxhound, na mesma linha-base de desenho? Ou o próximo "super interceptador" russo será algo como um Su-35 otimizado para tal?

    Esta pergunta sempre me vem à mente quando lembro do Mig-31 !

Comments are closed.